segunda-feira, 13 de novembro de 2017

Rascunhos de amor escritos por caneta sem tinta


Recordo os poemas que escrevi em branca folha
Rascunhos de amor escritos por caneta sem tinta
Onde meu imaginário ia estudar, fazer a escolha
Poemas dedicados a uma mulher, linda, distinta
.
Quando  recordo as palavras que nunca registei
E as leio nos meus momentos de maior tristeza
Penso em ti, no teu olhar, no teu amor, nem sei
Mais sei que os poemas realçavam a tua beleza
.
Folha queimada  pela secura de um chão agreste
Poemas esculpidos numa página que nunca leste
E quando dela te falo, teu olhar zombador, sorri
.
Recolho a folha amarrotada pelo tempo passado
Uma página em branco, na outra, nada registado
Sentindo saudade dos poemas que nunca escrevi
.
Autor: gil antónio

83 comentários:

  1. Transmite a sensação de um poema de um homem apaixonado.
    Aquele abraço, boa semana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bom dia Pedro Coimbra

      E não somos nós homens uns eternos apaixonados?

      Abraço, semana feliz

      Eliminar
  2. Respostas
    1. Bom dia Isa Sá

      Sempre deixando palavras de simpatia
      Feliz semana

      Eliminar
  3. Que linda e suave poesia. Um misto de saudades e imaginação.
    parabéns pelo blog Um abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bom dia Nal Pontes

      Grato pela visita que muito me sensibilizou. Grato também pelas palavras de elogio que se calhar nem mereço... mas gosto, lool
      Já visitei seu blogue

      retribuo o abraço
      Bom inicio de semana

      Eliminar
  4. Linda poesia,Gil! abraços, linda semana!chica

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bom dia Chica

      Grato pela presença sempre tão amável

      Abraço e semana feliz

      Eliminar
  5. Sinceramente, fiquei sem palavras! Simplesmente Divino!!

    Bom dia, Gil
    Beijinhos e uma excelente semana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bom dia Cidália Ferreira

      Bondade tua que és minha amiga, lool
      Beijinho e boa semana

      Eliminar
  6. Respostas
    1. Bom dia caro amigo deste NOSSO cantinho, Francisco Manuel Carrajola Oliveira

      Grato pela visita e palavras de elogio.
      Feliz semana
      Abraço

      Eliminar
  7. Também sinto saudade dos poemas que nunca escrevi mas que ... tão bem senti!
    Gostei de ler!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bom dia querida amiga poetisa

      Todos nós sentimos algo de nostálgico quando pensamos no passado se esse passado tiver sido agradável. Tenhamos a idade que tivermos, bastando para isso que sejamos adultos e mais pensantes sobre os factos da vida

      Não é por acaso que se diz:"" Gostava de ter xyx de idade e saber o que sei hoje ""

      Uma semana muito feliz

      Eliminar
  8. Bom dia Gil. Sublime, o teu poema...Fico fascinada e rendida à beleza das tuas palavras. Obrigada :)

    Bjos
    Boa Segunda-Feira

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bom dia Larissa Santos

      És um amor e mais não digo para não ficares vaidosa, lool

      Beijinho carinhos e poético

      Eliminar
    2. Eu não me envaideço. Mas gosto sempre das tuas amorosas palavras.

      Bjos

      Eliminar
    3. Beijinhos de muito carinho e amizade, Larissa Santos

      Eliminar
  9. Olá, Gil!
    Também eu escrevi poemas com caneta sem tinta. Quem não?
    E também eu deles dinto saudades como se do futuro se tratasse.
    Beijo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Todos nós escrevemos desses poemas. Bastou para isso que... deixássemos viajar o nosso pensamento, não é verdade

      Grato pela visita e tão amável comentário

      Eliminar
    2. Bem vindo ao meu blogue, Gil!
      Por aqui passearei sempre que surja novo texto.
      Beijo

      Eliminar
    3. Bom dia

      Grato pela simpatia
      Por agora saem textos todos os dias

      Beijo de amizade

      Eliminar
  10. Respostas
    1. Bom dia caro Rui Pires - Olhar d'Ouro

      Grato pela visita. Volte mais vezes

      Abraço e uma feliz semana

      Eliminar
  11. Começaste a semana com chave de ouro! Do melhor que aqui li, até hoje. Parabéns

    Aquele abraço.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bom dia Bernardo

      Sempre simpático este meu amigo

      Grande abraço

      Eliminar
  12. Respostas
    1. Bom dia Vanda Nicole

      Grato pela visita

      Beijinhos amiga

      Eliminar
  13. Bom dia. Um poema que é um hino à arte de bem escrever poesia. Brilhante como Brincando com as palavras que é o nome do blogue, se faz poesia de elevado índice técnico e doce magia
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Neuzinha, mulher de fina sensibilidade
      De harmoniosa doçura em complexa decisão
      Alia a sua beleza a palavras de amabilidade
      Que por extensa ternura e cordialidade
      Nos vem gravar em nosso/meu coração
      ..................
      Grato Neuzinha pela v isita e pelas palavras de carinho
      Beijinhos

      Eliminar
  14. É que é mesmo verdade sim so um coracao apaixonado consegue transmitir tanto amor. Bjokas Gil

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sendo tu, mulher tão doce, encantadora
      Que tão lindas palavras me vens ofertar
      Fazes do teu comentário uma ode sedutora
      Que me deixa o coração a saltitar
      ..............................
      Beijokas Paula Silva

      Eliminar
  15. Quando a arte e o talento está no genes de um poeta, acontecem os poemas mais lindos quie se podem ler. Amei, Amei, Amei
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Boa tarde Mariete Salema

      Quanta simpatia aqui deixada.
      Beijinhos amigos

      Eliminar
    2. És um querido e fantástico poeta

      Adoro-te muito

      Eliminar
  16. Quanta dor de um amor não correspondido... Belo, sensível, triste...
    Acho que os verdadeiros poetas conseguem mostrar sentimentos assim, variados e misturados em poucas estrofes.
    Belo post!

    Abraços esmagadores e feliz semana.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Poções de Arte

      A amabilidade está nos seus genes. Grato pelo comentário e carinho

      Retribuo os esmagadores abraços

      Eliminar
  17. Muito belo este poema! A escrita não é só um jogo de palavras, mas um trabalho sobre a linguagem, como aqui bem se percebe...
    Uma boa semana.
    Beijos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá amiga Graça Pires

      Que feliz fiquei em "ver" aqui tão distinta poetisa. Grato pela visita e comentário tão amável e inspirador

      Retribuo os Beijos com muita amizade

      Eliminar
  18. Lindo poema que fala de poesias escritas no seu imaginário.
    Um amor que nunca recebeu seus escrito
    Muito bom
    Abraços
    Lua Singular

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá amiga Lua Singular

      Sempre uma simpatia as suas palavras. Gosto de as ler
      Abraço

      Eliminar
  19. Um poema que me encantou. Obrigado
    Um abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Elvira Carvalho

      Com o devido respeito o que encantou foi a sua visita e comentário tão simpático. Volte sempre

      retribuo o abraço

      Eliminar
  20. Que poema maravilhoso! Por vezes, temos saudades até do que não vivemos, mas amámos.
    Boa semana, um beijinho.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Rita Norte

      Deixa-me muito feliz por gostar do poema que, com tanto carinho, escrevi. Palavras gentis como as suas são o bálsamo que ajuda um pseu-poeta, a escrever

      Retribuo o beijinho e os votos de uma feliz semana

      Eliminar
  21. Um poema bonito de uma pessoa apaixonada. :) Boa semana.
    --
    O diário da Inês | Facebook | Instagram

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Inês

      Quem de nós não é um/uma eterno apaixonado/a?

      Retribuo os votos de uma feliz semana.

      Eliminar
  22. Linda inspiração que resultou num belíssimo poema e ao lê-lo nossa alma transborda em romantismo.
    Beijos e uma semana bem feliz!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Lucia Silva

      A simpatia em movimento através da sua amabilidades nas palavras deixadas.
      Grato pela presença e tão inspirador e extasiante comentário
      Retribuo os Beijos e uma semana de felicidade

      Eliminar
  23. Um poeta fecha os olhos, observa dentro de si as suas qualidades,
    Que fazem de dele um homem surreal
    Oferece fantasia apenas na inspiração poética que está sendo um espelho e desse caem as fábulas escritas
    Parabéns por tão lindo poema que nos faz viajar atrvés dos sonhos e dos pensamentos findos.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Estrela Florescente

      Que lindo e poético comentário. Obrigado de coração pelas palavras tão gentis que aqui deixou

      Feliz inicio de semana

      Eliminar


  24. Que incomensurável paradoxo parece existir nas mais profundas entranhas do coração de um poeta quando deixa vaguear os sentimentos através da beleza das palavras.

    Obrigado Gil António por nos trazer este poema tão belo nas quadras e tercetos, como sensível na mensagem de cada verso.
    Destaco:

    Recolho a folha amarrotada pelo tempo passado
    Uma página em branco, na outra, nada registado
    Sentindo saudade dos poemas que nunca escrevi

    LINDO, LINDO, LINDO

    Um beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Raquel Lencastre

      Agradeço de coração a sua presença e comentário que considero de uma subtileza maravilhosa. Deixou-me muito feliz

      Retribuo os beijinhos

      Eliminar
  25. Belíssimo soneto que ficou apenas no imaginário e nas palavras em branco.
    Abraços Gil.
    http://mamymilu.blogspot.com.br
    Carmen Lúcia

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Boa tarde minha amiga

      Vagueações do imaginário em harmonia com, digo eu, lembranças de outros tempos

      Abraços

      Eliminar
  26. Lindos poemas Inteligentemente pensados e escritos, mesmo sem tinta!
    O meu abraço.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Viva caro amigo António Querida

      Achei piada ao seu comentário. Por vezes sem tinta consegue-se escrever cousas bonitas.

      Abraço

      Eliminar
  27. Não é à toa que até em espelhos eu escrevo com caneta de acetato... nada nem ninguém ou sentimento deve ficar em branco... Somos dos outros e eles são nossos...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pink Poison P

      É isso mesmo sem qualquer dúvida. Quem escreve é de todos e não é de ninguém. Simplesmente os seus escritos são como o vento. "Beijam" Todas as faces e a seguir partem, procurando e vagueando por outros labirintos e horizontes

      Grato pela visita e simpático comentário
      Um abraço

      Eliminar
  28. O poema está sempre escrito... Na mente, no coração, no olhar...
    Gostei muito...
    Até já
    Marta

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Marta Vinhais

      E não é que eu concordo?
      Até já

      Eliminar
  29. Uma beleza, este Soneto!

    Todo o tempo é tempo de dizer o que não se escreveu,
    mas se guardou no coração...

    Um abraço,
    com o apreço que me merece tanta inspiração.

    Janita

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Janita

      Emocionaram-me as suas palavras tão belas, simpáticas e motivadoras

      retribuo, com amizade, o abraço

      Eliminar
  30. Respostas
    1. Maria Rodrigues

      A sua amabilidade cria em mim um sentimento de alguma vaidade poética. Muito grato, pela presença e comentário deixado

      retribuo o abraço

      Eliminar
  31. Olá Gil,
    vindo agradecer aqui o simpático comentário deixado no meu blog (essencialmente de lavores) deparo com lindos poemas num belo blog! Com tempo lerei todos e, como já sou seguidora, não deixarei de vir!
    Gosto muito de ler quem escreve bem!
    Também gosto de escrever e no meu outro blog - www.outrascoisasdat.blogspot.com - falo doutras coisas. Convido-o a espreitar!
    A gente vai-se vendo por aqui!...
    Um beijinho da
    Teresinha

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Terezinha

      Grato pela visita e simpático comentário Claro que vou visitar o seu cantinho
      Inté

      Beijinho do Gil

      Eliminar
  32. A primeira vez que leio este blog, e este poema prendeu me. Gostei muito, parabéns!
    Beijinho ||  Daniela Silva | Blog

    Novo horário, de 2ª a 6ª às 19h, post novo!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bom dia Daniela Silva

      A sua visita foi uma simpatia. Se gostou deixou-me feliz. Espero que volte mais vezes
      Irei visitar sem cantinho

      Boa semana

      Eliminar
  33. Que bonito poema
    https://retromaggie.blogspot.pt

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bom dia Magda Carvalho

      Agradecendo a visita e sua elogiosa frase
      Volte sempre

      Eliminar
  34. Olá, Gil António!

    Penso que todos nós já escrevemos "coisas" em papeis, que depois amarrotamos, ou não escrevemos, mas pensamos. São as diferentes fases do sentir, que nos fazem agir, desse modo, mas "águas passadas, não movem moinhos".
    O importante é o presente.
    Neste soneto deu um espaço a mais para que o verso batesse certo com os outros: "Quando recordo...". Verdade?

    Parabéns pelo excecional soneto, já com algumas regras, que deixou como comentário no blogue da Professora Lourdes Duarte. A disposição correta do poema é aquela mesmo, sem estar preocupado se cada verso bate certinho com o outro.
    A semântica está "de gritos" e logo eu que "não" tenho imaginação para pensar no que teria sucedido depois (rs).

    Abraço e bons sonhos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bom dia minha boa amiga Céu

      "Olhos de felina". Permita-me que elogie desta forma o tyer notado que existia um espaço a mais. Sem dúvida, olhos de professora, olhos de sabedoria, olhos de quem olha com olhos de ver (ler)

      Disse que - ... e logo eu que "não" tenho imaginação para pensar no que teria sucedido depois.

      É claro que não é mesmo para eu acreditar, não é mesmo?

      Mais um comentário que me deixou feliz.

      Boa semana para si. Volte sempre

      Retribuo o abraço, referindo
      Que seus sonhos tenham chama
      Para que acorde sorrindo
      Por ter sonhado com quem ama.
      ......................
      Muitas felicidades e uma boa semana

      Eliminar
  35. Um poema lindíssimo. Daquilo que ficou escrito mas por "dizer".

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bom dia Diana Fonseca

      Todos nós ao longo da vida "escrevemos", na alma e/ou no coração, tanta coisa que ficou por dizer, não é verdade?

      Semana feliz

      Eliminar
  36. Boa tarde, Gil!!!
    Bonita poesia, carregada de sentimentos!!!
    Agradeço a visita em meu blog.
    seja sempre bem vindo.
    Também já estou lhe seguindo.
    Um abraço!!!
    Paz e Luz!!!

    Anna Lírios em Letras

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Boa noite Anna Lirios

      Grato pela sua visita. O seu blogue já está linkado aqui no Brincando com as palavras

      Retribuo o abraço

      Eliminar
  37. Rascunho de amor...
    Escrita sem tinta...
    Isso são sentimentos dedicados a uma grande felizarda!
    Oxalá que fosse eu!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá amiga * yllenah *

      E quem sabe se não és mesmo tu? É caso para dizer: Não confirmo nem desminto, lool

      Fica feliz
      Abraço

      Eliminar
  38. Estão forjados em cada fibra do coração, pra que tinta....
    Invejável paixão.
    Abraços, Gil.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Boa noite amiga SOLIDARIEDADE

      As tuas palavras são um ex-libris de simpatia

      Retribuo com muito carinho os abraços

      Eliminar
  39. Mais um trabalho apaixonante!
    Aqui a inspiração, está sempre em alta! Parabéns!
    Abraço
    Ana

    ResponderEliminar