quinta-feira, 8 de fevereiro de 2018

Vivências de Amor - Volúpia Incerta

 
Nascer, tornar-se adulto, amar
Viver a vida, destino vivenciado
Deixar o amor ao coração chegar
Nunca chorar por já ter amado
.
Quando o amor em nós desperta
E nos ensina a ver o mundo, a ouvir
Tudo é luz, ternura, volúpia incerta
Que nos deixa os lábios a sorrir
.
As lágrimas são o alívio da alma
Que nos eleva e até acalma
Vive o coração no seu esplendor
.
Se a vida é composta de movimento
Existem alegrias, vive-se o momento
Quem nunca chorou por amor?
....................................
Autor: gil antónio
.

45 comentários:

  1. Chora-se muito por amor tal como diz o poeta num belo poema!!! bj

    ResponderEliminar
  2. Um soneto maravilhosos, amigo! E lindo blog.

    https://ives-minhasideias.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  3. Linda poesia. Aproveito para agradecer o carinho em meu blog. Abraço

    ResponderEliminar
  4. Muito linda mais essa poesia tua,Gil! abraços,chica

    ResponderEliminar
  5. Que poema lindo!
    Beijinhos,
    Espero por ti em:
    strawberrycandymoreira.blogspot.pt
    http://www.facebook.com/omeurefugioculinario
    https://www.instagram.com/marysolianimoreira/

    ResponderEliminar
  6. Bom dia Gil!!
    Excelente Poema! Quem nunca chorou por amor?? O amor faz doer...e chorar, sim!! :) Amei.


    Beijinhos

    ResponderEliminar
  7. Bom dia meu querido Gil, o meu aplauso para tão belo poema. Adorei. Parabéns

    Bjos
    Dia feliz.

    ResponderEliminar
  8. Gil quem nunca chorou por amor?
    Acho que não encontraremos alguém que não tenha chorado,seja por qualquer motivo um dia as lágrimas rolaram.
    Parabéns pela obra poética.
    Bjs-Carmen Lúcia.

    ResponderEliminar
  9. Chorar por amor toda a gente já chorou! Lindos poemas.

    Abraço

    ResponderEliminar
  10. Oi Gil, bt!
    É verdade, as lágrimas são realmente o alívio das nossas almas. Parabéns!
    Bjsss amigo

    ResponderEliminar
  11. Ah quantos choros por amor!!! Belíssimo poema!
    Beijos carinhosos!

    ResponderEliminar
  12. O nosso percurso na vida, a chegada do amor, as alegria e incertezas que isso nos traz, certo que não deveríamos chorar o amor passado, mas,... quem nunca chorou por amor ?...
    Muito bom, Gil, só não descurar a métrica.
    Abraço

    ResponderEliminar
  13. Parabéns Poeta! O amor é lindo, faz chorar de dor e de felicidade!
    ;)

    Abraço

    ResponderEliminar
  14. Magnifico poema, adorei.
    Quem nunca chorou por amor? belíssima pergunta.
    Abraço e parabéns.

    ResponderEliminar
  15. Creio que todos choramos por amor... Porque, às vezes, o amor desilude-nos....
    Lindo...
    Beijos e abraços
    Marta

    ResponderEliminar
  16. deixo um abraço

    gostei do poema, deveras!

    ResponderEliminar
  17. Olá Boa noite!
    A minha visita de hoje é para comunicar e deixar o convite do Poetizando e Encantando, 22ª edição. Nessa semana eu não iria postar, como não comuniquei antecipadamente na edição 21ª, resolvi postar amanhã, sexta-feira para não ficar sem esta edição.
    Motivo, o carnaval na minha cidade é muito animado. Todos os blocos e não são poucos, passam na minha rua e nesse período minha casa fica cheia de amigos, para nossa alegria. Não tem como eu não cair na folia. Posto amanhã e ficará até o próximo domingo, mais tempo para todos participar do carnaval, quem gosta assim como eu, e para que possamos organizar nossas postagens fazemos as visitas que tanto amamos.
    Desde já muito obrigada pelo carinho e atenção que tem tido para comigo participando lindamente desta BC e que o seu feriadão seja muito feliz com alegria e paz. FELIZ CARNAVAL.
    Aguarde que as imagens desse edição estão chamativas para belas poesias. Até amanhã!
    Abraços da amiga Lourdes Duarte

    ResponderEliminar
  18. Oi Gil,
    Viver a dois já não é fácil Gil, o amor vai queimando até virar cinzas frias, aí vem a intransigência se torna frequentes é o fim.
    Assim mais se perde do que se ganha na vida, então, é aproveitar a mocidade como fiz.
    Estou cansada Gil, ganhei tantos concursos de poesias aqui no blog que só criei inimizade.
    Cuidado com quem tem cara de santo, se ele puder pisar na cabeça por inveja, o fará.
    Quando sentir saudade do seu blog, darei uma espiadinha. tá.
    Gosto das suas poesias, quer um conselho que me deram e não segui: nunca seja escravo do seu blog, aliás, de nada.
    Viva a vida, ame e beije muito, abrace com carinho o seu amor.
    Estarei no face, hoje não, pois comi num restaurante que não caiu bem nem a mim e nem ao meu marido, mas se amanhã se estiver bem lá estarei.
    Beijos
    Lua Singular

    ResponderEliminar
  19. Todos nós, pelo menos uma vez na vida, choramos por amor. Ainda assim, não devemos mesmo ter medo de amar!
    Gostei do poema :)

    r: Ler faz sempre bem

    Boa sexta-feira

    ResponderEliminar
  20. Que poema gostoso de se ler.
    Delicioso para se refletir e para divagar durante a semana.
    Sem contar com esse toque de fundo.

    Realmente é para se analisar tudo.
    Amar abundantemente.

    Abraços,
    Natalia
    http://www.revelandosentimentos.com.br/

    ResponderEliminar
  21. Caro Gil Antonio, o amor é mesmo uma dádiva e, como tal, devemos abençoar a graça de amar ou de termos amado. Em suas complexidades, o amor também pode causar dor e quem nunca chorou por amor? Mas seria pior se não tivéssemos conhecido o amor. Meus sinceros parabéns pela linda poética e pelo tema. Grande e fraterno abraço.

    ResponderEliminar
  22. Quem nunca chorou que atire o primeiro beijo
    Simples mas cheio de verdades
    Abraço
    Kique
    https://caminhos-percorridos2017.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  23. Bonito poema
    https://retromaggie.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  24. A vida é isso. Um ciclo de alegrias e tristezas, de amor e desamor.
    E rimos e choramos.
    Muito bonito o poema.
    Abraço

    ResponderEliminar
  25. Bacana,
    O amor e suas consequências...

    ResponderEliminar
  26. Que mensagem mais linda

    https://submersa-em-palavras.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  27. Quem nunca chorou por amor é porque nunca amou verdadeiramente.
    Aquele abraço, bfds

    ResponderEliminar
  28. Que maravilha as suas poesias amigo!
    É verdade, só não chora por amor aquele que não ama de verdade!
    Belas palavras... Adorei!
    Também quero agradecer os seus comentários, estou muito feliz por
    também caminhar com Jesus no seu coração!
    Obrigado amigo, Meu Abraço Fraterno! Seja feliz...*

    ResponderEliminar
  29. "Nunca chorar por já ter amado", isso aí Gil, o coração que se arrepende do tanto que amou, não mereceu e não merece ser amado.
    Abraços, Gil.

    ResponderEliminar
  30. A passar por cá para conhecer mais um bonito poema.


    Isabel Sá
    Brilhos da Moda

    ResponderEliminar
  31. Quem nunca chorou por amor é porque nunca amou de verdade!
    Beijinho
    Joana

    ResponderEliminar
  32. Ahh que bonito!! ;)

    beijos!

    https://ludantasmusica.blogspot.com.br

    ResponderEliminar
  33. Há o que estamos predestinados por condição, quanto a isso não há como fugir, como se apaixonar... No entanto, há o que podemos transformar, melhorar, aprender, o que nos torna melhores do que somos, este é o Amor.

    Obrigada pela visita! Parabéns pelo Blog!

    ResponderEliminar
  34. Um excelente poema que mobiliza como porta voz,
    deste vivenciar o amor e o choro faz parte,
    a saudade de quem ama...
    Muito bom, poeta Gil!

    ResponderEliminar
  35. Umas vezes rindo outras chorando mas o importante mesmo é amar.
    Belíssimo soneto.
    Beijinhos
    Maria de
    Divagar Sobre Tudo um Pouco

    ResponderEliminar
  36. Aplausos pra você, Gil, o amor mexe com todos os sentimentos.
    Beijo, Gil, um ótimo fim de semana!

    ResponderEliminar
  37. Olá Gil, poucos nessa vida talvez não tenham chorado por amor, mas o que importa? se o amor é quem comanda o nosso coração!
    Parabéns pelo talento poético em tela.
    Abraço e bom findi!

    ResponderEliminar
  38. Belo e verdadeiro!

    Bom fim-de-semana!

    Bjos

    ResponderEliminar
  39. Um soneto de amor, com lágrimas ou com risos é sempre bom de ouvir e de sentir.
    Um abraço

    ResponderEliminar
  40. Lágrimas? Também são Amor
    Adentro do "Ser" da gente.
    O sentimento maior
    É tudo quanto se sente...


    Abraço
    SOL

    ResponderEliminar
  41. O sentimento à flor da pele, como um perfume.
    Beijinho.

    ResponderEliminar
  42. Oi Gil,
    Que poema belíssimo...
    Gostei de ler sobre a trajetória
    do amor em nossa vida...
    Beijos!

    ResponderEliminar