quarta-feira, 21 de fevereiro de 2018

Água que purifica teu corpo ... em efemérides de sentido


Como a água que purifica teu corpo e a mente
O amor entra em ti tão frio que te enlouquece
Tremores gelados, que teu coração entorpece
Intensos, magoados, que te deixa tão carente
.
Terás relatos tão ternos, efemérides de sentido
Um amor surgido das águas do ardente desejo
Alvoroços que ensopam como lábios em beijo
Toques de inquietude dum desalento carecido
.
Como entibiar esse amor que teu peito abrasa
Que fere como agulhas que em chamas arrasa
Queima a alma em amor de fiéis sentimentos
.
Intensos desatinos que do coração não partem
Impactantes sonhos que por sorrisos repartem
Todas as agruras dos nossos felizes momentos

.
Autor: gil antónio
.

35 comentários:

  1. Realmente a doçura feita amor em palavras doces. Bjokas Gil

    ResponderEliminar
  2. Bom dia, Gil António.

    Muitos parabéns pelo soberbo poema!! E assim se delicia os leitores. Amei.

    Beijo e um dia feliz.

    ResponderEliminar
  3. Excelente trabalho poético amigo Gil, gostei bastante.
    Um abraço e continuação de uma boa semana.

    Andarilhar
    Dedais de Francisco e Idalisa
    O prazer dos livros

    ResponderEliminar
  4. Poema lindo, emocionante. Diria, tocante mesmo. Parabéns!

    Um sussurro para ti.

    ResponderEliminar
  5. mt bonito em jogar com a palavra agua gostei mt parabens bjs

    ResponderEliminar
  6. Outro belo poema...senti aqui o tremor do corpo dela ao tocar a água....!!!
    Belas figuras de estilo!!!

    ResponderEliminar
  7. A água aquele bem precioso que mata a sede e purifica mentes menos limpas!
    Com aquele abraço.

    ResponderEliminar
  8. Sempre arrasando com suas belas linhas amei a postagem,
    obrigado pela visita.
    Blog: https://arrasandonobatomvermelho.blogspot.com.br
    Canal: https://www.youtube.com/watch?v=DmO8csZDARM

    ResponderEliminar
  9. A água e o seu poder purificador. lindo poema!
    Abraço

    ResponderEliminar
  10. Muito belo seu poema...Arrasando sempre. abç

    ResponderEliminar
  11. Olá, Gil!
    Água usada como purificação é linda demais pois é um dos efeitos da mesma, certamente!
    A foto demonstra o quão suave é um banho de amor da cabeça aos pés. Pureza e encantamento como um banho de um bebê que todos temos o direito mesmo crescidos em idade.
    Nada de tibieza num amor bonito e grande deve existir... ao meu modo de ver e sentir o amor que é por si só 'caliente' no sentido maior da palavra.
    Seja muito feliz e abençoado junto aos seus amados!
    Abraços fraternos de paz e bem

    ResponderEliminar
  12. Todos temos relatos e desatinos... Texto lindo amigo Gil

    ResponderEliminar
  13. Boa tarde meu querido, Gil
    Poema lindo demais. Gostei (em especial) deste terceto

    Como entibiar esse amor que teu peito abrasa
    Que fere como agulhas que em chamas arrasa
    Queima a alma em amor de fiéis sentimentos.

    Bjos em ti.

    ResponderEliminar
  14. Um poema revelador de carências afetivas e a compensação amorosa de sentimentos.
    Abraço.

    ResponderEliminar
  15. Mais um belo poema, Gil! Parabéns pelo talento!
    Uma ótima quarta feira!

    ResponderEliminar
  16. Lindo poema de amor! Parabéns :)

    r: defenderia um filho assassino? Embora não concorde cada um saberá o que é melhor, ou pensa ser melhor. No caso que falei a mãe sabe que o filho é inocente e mesmo assim vai com o juiz. Amor de mãe não sei o que é, mas imagino pelo amor que a minha mãe tem pelos filhos. Eu sinto o mesmo por ela, mas jamais a defenderia se ela matasse só por matar.
    São opiniões.
    Boa quinta :)

    ResponderEliminar
  17. Boa noite, Gil Antonio. Assim como a água refrescante no corpo, o amor é refrigério para a alma. Parabéns e um grande abraço.

    ResponderEliminar
  18. Um poema intenso! Sublime. Adorei

    r: Partilho dessa opinião :)

    ResponderEliminar
  19. Gil parabéns por este belo poema
    Abraço
    https://caminhos-percorridos2017.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  20. Uma declaração de amor.Eu gosto!
    Abraço

    ResponderEliminar
  21. OI GIL!
    A ÁGUA COMO FIGURA DE PURIFICAÇÃO DE CORPO E ALMA.
    ACHEI LINDO TEU POEMA.
    ABRÇS
    http://zilanicelia.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  22. Agua e amor, os dois indispensáveis nas nossa vidas; há quem pense que não faz falta o amor, mas engana-se.: a falta de água mata a vida e sem amor a vida não é vivida como merece. Ame e deixe-se amar! A vida terá mais frecura, será mais leve. Parabéns, amigo ! Beijinhos
    Emilia

    ResponderEliminar
  23. Curioso que sempre achei que um banho a dois era um excelente afrodisíaco.
    Aquele abraço

    ResponderEliminar
  24. Magnífico soneto de amor.
    Gostei imenso, parabéns.
    Continuação de boa semana, caro Gil.
    Abraço.

    ResponderEliminar
  25. Parabéns pela inspiração
    de sempre Gil,
    O amor para enlouquecer
    precisa ser quente!!
    Beijos ;)

    ResponderEliminar
  26. Os poemas do Gil purificam a minha alma.

    ResponderEliminar
  27. Maravilhoso soneto de amor, amigo Gil!
    Água e amor... duas coisas essenciais para a vida!
    Adorei, tal como tudo o que escreve.
    Obrigada pela partilha!
    Beijo de paz e bem. Abençoado final de semana

    ResponderEliminar
  28. Olá Gil, assim como a água é elemento indispensável ao nosso viver, o amor também tem grande importância, do amor provém o bem!
    Vc escreve com alma e coração Gil!
    Tenha um radiante amanhecer!
    Abraço!

    ResponderEliminar