sexta-feira, 23 de fevereiro de 2018

Rascunhos poéticos, estados de alma, em livro fechado


Poemas são linhas escritas que ficando
Unidas e agrupadas em folhas brancas
São doces letras, odes de  inteligência
Páginas dispersas, na fina competência
Destinos envolvidos, salas onde danças
Músicas de amor que te vão embalando
.
Poemas, são rabiscos soltos que tu lês
Rimas gramaticais que te alimentam
O ego, a alma, o coração, entre porquês
Lágrimas errantes como ondas nos rios
Termos soltos, egos devotos, ostentam
Folhas do livro fechado, sinais vadios
.
Poemas são aventura, felicidade, união
Rascunhos lidos e soletrados em verso
Estados de alma, exaltação e subtileza 
Poética imaginação do desejo inverso
Escrituras e devaneios, mélica certeza
Do amor existente dentro do coração
.............
Autor: gil antónio
.

33 comentários:

  1. Bom dia, Gil António!

    O meu aplauso para tão belo e poderoso poema. Descrevestes tão bem factos tão realistas. AMEI. Parabéns

    Beijo e um dia Feliz

    ResponderEliminar
  2. Maravilhoso, fantástica sensibilidade resultando num interessante poema!
    Abraço

    Olhar d'Ouro - bLoG
    Olhar d'Ouro - fAcEbOOk

    ResponderEliminar
  3. Bom dia! Nunca li nada tão bonito. Lindo...Lindo...Lindo! Dou-te os parabéns. Gosto da capa :)

    Bjus querido

    ResponderEliminar
  4. Bom dia meu querido Gil. Fiquei boquiaberta, fascinada com o teu poema. Ou direi, surpreendida. Muito bom. A imagem não podia ser melhor. :))

    Se puderes fala-me*

    Bjos. Tudo de bom.

    ResponderEliminar
  5. Às vezes não sei o que faço
    Das linhas de meu caderno
    Mas todas as linhas que traço
    São linhas do meu interno... Gritinas (poeta desconhecido!)

    ResponderEliminar
  6. Rascunhos maravilhosos, bem inspirados e inspiradores! abraços, chica

    ResponderEliminar
  7. Boa tarde!
    Um poema que um verdadeiro encanto. Basta reflectir nas tuas palavras! ;)))

    Beijos m...

    ResponderEliminar
  8. Oi Gil,bt!
    Bela descrição do que é realmente um poema. Amei!
    Bjsss amigo e um maravilhoso FDS p/vcs

    ResponderEliminar
  9. E, sendo o poema tudo o que aqui descreves em palavras alinhadas numa folha em branco, posso seguramente afirmar que todos sabem fazer poesia, pois ela encontra-se em cada pprmenor da natureza, em cada passarinho que passa a voar, em cada pequeno gesto que recebemos. Feliz daquele que consegue enxergar todas as maravilhas que existem à nossa volta com olhos de poeta, mesmo não sendo capaz de elaborar um pequeno verso. Lindo, Larissa, este poema do Gil.! Um bom fim de semana e um beijinho
    Emilia

    ResponderEliminar
  10. Maravilhoso poema. Gosto muito de ler o que escreves, amigo Gil António

    Abraço

    ResponderEliminar
  11. Caro Gil,
    um poema é tudo isso que tão bem descreveu e mais o que eu penso ser, mas não sei dizer.

    Abençoado todo aquele que faz das palavras, o veículo que transporta da alma os sentimentos mais profundos, até à luz do dia, onde ficam a pairar em sublime oração.

    Parabéns e obrigada!

    ResponderEliminar
  12. Amigo Gil, descreveu bem em uma linda poesia o que seria um poema. Só um poeta sabe e entende a grandiosidade de poetizar. Parabéns! Abraços, tenha um fim de semana feliz.

    ResponderEliminar
  13. Poesia, grandeza da alma.
    Bom fim-de-semana

    ResponderEliminar
  14. Muito bonita inspiração, Gil, parabéns!
    Um fim de semana feliz.
    bjs

    ResponderEliminar
  15. Gil, até parece fácil! Fácil apenas para quem tem o dom.
    Parabéns!
    Beijo

    ResponderEliminar
  16. Oi Gil
    Escreve poesias linda que eu não conseguiria, eu já sou mais para minicontos e contos.
    Obrigada pelo carinho
    Eu esqueci de retirar os comentários, se quiser retirar fique a vontade
    Beijos
    Lua Singular

    ResponderEliminar
  17. Empolgantes descrições de poemas... Os poetas sempre expressam versos que insistem em não calar... Eles extravasam sentimentos, quereres do coração...
    Um bom fim de semana

    ResponderEliminar
  18. Poemas são tudo isso, sim. Sentimentos de quem os escreve que passam para quem os lê.
    Gostei
    Abraço e bom fim-de-semana

    ResponderEliminar
  19. http://poemasdaminhalma.blogspot.pt/
    Olá Gil Antonio, peço desculpa pelo lapso que é um tanto desagradável. Marta é amiga de outro blog poético, mas não sei como aconteceu, quando dei conta estava a trocar a resposta, acho que já é o cansaço. Quanto à sua poesia, só posso dizer que você é poético de alma cheia...belíssimo amei!
    Abraço amigo
    Bom fim de semana.
    Luisa fernandes

    ResponderEliminar
  20. Amigo Gil António, gostei deste teu belo poema, que se inicia com estas estrofes;

    "Poemas são linhas escritas que ficando
    Unidas e agrupadas em folhas brancas
    São doces letras, odes de inteligência
    Páginas dispersas, na fina competência
    Destinos envolvidos, salas onde danças
    Músicas de amor que te vão embalando"


    Um excelente final de semana.
    Grande abraço.
    Pedro

    ResponderEliminar
  21. eu so digo wuaonh wuaonh mt bonito parabens bjs

    ResponderEliminar
  22. Em versos envolventes, um contexto irretocável sobre o magnetismo enternecedor que o poema exerce em nossa alma. Aplausos de encantamento e desejo-lhe um excelente fim de semana, caro Gil Antonio.

    ResponderEliminar
  23. Que linda forma de descrever um poema! :) Bom fim de semana.
    --
    O diário da Inês | Facebook | Instagram

    ResponderEliminar
  24. OI GIL!
    UM POEMA É TUDO O QUE SABIAMENTE FALAS NO TEU, É ALMA EM EXPOSIÇÃO.
    LINDO .
    ABRÇS
    https://zilanicelia.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  25. E os poemas de você são histórias, registros, memórias.

    : )

    São lindas declarações de amor.

    Lindos.

    ResponderEliminar
  26. Caro Gil: Resolvi visitar teu blog! Feito com muito esmero e pleno de beleza e magnitude! Receba meus sinceros parabéns! Meu abraço fraterno. Luiza De Marillac Bessa Luna Michel

    ResponderEliminar
  27. Os poemas são feitos de palavras vindas da alma dos poetas e que vão direitinhos ao coração de quem l~e.
    Lindo!!!
    Beijinhos
    Maria de
    Divagar Sobre Tudo um Pouco

    ResponderEliminar