domingo, 3 de dezembro de 2017

Saudade, da nossa dança...

casal dançando

Naquele Setembro, quente, havíamos recebido um convite no qual iríamos estar juntos, mais uma vez. O meu coração palpitava de tanta felicidade. “O caminho era longo.” Apesar de estarmos ainda com dias de verão, nesse dia choveu. Nos poucos encontros que tivemos quase sempre choveu. Acredito que nada aconteça ao acaso. A nossa cumplicidade é pura. Durante a viagem, de comboio, imaginava como iria ser o nosso encontro, mais uma vez. Ir-me-ias buscar à estação. À chegada, deslumbrava-me com paisagem sobre o Tejo, já sentada numa mesa de explanada. Via-te chegar, lindo, sorridente, com uma elegância invejável. Abraçaste-me, beijaste-me na cara, de uma forma carinhosa e sensual, deixaste-me em êxtase, com o teu cheiro tão peculiar, com uma fragrância à mistura.

Seguimos viagem Os nossos amigos esperavam-nos para o almoço, algures, do outro lado do Tejo.

Durante o nosso trajecto, conversas de ocasião surgiram, sorrisos, brincadeiras...até que chegámos, ao local, só faltávamos nós. O almoço começou a ser servido. Durante o tempo em que estivemos à mesa, por baixo da mesma, o teu pé, subia e descia, a minha perna de uma forma “sorrateira” enquanto no teu rosto, notava um sorriso maroto. Ninguém entendia os nossos olhares, cúmplices.

No fim do almoço, os amigos decidiram que, deveria-mos dar um pezinho de dança, para ajudar na digestão. Aquelas músicas românticas que sabiam fazerem o nosso gosto, a dança começou. Dançámos. Meu coração tremia de emoção. Nunca havíamos dançado juntos. Encaixamos bem e com os passos certos. Várias músicas se seguiram. Olhava-mos nos olhos um do outro. Desejavas-me, desejava-te. Pela sala rodopiavam também os nossos amigos. Querias beijar-me, puxaste-me para o corredor à média luz, onde me destes um longo beijo, daqueles...que tanto desejávamos.

A dança continuou até sermos vencidos pelo cansaço. Chegou a hora da partida. Ainda hoje, sinto o sabor do teu beijo, o cheiro do teu perfume  e o calor do teu peito, encostado ao meu. E saudades dos nossos corpos entrelaçados na dança.

 ---
Autora: Larissa Santos 

35 comentários:

  1. Um texto muito bonito. Dá gosto ler.
    Abraço e bom fim de semana

    ResponderEliminar
  2. Linda e tão romântica saudade! beijos, ótimo fds! chica

    ResponderEliminar
  3. Existem dias na vida que fixam gravados no coração para todo o sempre

    Beijo

    ResponderEliminar
  4. Temos marcas no coracao que ficam para sempre. Bjokas minha poetisa lindona

    ResponderEliminar
  5. Há momentos da vida que jamais se esquecem. As memórias de Amor prevalecem, mesmo para além da dor.

    Beijo
    SOL

    ResponderEliminar
  6. Gostei do texto... Uma saudade com doces e vivas lembranças! O amor cativado é belo!!
    Um bom sábado. Muita paz e o meu abraço...

    ResponderEliminar
  7. Bom dia Larissa
    Uma estória maravilhosa. Mas será correspondida? Gostei muito.

    Bjus querida

    ResponderEliminar
  8. Excelente texto. Ficou a saudade, que por vezes dói. AMEI

    Beijo e um sábado Feliz

    ResponderEliminar
  9. Dança perfeita num momento perfeito que nos deixa doces memórias...
    Obrigada pela visita
    Beijos e abraços
    Marta

    ResponderEliminar
  10. Que lindo texto Larissa!
    Como é bom estar ao lado de quem amamos,pena que ficou a saudade dessa noite inesquecível.
    Gostei muito.
    Bjs e um ótimo final de semana.
    Carmen Lúcia.

    ResponderEliminar
  11. Oi Larissa,
    Obrigada pelo carinho
    Beijos no coração
    Lua Singular

    ResponderEliminar
  12. Existem momentos na vida que nunca mais nos esquecem. Não é por acaso que o nosso coração é o mais profundo gravador de tudo e do nada. Gostei muito desta prosa escrita em função de uma boa recordação gravada no coração da autora.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  13. Que lindo seu conto de amor.Larissa.

    Nunca esquecemos momentos como esse. Parabéns,amiga.Àcho muito difícil escrever contos e você o faz com maestria!


    Beijos sabor carinho e um fim de semana de paz e alegrias

    Donetzka

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Boa noite, Donetzka Cercck L. Alvarez, Não sei se sou só eu, mas não consigo aceder ao seu blogue.. Aparecem outras cenas estranhas.

      Bjos Sábado Feliz

      Eliminar
  14. Um texto intenso e muito bonito! :) Beijinhos e bom fim de semana.
    --
    O diário da Inês | Facebook | Instagram

    ResponderEliminar
  15. Olá boa tarde!
    Mais uma vez estou aqui para deixar o convite da 12ª edição do Poetizando e Encantando.
    A imagem dessa edição é linda é um convite para lindas poesias. Como sempre deixo uma dica.
    É uma foto de um lugar com muita água! Está muito fácil de acertar!
    O que você acha amiga, devo postar nessa noite para da mais tempo para a postagem ou continuo aos domingos pela manhã! É importante sua sugestão, ficarei grata.
    Tenha um fim de semana de muita paz, abraços com carinho da amiga Lourdes Duarte.

    Parabéns pelo belo texto, a mensagem é intensa com grandes lições. Amei a música! bjus

    ResponderEliminar
  16. Um conto intenso e interessante! Gostei muito :)

    r: A embalagem está mesmo original!

    Beijinhos*

    ResponderEliminar
  17. Oi Larissa,
    Linda poesia
    Mais parece um conto de fadas
    Beijos no coração
    Lua Singular

    ResponderEliminar
  18. Larissa,
    Ai, ai...
    Adorei ler
    esse texto gostoso.
    Bjins
    CayiahoAlc.

    ResponderEliminar
  19. Então, o magano do pé dele, sorrateiro,
    num vai e vem descia e subia a tua perna
    se calhar até mais para acima do joelho
    para baixo e para cima como num escorrega?

    Tenha boa Larissa, e bons sonhos.

    ResponderEliminar
  20. Gostei muito do conto. Até porque em tempos vivi algo parecido, mas eu saí sem ele e sem ele regressei. Foi num baile da "Incrível Almadense" que nos conhecemos e dançámos e nunca mais nos encontrámos...Há histórias fictícias muito parecidas com realidades.
    Olha...saio daqui nostálgica...

    Bom Domingo, Larissa.

    ResponderEliminar
  21. Um belo conto de saudades, Larissa, parabéns!
    Bem contado do começo ao fim.
    Um beijo e lindo domingo.

    ResponderEliminar
  22. Beleza de conto Larissa,que saudade gostosa!
    Gostei muito amiga!

    Bom findi!

    Bjss!

    ResponderEliminar
  23. A passar por cá para desejar bom domingo.


    Isabel Sá
    Brilhos da Moda

    ResponderEliminar
  24. Há quem diga que chuva em "certos" dias é sinal de felicidade...
    Gostei muito do conto.
    Ficou a recordação, que também contribui para a felicidade.

    Votos de um Domingo feliz
    Beijinhos
    MARIAZITA / A CASA DA MARIQUINHAS

    ResponderEliminar
  25. Há recordações assim - acompanham-nos por toda a vida.
    Bj

    ResponderEliminar
  26. Uma carinhosa e doce recordação dos belos momentos vividos
    Apaixonante o teu conto Larissa. Gostei imenso de ler
    Beijos e uma feliz semana

    ResponderEliminar
  27. UAU!!!
    Quanta lembrança linda!!!
    Um belo de um DOMINGO!!!

    ResponderEliminar
  28. Também adoro dançar!!! É tão reconfortante, excelente anti-depressivo!

    Beijinho.

    ResponderEliminar
  29. MUITO OBRIGADA AOS QUANTOS AQUI PASSARAM E DEPOSITARAM O VOSSO CARINHO ATRAVÉS DAS PALAVRAS.

    Bjos e uma semana repleta de amor e Paz

    ResponderEliminar
  30. Que texto lindo!!!
    Há momentos especiais que ficam guardados para sempre no coração.
    Beijinhos
    Maria de
    Divagar Sobre Tudo um Pouco

    ResponderEliminar
  31. Simplesmente lindo e maravilhoso! O romantismo bem presente em cada lembrança!
    Beijinhos!

    ResponderEliminar