quinta-feira, 9 de novembro de 2017

Flores silvestres que aromam meu pensamento


Flores silvestres que aromam meu pensamento
Solitários lírios em terrenos incultos e desertos
Lindas pétalas onde de sabedoria me alimento
E abandono meus sentidos aos mélicos afectos
.
Dançam abraçadas sob encantadoras melodias
Musicais de vento as tacteiam com deferência
Bailados de sonho, ritmadas de simples magia
Pétalas que se tocam em salutar convergência
.
Sorrio ao verificar que é linda a mãe natureza 
Que nos oferece  paisagens de tão pura beleza
Entoando aos nossos  ouvidos rituais de amor
.
Na erosão dos campos em renovação constante
Onde o vento embala em  murmúrio arrepiante
Dança o nosso sorriso no perfume de uma flor
.
Autor: gil antónio

80 comentários:

  1. Respostas
    1. Olá Isa Sá

      Grato pela visita e simpatia nas palavras elogiosas que deixou
      .
      Uma tarde muito feliz
      .

      Eliminar
  2. Flores nos encantam, tua poesia também! abraços,chica

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá amiga Chica

      Sempre presente com palavras de carinho e simpatia
      .
      Uma tarde muito feliz
      .

      Eliminar
    2. O céu e a terra Traduzem toda a beleza natural-

      Eliminar
    3. Sem dúvida caro aviso. Sem dúvida.
      Abraço

      Eliminar
  3. Bom dia, amigo querido, Gil. Que soneto brilhante. Parabéns, casa dia me surpreendes mais.

    Bjos
    Boa Quinta-Feira

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Larissa Santos

      Sempre um amor de amiga. Adoro-te
      .
      Uma tarde muito feliz
      .

      Eliminar
  4. Maravilhoso soneto Gil!
    A foto nos transmite muita paz.
    Bjs e um ótimo dia.
    Carmen Lúcia.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá amiga Carmen Lúcia.Prazer de Escrever

      O seu carinho é ímpar. Emociona-me

      Retribuo os votos de um óptimo dia e os beijinhos.

      Eliminar
  5. Fantástica inspiração tão perfumada. Lindo demais este soneto. Amei a imagem

    Beijinhos e um dia feliz.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Cidália Ferreira

      Sempre uma simpatia de amiga

      Beijinhos

      Eliminar
  6. Bom dia! Magnífico seu soneto, adorei! Vim agradecer sua visita, seu comentário elogioso e por ter se feito meu seguidor, isso me fez muito feliz. Também serei sua seguidora e colocarei seu blog na lista dos meus favoritos para receber atualizações e poder sempre te visitar.
    Convido-te a conhecer meus outros dois blogs e se gostar, siga-os ficarei muito feliz.
    Eis o link dos outros blogs meus:
    http://sounaturezaesertao.blogspot.com.br
    http://meusertaopoetico.blogspot.com.br

    Beijos carinhosos!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Gil, já linkei e visitei estes dois maravilhosos blogues,

      Bjos ;-)

      Eliminar
    2. Olá Lucia Silva

      J+a visitei seus blogues que achei lindos, sedutores, super poéticos

      Retribuo os beijinhos carinhosos.

      Eliminar
  7. Perfeito!!!
    Saliento:
    "Sorrio ao verificar que é linda a mãe natureza
    Que nos oferece paisagens de tão pura beleza
    Entoando aos nossos ouvidos rituais de amor!"...bj

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá amiga Os olhares da Gracinha!

      Sem dúvida uma Gracinha nas palavras bonitas e meigas que deixa

      Bj de amizade

      Eliminar
  8. Uma exaltação da mãe natureza num soneto muito bonito.
    Gostei de ler.
    Um abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Boa tarde Elvira Carvalho

      Grato pela visita, comentário, e gentiliza das suas palavras

      Retribuo o abraço

      Eliminar
  9. Belo soneto, caro Gil. Um abraço daqui do sul do Brasil. Tenhas um bom dia.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Viva amigo Dilmar Gomes

      Grato pela simpatia. Um abraço aqui de Lisboa, capital de Portugal

      Eliminar
  10. Respostas
    1. Boa tarde caro amigo Francisco Manuel Carrajola Oliveira

      Deixou-me muito feliz por ter gostado

      Grande abraço

      Eliminar
  11. Lindo e perfumado poema de amor à natureza e nem só :)

    Um sussurro a tu.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá amiga Carolina Rodrigues

      Beijinho carinhoso em tua face rosada
      Que te deixe vaguear pelas ondas do mar
      Que a tua alma fique doce e enfeitiçada
      E com um beijo me obrigues a calar
      .
      Fica feliz.

      Eliminar
  12. Gostei do soneto.
    É magnífico, os meus parabéns.
    Bom resto de semana, caro Gil.
    Um abraço.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Boa tarde caro Jaime Portela

      São palavras são um bálsamo que me ajuda a continuar a escrever

      Retribuo o abraço

      Eliminar
  13. Lindo soneto Gil
    Um arrebatamento perfumado numa linda ode à natureza
    Um abraço e uma linda tarde

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá minha estimada amiga Gracita

      Grato pela simpatia das suas palavras. Volte sempre
      Retribuo com muita amizade, o abraço e os votos de uma linda tarde.

      Eliminar
  14. Oi Larissa, td bem?
    Belíssimo soneto do seu amigo, a natureza é mesmo maravilhosa.
    Te desejo um ótimo final de semana!
    Bjs

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Viva caro amigo Alécio Souza

      Grato pelo comentário. Já visitei o seu blogue e linkei seu linke no nosso aqui

      retribuo os votos de bom fim de semana.

      Abraço

      Eliminar
  15. O perfume da natureza sente se nas tuas palavras. Tou fascinada com este blog.bjokas

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá amiga Paula Silva

      Grato pelas tua simpatia e palavras de carinho que nos deixas

      Beijinho doce e carinhoso

      Eliminar
  16. Respostas
    1. Olá Maria Rodrigues.
      Grato pela visita e comentário.
      Fique feliz
      Retribuo o abraço

      Eliminar
  17. Sonhei ao ler o teu magnífico poema. Imaginei-me um lírio deste teu jardim.

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mona Lisa

      Deixou-me sem palavras com os olhos cravados em seu tão simpático comentário. Quanta gentileza ao se imaginar um lírio do meu jardim. Deixou-me emocionado, não de emoção propriamente dita, mas de excitação, ao imaginar o meu jardim com tão fresca flor.
      .
      Retribuo os beijinhos

      Eliminar
  18. Boa tarde Gil,
    Muito obrigada pela sua visita e palavras.
    O seu soneto é lindíssimo. Todo ele tem os aromas da natureza que tanto amo.
    Um beijinho,
    Ailime

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Ailine

      O privilegiado sou eu com a sua visita e comentário. O seu bonito blogue já está linkado no Brincando com as palavras. Volte sempre

      retribuo o beijinho

      Eliminar
  19. Olá Gil
    O amor que visita nosso coração e faz morada.Belo soneto
    Beijos
    Lua Singular

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá querida amiga

      Sempre uma alegria "ver" aqui tão ilustre escritora.
      Retribuo os beijos, com amizade

      Eliminar
  20. Gil, voltei para agradecer o ter-me informado que o link não funcionava, vou tentar ver o que se passa.
    Muito obrigado
    Maria

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá amiga Maria Rodrigues

      A sua simpatia impunha-me que eu a informasse do facto
      Não precisa de agradecer
      Volte sempre
      Até amanhã
      Tenha uma noite feliz

      Eliminar
  21. Que encontremos sempre flores no nosso caminho! :) Lindo poema. :)
    --
    O diário da Inês | Facebook | Instagram

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Inês

      Grato pelo carinho inserto no seu comentário
      Até amanhã

      Eliminar
  22. O Mundo tem belezas que nem sempre descobrimos por estarmos tão apressados...
    Até já
    Beijos e abraços
    Marta

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Marta Vinhais

      Uma verdade indesmentível
      Até já

      retribuo os beijos e abraços

      Eliminar
  23. Olá, Gil António!

    Um cheiroso e saboroso soneto dedicado à Mãe Natura.

    Grata pela visita e comentário. Eu estou a aprender a escrever poesia, ainda, pke esta forma literária tem muitas características e cada vez mais o verso branco se impõe entre os poetas carismáticos e eruditos. O aspeto da disposição do poema é fulcral. Os grandes poetas, colocam o poema do lado esquerdo e uns versos são maiores que outros, aliás, convém desacertar. Rima quase não existe ou não existe mesmo. Exemplifico, a seguir, muito rudimentarmente.


    Os teus braços
    nos meus
    aves loucas
    em movimento desconcertante
    como ventos
    que nos impelem
    um para o outro
    indelevelmente.


    Ora, eu não sou poeta, pke rimo no meu blogue de vez em qdo e gosto de colocar o poema ao centro, mas com versos desiguais em tamanho.

    Gil escrever em três blogues, é obra, e neste responder dia sim, dia não é desgastante, mas as mãos e inspiração são suas.

    Abraços cordiais.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Amiga Céu

      A poesia tem regras. É uma verdade. No entanto, dizem aqueles que são verdadeiros poetas que, a poesia é um estado de alma e por isso as regras são as ditadas pelas palavras que vagueiam entre o normal e o lírico, dentro desse estado de alma.

      Poesia é rima para uns, é simplesmente escrever para outros. Escrever em prosa, pode ser poética se, entre pontos se fizerem parágrafos. Ou seja: Tudo é magia, tudo é poesia, dependendo de quem a lê e do gosto simétrico de casa autor.

      Mais digo que, que corre por gosto não cansa. Não é assim que diz o ditado?

      Abraços poéticos.

      Eliminar
  24. E LINDO SONETO. Flores silvestres que aromam meu pensamento
    Solitários lírios em terrenos incultos e desertos
    Lindas pétalas onde de sabedoria me alimento
    E abandono meus sentidos aos mélicos afectos realmente, parece que os lírios danças abraçados as som do vento . Bela inspiração, parabéns! grata pelas visitas, sua e da Larissa. Abraços

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. FILOSOFANDO NA VIDA Profª Lourdes Duarte

      Falando também pela Larissa, posso dizer-lhe que, os privilegiados somos nóes em merecer a visita e o carinho de sua ilustre pessoa

      Grato pelas palavras tão bonitas que me deixou

      Retribuo os abraços

      Tem a nossa simpatia e cordialidade
      Volte sempre

      Eliminar
  25. Realmente a natureza é sempre uma excelente inspiração, o vento e as flores bailam em harmonia assim como as palavras e o sentimento neste belo e perfumado poema.
    Obrigada pela visita e pelo comentário, um beijinho!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Rita Norte

      A natureza é criadora. Por ela passa tudo o que é real na vida. Desde a mais ínfima pétala de flor, à vida humana. Afinal tudo é natureza de factos e de coisas, não é verdade?

      Um beijinho. Volte sempre.

      Eliminar
  26. Um maravilhoso soneto à mãe natureza, que me deixou sem palavras. Adorei. Amigo Gil boa semana e beijos com carinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bom dia rosa-branca

      Grato pela visita e pelas palavras carinhosas
      Tenha um dia feliz
      Retribuo os beijinhos

      Eliminar
  27. Belos lírios brancos, ondulando ao vento, só poderiam receber a beleza de um Soneto tão bonito, como este.
    Adorei as palavras e a beleza nelas descrita.

    Parabéns uma vez mais pela sensibilidade da sua escrita, Gil António!

    Abraço.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bom dia amiga Janita

      Palavras de intensa cordialidade e simpatia.
      Retribuo o abraço

      Eliminar
  28. Muito lindo! Também falo de flores lá no meu espaço hoje.

    Grata pela sua visita.

    Beijinho.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bom dia Graça Sampaio

      Já visitei. Tem um blogue muito bonito que merece a visita de todos
      Volte sempre

      Beijinhos

      Eliminar
  29. Que lindo seu poetar,Gil!

    Senti_me num local lindo e florido ao ler sua poesia.

    Eu me transportei para esse local paradisíaco que você magistralmente descreveu.Parabéns,amigo poeta!

    Amei!!!!!!!!!!!!!!!!

    Obrigada pela visita.

    Beijos sabor carinho e uma noite de quinta_feira de paz e alegrias

    Donetzka

    Blog Magia de Donetzka


    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bom dia simpática amiga Donetzka Cercck L. Alvarez

      Grato pelas palavras lindas de uma simpatia comovente que me deixou. Se calhar não mereço tanta bondade sua em palavras de carinho. Mas gostei, claro

      Fique feliz

      Eliminar
  30. Boa noite Gil,

    Querido estou sensivelmente tocado por sua bela obra. Sinto uma alma branda e sensível. Uma alma forte limitada por expor oque há de mais belo. Se o que existe de mais belo é infinito e insuperável, não existe limites para um grande poeta.
    Meus parabéns de coração e muito grato por sua visita, e por essa oportunidade de conhecer mais um grande poeta nesse mundo tão carente das mais belas e infinitas obras imortais.

    Um forte e sincero abraço.

    Wellington Maia

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bom dia meu amigo Wellington Maia

      Quem assim escreve em relação a outro ser humano mostra quanta sensibilidade existe em sua alma. Alma grande, coração enorme.
      Grato pelas suas palavras que muito me sensibilizaram

      Retribuo o forte e sincero abraço

      Eliminar
  31. Boa noite Gil!
    Um bonito canto em soneto à esta natureza tão generosa e inspiradora.
    Obrigado por me trazer e oferecer uma beleza de construção.
    Abraços amigo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bom dia bom amigo

      Grato pela visita e comentário

      Grande abraço

      Eliminar
  32. Bela poesia! os lírios parecem dançar e dançam mesmo em um lindo jardim. Abraços, fica na paz.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bom dia minha boa amiga

      Danças da natureza sempre agradáveis aos nossos olhos

      Retribuo o abraço e fique também na Paz.

      Eliminar
  33. Olá!!! :)

    Se tens Facebook e queres dar a conhecer o teu blogue a mais pessoas, e conhecer outros também, adere a este grupo:

    https://www.facebook.com/groups/126383254703861/

    Beijinhos,
    Diana F.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bom dia Diana Fonseca

      Já pedi o acesso a esse facebook

      Obrigado pela dica
      Bom fim de semana
      Beijinho de amizade

      Eliminar
  34. Até se sente o aromo das flores.
    Muito bonito.
    Aquele abraço, bfds

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bom dia caro amigo

      Grande abraço

      Retribuo os votos de bom fds

      Eliminar
  35. Sempre bom quando o pensamento é regado co boas coisas, com cheiros bons, com flores...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá amiga * yllenah *

      Concordo na íntegra. Gratro pela presença e comentário
      Volte sempre

      Abraço

      Eliminar
  36. Mais um poema lindíssimo, no qual as palavras fluem de uma forma encantadora... Adorei!
    Um grande abraço!
    Ana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bom dia Ana Freire

      Sempre uma simpatia.
      Domingo de Paz e Amor

      Eliminar
  37. Gostaria de saber, Gil, se qualquer dia posso destacar um pedacinho deste teu trabalho, lá no meu canto, com um link para aqui, pois claro... já me apercebi, que ambos, têm óptimos trabalhos por aqui!
    Costumo destacar alguns bloggers, lá no meu canto, nos termos em que poderás constatar nos meus posts anteriores, a forma como o faço...
    Abraço! Tudo de bom!
    Ana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bom dia Ana Freire

      Disponha. Sem problemas. Aliás, será um privilégio saber que alguém destaco algo que eu escrevo.

      Retribuo o abraço e os votos de tudo de bom
      Domingo feliz

      Eliminar