quarta-feira, 20 de junho de 2018

Não será solidão por estar sozinha


Deixei-me ficar até ao entardecer
Gaivotas desorientadas pelo areal
Quiçá o cheiro da maresia, do sal
As atraia, sintonia de um renascer
.
Não será solidão por estar sozinha
Nem por desistência do meu amor
Não será. É para esconder esta dor
Que teima, e que comigo caminha
.
A dor continua, é triste a distância
Quando dou ao mar, a importância
E que o meu coração tanto reclama
.
E neste entardecer nem o sol ficou
Mas nas águas, ele sempre irradiou
E o meu coração nas águas inflama. 

🌞

🌸Autora: Larissa Santos.

terça-feira, 19 de junho de 2018

Sonho de um amor inconstante



Passaram tantos dias d'um amor profundo
Em que tantas vezes já nem sei se sou eu
Imaginários que viajam através do mundo
Onde procuro que seu coração seja meu
*
Busco por entre as veredas, até esquecendo
Que o vento se esconde sem me saber ouvir
Meu coração sofre, mesmo não querendo
Por sofrer a saudade, de o teu, ver a sorrir
*
Somos de pensamentos e desejos distantes
Nem sabemos se nosso amor pode vencer
Quando em promessas vãs e inconstantes
Ficaram tantas palavras lindas por dizer
*
Acredito que nas distâncias já esquecidas
Onde apenas do olhar me vou lembrando
Talvez fossemos amantes noutras vidas
Sendo com esse amor que vou sonhando

***
Autor: gil antónio
*

domingo, 17 de junho de 2018

O meu semblante, perde-se, na melancolia { BC- Poetizando...}

40º EDIÇÃO DO POETIZANDO E ENCANTANDO

🌹
Adormecida, na intimidade do meu baú
Onde, recordações me invadem a mente
Não seria justa contigo, se não fosses tu
Dos meus  sonhos, o dono, eternamente 
.
Até a rosa ofertada recordei com carinho
Ainda com o aroma das tuas ternas mãos
Acredita, jamais esquecerei teu miminho
Que entrou no meu coração, em bênçãos
.
Na leveza dum véu branco, protejo a flor
O meu semblante perde-se na melancolia
Quando sinto, que lembrança me traz dor
.
A dor, por não te poder dizer o que quero
Nem poder acolher-te no colo, é nostalgia
Mas recordo, o quanto tu me foste sincero.

 💟

🌹Autora: Larissa Santos 


 

É sempre um gosto participar nesta brincadeira poética. Nem sempre é fácil conseguir estar à altura da qualidade que a "brincadeira" exige. Assim sendo, apresento a minha simples participação que espero ser do agrado de quem por aqui passa, lê e nos comenta. Aconselho a visita  AQUI Blogue Filosofando na Vida.

Imagem relacionada
Flores para vocês.
Bom fim de semana a todos/as.

sexta-feira, 15 de junho de 2018

Ambos sabemos meu Amor que ...



Ambos sabemos meu amor que caminhando
Pelos recantos onde nada de verdade, existe
Num mundo em que a distância vai levando
Esse seu amor que tão longe me deixa triste
*
Ambos sabemos que as saudades são desejo
De um amor tão lindo como é a luz do luar
Assim como um poema versejado num beijo
Fazem sofrer o meu peito por tanto te amar
*
Ambos sabemos que o amor é o único sentido
Que magoado por um amor feliz e destemido
Que um dia combinámos, sozinhos enfrentar
*
Ambos sabemos que as lágrimas de agitação
Ferem como chagas nuas em nosso coração
Um amor que por si já não consegue respirar
 ***
Autor: gil antónio
*

quinta-feira, 14 de junho de 2018

Num lugar qualquer, sem fim.

Imagem relacionada
Esqueci-me do tempo, no tempo
Das águas que se agitam livremente
Dos sussurros d'antigamente,
Esqueci-me, de me amar
E de me ajeitar para ti,
Mas sim
Esqueci-me
Mas não me esqueci de ti
Nem dos momentos passados por aí
Por aí, não é certamente, é muito mais que isso
É olhar-te e não poder tocar, é beijar-te e depois acordar.

Vou esquecer-me
De mim
E num qualquer lugar, sem fim
Olhando o horizonte, pensando
Que este meu tempo sem tempo
Deixa o meu coração pulsando
No tempo, que esqueceu de mim.

👄


🍀Autora: Larissa  Santos

Adormecer na dor das palavras.


Nostalgia nos dias longos, enevoados
Nos dias de sol, sem ver o teu sorriso
E sentir o cheiro dos lábios amuados
Que se fecharam quando de ti preciso
.
Conto as horas, os dias, e tanto anseio
As vezes que meus lábios te procuram
Cada pétala significa o meu de receio
Receio da perda, os lábios murmuram
.
Adormecer, na dor das  palavras duras
Como se tivessem acabado as aventuras
Quando a primavera se vai, sem avisar
.
Resta um silêncio, entre as pétalas e eu
E  um  perfume, tão semelhante ao teu
E a nostalgia dos dias...que vejo passar.

🍀


🌸Autora: Larissa Santos

terça-feira, 12 de junho de 2018

Careço das tuas palavras de conforto.


Sinto a fragrância no ar, reconheço
Papoulas encarnadas e entristecidas
Procurando o sol, ficam esquecidas
Nos campos onde me perco. Careço
.
Careço das tuas palavras de conforto
Como careço do ar que me alimenta
Da brisa tocando minha pele sedenta
Quando meu coração se sente absorto
.
Pode a tristeza ser assim, camuflada
Podem as flores viçosas, murcharem
Os meus olhos cansados se fecharem
Enquanto me sentir tão desamparada.

💞

🌼 Autora: Larissa Santos


Serás em meus versos a minha doce amada


Posso sentir-me triste e escrever versos de nada
Pensar em ti, no teu sorriso, na tua fina doçura
Viajar através das nuvens, tocar a noite fechada
Ouvir o zumbir do vento em palavras de ternura
*
Posso escrever palavras nesta noite de solidão
Encher folhas de rimas, decorar os seus traços
Expondo como é poético o meu triste coração
Por nele não estar o conforto dos teus abraços
*
Posso escrever um poema que fale de carinho
Que no infinito do meu amor ecoe o beijinho
Que gostaria de te ofertar em noite iluminada
*
Gostava de escrever uma carta sobre o infinito
Onde por caracteres de ternura, ficasse  escrito
Que serás em meus versos, minha doce amada
*
***
Autor: gil antónio
*

domingo, 10 de junho de 2018

{ Poetizando e Encantando} Trazias flores, e um misterioso olhar.

39ª EDIÇÃO DO POETIZANDO E ENCANTANDO

 🌹
A festa, era uma surpresa tua
Em dia de aniversário
Trazias flores encarnadas
E sorrisos embriagados,
Trazias, o teu misterioso olhar
Um perfume encantador
E palavras doces, sussurrantes
Que qualquer mulher pode desejar,
Mas uma flor eu beijei
🌹
Saberás o quanto te desejo
Neste momento de festa
Não são precisas riquezas
Muito menos, bens materiais
Apenas um doce beijo,
Mas sabes, que tu vales muito mais
Num só gesto encantador
O teu coração tão nobre
Faz-me sorrir e voltar à felicidade
🌹
Recebo com toda a emoção
O carinho do teu olhar
Os teus lábios entre os meus
E num sussurro, uma verdade
Não haverá prenda melhor
Que abençoados abraços teus,
As flores, eu vou guardar
Como prova de um grande amor
Será gravado, no meu saudoso coração!
🌹

🌹 Autora: Larissa Santos.
 


É sempre um gosto participar nesta brilhante corrente poética - Poetizando e Encantando," brincando". Nem sempre é fácil fazer poemas com qualidade que a brincadeira exige. Assim sendo, apresento a minha simples participação que espero ser do agrado de quem por aqui passa, lê e nos comenta.

Pode e deve visitar: Filosofando na Vida  Prof: Lourdes Duarte

Resultado de imagem para flores

FLORES PARA TODOS...BOM FIM DE SEMANA

sexta-feira, 8 de junho de 2018

Amor por entre nuvens de distância


Procuro-te por entre as nuvens do mundo
Como quem procura a felicidade rainha
Porque amar-te é o desejo mais profundo
E sonho com o dia em que serás minha
*
Procuro-te dentro do infinito como sendo
A mais cálida música que quero ouvir
O meu olhar fica feliz porque te vendo
Começou e por amor não deixa de sorrir
*
Nossos corações se amam mesmo distantes
Porque se conhecem mesmo sem o saber
Parece até que já se tocaram, muito antes
Do próprio sol, que ilumina o amanhecer
*
Se nos amámos por entre vivências sentidas
Mesmo que nossas almas não se lembrando
Decerto que existem recordações vividas
Nelas, meu coração, está triste, chorando

***
autor: gil antónio
*