sexta-feira, 5 de janeiro de 2018

Cai a Chuva em desejo de amor-perfeito.


Chegou a chuva. Água com cheiro a hortelã
Talvez tardia. Secas anunciadas, incessantes
Sentimentos que chegam, doçura da manhã
Qual mistério real nos corações dos amantes
.
Cai das nuvens em aguaceiros, frescas gotas
Em térreos arenosos. Caudais efervescentes
De desejos translúcidos de torrentes afoitas
Que ateiam o sorriso em faces adolescentes
.
Inverno, cálido adorno das vertentes tardias
Riscos de ternura em distantes preconceitos
Traz fortuna, noções de amor, todos os dias
Rezas de afecto em desejo de amor-perfeito
.
Autor: gil antónio
.

25 comentários:

  1. Não anda enganado,
    sendo desse jeito
    quando bem amado
    seja amor perfeito!

    Bom fim de semana caro amigo poeta Gil António. Um abraço,
    Eduardo.

    ResponderEliminar
  2. Boa noite meu querido. Tão lindo o teu poema. Adorei.
    O tempo está propício.

    Bjos
    Feliz fim de semana.

    ResponderEliminar
  3. Aqui está um poema que me agrada por inteiro.
    Especialmente o último verso.

    Um abraço e feliz fim-de-semana, Gil.

    ResponderEliminar
  4. Olá Gil!
    Que fascínio de poema! Lindo demais. Tive todo o gosto em partilhar por aí :-))

    Beijinhos, muitos!

    ResponderEliminar
  5. Aqui está um poema que me agrada por inteiro.
    Especialmente o último verso.

    Um abraço e feliz fim-de-semana, Gil.

    (Alguém menos persistente já teria desistido de vir cá. Já vou na terceira tentativa de fixar o coment. )

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Minha querida, já temos o cuidado de andar " em cima do spam" kkk que cena. Em meu nome e do Gil peço desculpa. Mas não desista, gostamos muito de pessoas assim, teimosas, amorosas e interessadas em nos visitar:))

      Bom fim de semana
      Bjos

      Eliminar
  6. Lindo poema, aqui no Brasil estamos no verão, mas como é imenso, um país continente, nem todos os climas coincide em todos os lugares, pois chove demais em alguns Estados e em outros ainda vemos secas, muita seca!
    Abraços meu amigo poeta sensível!

    ResponderEliminar
  7. Aqui também chove bastante, o que eu acho bom, pois amo chuva.
    Belíssimo poema, querido.
    Obrigada pela visita.

    Beijinho e feliz 2018.

    ResponderEliminar
  8. Mas que poema maravilhoso e tão rico!! Amei

    Beijos e um bom fim de semana

    ResponderEliminar
  9. Hoje choveu por aqui. Que belo poema, parabéns pelo seu talento!

    ResponderEliminar
  10. ESTE BELO POEMA,VEIO NA HORA "h"
    BOM F DE SEMANA
    CUMPRIMENTOS

    ResponderEliminar
  11. Gostei bastante do poema :)

    Bom fim-de-semana

    ResponderEliminar
  12. Gil
    Já fazia alguma falta esta chuvinha
    grande poema
    abraço
    kique
    https://caminhos-percorridos2017.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  13. Lindo a sua escrita, mas eu detesto chuva :)
    Boa noite
    Bjs

    ResponderEliminar
  14. Mt bonito como sempre gostei mt e com cheirinho a hortela hui hui bjs e bom ano novo

    ResponderEliminar
  15. Amor-perfeito num perfeito amor de poesia!
    ...
    Ontem mostrei um belíssimo conjunto megalítico:
    https://crocheteandomomentos.blogspot.pt/2018/01/conjunto-escultorico-megalitico.html

    Hoje … e para comemorar o Dia de Reis … uma partilha gostosa:
    https://ospetiscosdagracinha.blogspot.pt/2018/01/bolo-rei.html

    Especialmente para si … um belo de um fim de semana!!!

    ResponderEliminar
  16. Que poema bonito e harmonioso!
    R.: Obrigada! Bom fim-de-semana!

    ResponderEliminar
  17. Muito lindo Gil!
    Águas com aroma de hortelã,só os poetas sabem expor o que sentem.
    Amei a sua sensibilidade.
    Bjs,obrigada pela visita e um ótimo final de semana.
    Carmen Lúcia

    ResponderEliminar
  18. "...[Rezas de afecto em desejo de amor-perfeito]". Belo "fecho", Gil, como belo é todo o Poema.

    Abraço
    SOL

    ResponderEliminar
  19. Que venham as chuvas que trazem o renascer da vida... poema belo...

    Beijos...

    ResponderEliminar
  20. Esta postagem tem muito que ver com a que mais recentemente postei no meu blog, só que esta muito mais concisa e por si só poeticamente bela.
    Felicitações

    ResponderEliminar
  21. Que a chuva continue a cair por aqui.
    Lindo poema.
    Beijinhos
    Maria de
    Divagar Sobre Tudo um Pouco

    ResponderEliminar
  22. Realidade muito bem retratado como uma sentimental saudade.
    Abraços, Gil

    ResponderEliminar
  23. Um poema maravilhoso... e bem de acordo, com o tempo, que temos por aqui... Adorei esta chuva sadia, carregando vida, em vez de tristeza...
    Um grande abraço
    Ana

    ResponderEliminar