sábado, 17 de fevereiro de 2018

Estrelas testemunhas de cálidos amores


-
São as estrelas o mérito da noite escura
Como o vento, que sopra, quando passa
Cintilantes pela solitária e fina negrura
Clarificam o pensamento pela candura
De um imaginário de sedução devassa
.
É a escuridão o nobre descanso da vida
Quando os corações andam enegrecidos
Ouvem-se melodias de luzência surgida
Beijam-se os lábios, claridade renascida
Que diverte e acalma os nossos sentidos
.
Tocam-se as estrelas em amor e pureza
Nelas não existe tremor nem amargura
Iluminando a noite, mostrando beleza
Oferecendo ao mundo a segura certeza
Que são luz de amor e delicada ternura
.
Autor: gil antónio
.

27 comentários:

  1. le stelle vivono e sentono la vita e ce la mostrano in tutto il suo splendore. Per caso sono arrivata qui sul tuo blog, un piacere leggere i tuoi versi.

    ResponderEliminar
  2. A passar por aqui para conhecer mais um bonito poema!

    Isabel Sá
    Brilhos da Moda

    ResponderEliminar
  3. É romântico, a inspiração amorosa à noite ao luar, ou ao pôr-do-sol à beira-mar.

    Abraço e bom fim de semana.

    ResponderEliminar
  4. Muito romântico!
    Um abraço e bom fim de semana!!!

    ResponderEliminar
  5. Bom dia meu querido Gil. Parabéns pelo poeta. Lindo, romântico e, para mim, muito poderoso. Adorei. :))

    Bjos
    Sábado feliz para ti.

    ResponderEliminar
  6. Tanto romantismo que me encanta
    Beijinho poeta Gil António

    ResponderEliminar
  7. Poema cheio de romantismo. Quem nunca namorou à luz das estrelas?
    Tão doce e bonito
    Bjo

    ResponderEliminar
  8. Estrelas são cobertura e inspiração nos Amores.
    Parabéns.


    Abraço
    SOL

    ResponderEliminar
  9. Poema lindo e cintilante como as estrelas!
    Maravilhoso Gil.
    Bjs e um ótimo final de semana.
    Carmen Lúcia.

    ResponderEliminar
  10. O universo testemunha o AMOR como comprova mais um belo poema!!!bj

    ResponderEliminar
  11. Sob as estrelas tudo se torna divino - assim como seu belo poema!
    Abraço.

    ResponderEliminar
  12. inspirado nas estrelas e no amor e sua ternura
    bem rimado
    bom fim de semana
    beijinhos
    :)

    ResponderEliminar
  13. Mais um belíssimo poema, Gil. Nos enche os olhos e nos faz relaxar na leveza de cada verso.
    Tenha um ótimo fim de semana.

    ResponderEliminar
  14. Isso mesmo que disseram ai em cima.. um poema cintilante e lindo.
    Uma bela canção de amor!!!

    ResponderEliminar
  15. De uma grande sensibilidade! Gostei muito.

    Beijinho

    ResponderEliminar
  16. O amor essa candeia que nos guia na vida...
    Abraço Gil
    https://caminhos-percorridos2017.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  17. https://poemasdaminhalma.blogspot.pt/
    Boa noite Gil António, sentindo a sua ausência passei por aqui mais uma vez. Confesso que fiquei extasiada dessa linda melodia, isto, sem falar do luar da noite e excelente poesia que já nos habituou.
    Um abraço e uma noite tranquila.
    Se quiser visitar-me eu ficarei grata.
    Luisa fernandes

    ResponderEliminar
  18. Boa noite Gil, passei para ler estes lindos poemas de amor!
    Maravilha, acompanhados desta musica maravilhosa!
    É muito bom passar neste cantinho poético transbordando amor.
    Meu abraço fraterno... e uma abençoada semana!

    ResponderEliminar
  19. Olá querida!!!
    Adorei o blog e segui-o! Simplesmente maravilhoso ehehe
    Quero convidá-la a visitar e aseguir o meu também <3

    pimentamaisdoce.blogspot.pt <3

    ResponderEliminar
  20. Maravilhoso poema Gil,
    As estrelas iluminam a noite e
    trazem claridade e romantismo
    aos corações apaixonados!
    Beijos!

    ResponderEliminar
  21. Sempre mt bonitos os teus poemas gostei mt bjs

    ResponderEliminar
  22. Amigo Gil
    Acho sempre muito romântico associar a Natureza aos estados de alma!
    Que belo poema, tendo as estrelas a testemunharem um grande amor!
    Um beijinho
    Beatriz

    ResponderEliminar
  23. Estrelas, iluminam as nossas noites e o nosso coração.
    Belíssimo poema.
    Beijinhos
    Maria de
    Divagar Sobre Tudo um Pouco

    ResponderEliminar