terça-feira, 24 de abril de 2018

Amor = Fogo que Arde em Chispas Ardentes.


Abrindo teu coração em fino e ardente estio
Sentirás como o suor tem perfume de fadiga
O sol que queima a pele em arrepios de frio
E nesse sentirás como te amo doce rapariga
*
Amo-te nos poemas deslaçados do infinito
Nas alternas do fogo que arde em lamento
Em que o termo amor é apenas um quesito
Dos muitos que formam o meu sentimento
*
É a luz do teu sorriso em carinho oferecido
Nos versos que tanto desejo dividir contigo
Nos silêncios do meu desejo que proclamo
*
Sinto em mim um afecto robusto, investido
Na chave de um amor, por ti, amadurecido
E por isso te amo, somente, porque te amo

*
Autor: gil antónio
*

33 comentários:

  1. Um ardente amor em poesia bem interessante de se ler Gil!
    bj

    ResponderEliminar
  2. Un bello soneto de amor que llega al alma de todo aquél que alguna vez lo ha vivido. Invita a soñar.
    Cariños y buena semana.
    kasioles

    ResponderEliminar
  3. BOM DIA COM POESIA! Excelente como sempre.

    ABRAÇO.

    ResponderEliminar
  4. Bom dia!
    Poema lindo, maravilhoso. Diria mais...Um encanto!!

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  5. Parabens Gil!!
    Lindíssimo!
    Soberbo!!
    Aí,esse AMOR q nos arrebata por dentro,cheio d emoções e sentimentos!!
    Bj

    ResponderEliminar
  6. adorei o post!!
    beijinhos

    |último post|
    http://eyeelement.blogspot.pt/2018/04/4-ootd-do-instagram.html

    ResponderEliminar
  7. Boa tarde meu querido GIL. Poema apaixonante...Lindo. Parabéns, adorei.:))

    Bjos
    Dia feliz

    ResponderEliminar
  8. Amar,sempre Amar!
    Palavras tão bem colocadas nesse seu lindo poetar.
    Adorei Gil.
    Bjs-Carmen Lúcia.

    ResponderEliminar
  9. Boa tarde amigo. Os teus poemas fazem-me vibrar o coração. Amei de +++...por isso partilhei.
    ;-)

    Um Bjinho

    ResponderEliminar
  10. Bom dia, Gil Antonio. Parabenizo-lhe por tão magnânima apologia ao amor maior. Show, amigo". Grande abraço.

    ResponderEliminar
  11. O amor e a paixão que queima.
    Maravilhoso! abraço.

    ResponderEliminar
  12. mais um poema mt bonito e com o fogo nao se brinca ehhehe bjs

    ResponderEliminar
  13. Oi, Gil! Sempre que venho aqui, seus versos sempre me envolvem. Gostei muito!

    beijos!

    https://ludantasmusica.blogspot.com.br

    ResponderEliminar
  14. O amor sempre o amor. Parabens meu amigo enamorado.bj

    ResponderEliminar
  15. Poema maravilhoso. Fascinante de ler.

    Abraço

    ResponderEliminar
  16. O amor é sempre tão especial! Mais um poema lindíssimo :)

    r: Muito, muito obrigada. É bom ler isso

    ResponderEliminar
  17. "Em que a termo amor é apenas um quesito
    Dos muitos que formam o meu sentimento"

    Um soneto de se lhe tirar o chapéu. Fantástico!

    Beijos

    ResponderEliminar
  18. E à medida que o calor aumenta, mais se chega para perto. Quanto mais queima, mais seduz!
    Um abraço,

    ResponderEliminar
  19. E nem precisa de mais motivos. Olá, Gil.
    Belíssimo!

    ResponderEliminar
  20. Ternura em forma de poema.
    Gostei muito.

    ResponderEliminar
  21. Olá Gil, como sempre és encantador nas escritas, parabéns pelo poema. Bjs boa semana

    ResponderEliminar
  22. Olá Gil,
    Uma linda e delicada declaração de amor...
    Geralmente não existe apenas uma razão para amar alguém!
    Beijos ;)

    ResponderEliminar
  23. que bonito poema
    https://retromaggie.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  24. Uma belíssima declaração de amor
    Maravilhoso te ler< Gil
    Beijos

    ResponderEliminar
  25. Versos envolventes , caro Gil! Fascinante! Meus parabéns! Boa noite!

    ResponderEliminar
  26. Linda declaração de amor.
    Aquele abraço

    ResponderEliminar
  27. Obrigado de coração a todos os amigos e amigas, visitantes em geral, comentadores/as em particular. Sem vós a poesia não fazia sentido existir.

    Beijinho
    Abraço

    ResponderEliminar