quarta-feira, 31 de janeiro de 2018

Campos ondulando em flor, afectos infinitos


São os campos sinceros jardins de amor
Onde os teus olhos são límpidos delírios
Margaridas se beijando, lírios de louvor
Sorrisos de magia, tentações e martírios
.
São os campos verdade e pureza infinita
Ósculos cambiados em ventos de afecto
Onde qualquer pétala, por amor se agita
Toques de luxuria em libidinoso dialecto
.
Deleite e malícia em flores apaixonadas
Que leve, levemente, se vão ondulando
Com carinho são as margaridas amadas
Fazem lembrar nossos lábios se tocando
.
Olho o teu corpo despido de preconceito
Pequenos nadas em silêncio, que depois
Folhas de boninas que aromam teu jeito
Fluidos de amor existente entre nós dois
..................................................
Autor: gil antónio
.

39 comentários:

  1. Muito lindo e tão bem inspirado,Gil! abraços,chica

    ResponderEliminar
  2. Ui! Que imagem tão bonita e ternurenta da 3ª idade, onde num simples beijo cabem milhões de afectos.

    O meu abraço

    ResponderEliminar
  3. Sobrevivo em meio a dor da perda do filho amado.
    Estou me dando o direito de viver o luto como preciso.
    Sabiamente, dizia minha mãe, que o luto leva um ano, o
    ano das "primeiras vezes", primeiro aniversário sem ele,
    primeiro Natal sem ele, primeira virada de ano, primeira
    praia... A dor é intensa. Intensa é a saudade...
    Perdão pela ausência. Volto aos poucos. Ainda não sei fazer
    poesia que não fale na saudade. Mas elas virão. Eu tenho certeza.
    E aqui estarei compartilhando contigo.
    Muito obrigada pelo teu carinho.

    ResponderEliminar
  4. Há quinze anos me aconselharam
    usar palhaçopoeta no topo do meu
    blog, mas posso adiantar a você,
    meu querido Gil, que de poeta
    seu amigo não tem nada, mas de
    palhaço talvez muito. Penso nisso
    a cada vez que vejo como você
    encaixa os versos na sua poesia.

    Um abraço e parabéns, poeta.[

    silvioafonso



    .

    ResponderEliminar
  5. Bom dia Gil!
    Muitos parabéns! Mais um soberbo poema...de amor!! :) AMEI!

    Beijo e um dia feliz.

    ResponderEliminar
  6. Oi Gil
    Lindo poema, é a saudade dos tempos de outrora.
    Gil, deixei uma resposta para você no meu blog, se quiser dar uma olhadela, fique à vontade
    Dorli

    ResponderEliminar
  7. Boa tarde meu querido Gil. LINDO. Não tenho mais palavras para te elogiar como o mereces. Parabéns.

    Bjos
    Feliz Quarta-Feira.

    ResponderEliminar
  8. .Parabéns amigo Gil António por este seu belo poema, do qual transcrevo alguns de seus versos:

    "São os campos verdade e pureza infinita
    Ósculos cambiados em ventos de afecto
    Onde qualquer pétala, por amor se agita
    Toques de luxuria em libidinoso dialecto"


    Um grande abraço.
    Pedro

    ResponderEliminar
  9. Lindo poema! as margaridas são minhas flores prediletas, pois elas são simples e lindas.
    Gostei de caminhar por este campo.

    ResponderEliminar
  10. Poema lindo! E a imagem que o ilustra: simplesmente encantadora!
    Poema a reler.
    Beijinho

    ResponderEliminar
  11. Uau!! Nunca tive duvidas sobre a sua veia poética. O trabalho está à vista. Um poema que é um encanto, levou-me a vaguear pelos jardins perfumados de um amor perfeito!

    Beijo perfumado :)

    ResponderEliminar
  12. Muito lindo Gil!
    Esse amor que não morre nunca,mesmo sendo idosos ainda são exalados aromas das flores que floresceram nesse jardim do amor que os uniu para a vida eterna.
    Bjs-Carmen Lúcia.

    ResponderEliminar
  13. Um poema onde se enaltece o amor.
    Muito bonito e bem rimado.
    beijo
    :)

    ResponderEliminar
  14. Boa tarde!!!
    Belíssimo poema de amor, a foto representando o amor para toda a vida foi muito bem escolhida. Parabéns!!!
    Um abraço!!!
    Paz e Luz!!!

    ResponderEliminar
  15. O meu fraterno abraço, Gil. Mais uma vez lhe dsejo uma feliz e inspirada tarde.

    ResponderEliminar
  16. Que bonito poema e que imagem tão amorosa que o acompanha! :) Boa noite.
    --
    O diário da Inês | Facebook | Instagram

    ResponderEliminar
  17. Gil, cada vez no brindando com um poema lindo que nos proporciona reflexão e beleza!
    Uma ótima tarde!

    ResponderEliminar
  18. Amplexos e ósculos são pura magia
    quando o Amor é puro nunca escandaliza
    não existe tempo nem idade nem prazo
    Vida e Amor é poema que se eterniza.

    Boa noite, Gil.

    Sobre o poema só posso dizer o mesmo de sempre: BELO!

    ResponderEliminar
  19. Mais um maravilhoso poema.
    Afectos infinitos deste lindo casal.
    Votos de uma excelente noite

    ResponderEliminar
  20. Os verdejantes campos ondulando flores trazem a magia do amor em delícias de longos e apaixonantes beijos, aqui delineada numa poética de raro encantamento. Parabéns, Gil Antonio, por mais esta preciosidade e um grande e fraterno abraço.

    ResponderEliminar
  21. Gostei de ler Gil. Como sempre é um bonito poema.
    Abraço

    ResponderEliminar
  22. Uma mistura do bucólico com a paixão, ternura em versos, lindos de se ler e refletir que o amor não tem idade para acontecer.
    Noite de paz!
    Abraço!

    ResponderEliminar
  23. Muito obrigado pela visita!

    Um poema muito bonito!

    Continuação de uma boa semana,
    http://demantanosofa.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  24. Gil parabens por mais um belo poema
    Abraço
    Kique
    https://caminhos-percorridos2017.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  25. Oi Gil, bn!
    A foto é belíssima e o poema maravilhoso. Parabéns amigo!
    Bjssss

    ResponderEliminar
  26. Que poema tão bonito!

    r: Concordo :)

    Boa quinta-feira*

    ResponderEliminar
  27. A imagem e as palavras casam perfeitamente.
    É isso mesmo que quero - envelhecer junto daqueles que amo.
    A começar pela minha mulher, companheira, amante, melhor amiga.
    Aquele abraço

    ResponderEliminar
  28. Ola, Gil!
    Uma docura de poesia e imagem...
    Comeco minha tarde com poesia em minha alma e ternura no coração .
    Seja muito feliz e abencoado!
    Bjm de paz e bem

    ResponderEliminar
  29. Excelente poema, parabéns.
    Continuação de boa semana, caro Gil.
    Abraço.

    ResponderEliminar
  30. Oi Gil,
    Poema encantador que exala cumplicidade,
    aroma e muita paixão!
    Beijos \o/

    ResponderEliminar
  31. Gil, nada mais delicioso que se aproveitar a si mesmo despido de todos os preconceitos... Simplesmente exalante de ternura e encantos suas palavras.
    Venha me visitar no sedúceme.
    Beijos
    yllenah

    ResponderEliminar
  32. Que o amor seja sempre eterno.
    Maravilhoso poema.
    Beijinhos
    Maria de
    Divagar Sobre Tudo um Pouco

    ResponderEliminar