sábado, 26 de maio de 2018

Amor nas entrelinhas do coração


Amar-te nas entrelinhas de tudo o que existe
Em que o sorriso é o sonho da noite sonhada
É ficar contente, descontente, alegre e triste
É sentir no coração o carinho da sua amada
*
Fecho os olhos e no negro sonho que resiste
Como se o sono fosse feito de todo um nada
Onde o olhar fosse uma flor que se sentisse
Como aventura de uma pesarosa caminhada
*
Sonho de amor que quando te toca se magoa
Nas vírgulas de um sonho que tanto apregoa
A virtude que sente dentro da bondade pura
*
Tenta saber muitas vezes se por cada instante
Não é um amor que padece por ser delirante
Quando se enfraquece por teu amor e ternura

***
Autor: gil antónio
***

29 comentários:

  1. Acabei de pôr a leitura em dia e como a tua/vossa poesia me enche a alma. É um prazer vir até aqui.

    Beijocas e um bom fim de semana

    ResponderEliminar
  2. Bom dia meu querido Gil. Parabéns por mais um brilhante poema. :))

    Bjos
    Sábado feliz.

    ResponderEliminar
  3. Gil ... esse AMOR traz algum mistério!
    Gostei de ler!!!bj

    ResponderEliminar
  4. Caro poeta Gil: Como são sábios aqueles que se entregam às loucuras do amor! Sua narrativa alcança os corações, mais endurecidos... Sob versos de inenarrável beleza e estrutura literária perfeita. Meus parabéns e feliz final de semana. Abraço da leitora, Luiza.

    ResponderEliminar
  5. Poema lindo demais!! Amei!!

    Beijos e um excelente Sábado

    ResponderEliminar
  6. Belo poema! Amor nas entrelinhas. Tenha um fim de semana feliz e abençoado. Abraços da amiga Lourdes Duarte.

    ResponderEliminar
  7. Se está este amor nas entrelinhas, não há como duvidá-lo.
    Abraços.

    ResponderEliminar
  8. Um bonito poema. O amor verdadeiro é sincero e há um gostoso compromisso.
    Abç

    ResponderEliminar
  9. Há sempre entrelinhas no coração onde se lê a intensidade do Amor vivente.

    Abraço
    SOL

    ResponderEliminar
  10. Correndo o risco de me estar sempre a repetir, embora esteja a ser verdadeira. Gostei de ler. Poemas de amor fazem-nos sempre sonhar.
    Abraço e bom fim-de-semana

    ResponderEliminar
  11. Oi Larissa, bt!
    Mais um belo poema do Gil, considerem-se abençoados por Deus. Parabéns p/os 2!
    Bjssss amigos e um feliz domingo p/vcs é o que desejo

    ResponderEliminar
  12. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderEliminar
  13. Amei este seu lindo poema.
    beijinhos, Léah

    ResponderEliminar
  14. Bonito poema gostei
    Abraço

    Hoje em Caminhos Percorridos - 19 Tipos de Orgasmos Femininos

    ResponderEliminar
  15. O amor está em todo o lado,
    mais se sente no coração
    dentro do peito apaixonado
    não separado da louca paixão!

    Tenha um bom fim de semana caro amigo poeta Gil António.
    Um abraço.

    ResponderEliminar
  16. Amiga, mais uma linda poesia! Merece aplausos. Parabéns! Abraços

    ResponderEliminar
  17. Boa noite Gil! O amor é um sentimento maravilhoso, e pode ser sentido em tudo que existe nas entrelinhas da vida.
    Um feliz abençoado Domingo.
    Abraço.

    ResponderEliminar
  18. Bonito poema
    https://retromaggie.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  19. Meu caro Gilamigo

    ...Nas vírgulas de um sonho que tanto apregoa...

    Todo o poema é excelente, melhor, é excelentíssimo. Mas a linha que transcrevo deixou-me rendido pois só um Poeta soube descobrir vírgulas num sonho. Bravo.

    Um abração deste teu amigo e admirador
    Henrique, o Leãozão
    _________
    Tal como havia avisado acabo de publicar na Nossa Travessa um novo artigo de minha autoria intitulado É difícil viver com um mongoloide. Com ele inicio uma saga que se inspira nas narrativas da nossa Amiga Elvira Carvalho a quem agradeço o “empurrão”…

    ResponderEliminar
  20. Nas entrelinhas do amor o insuspeito versar do sentir, a, muitas vezes, imperceptível poesia inescrita de uma inspiração.

    Um abraço e uma boa semana. Brasil desperto e em paz.

    ResponderEliminar
  21. Um sonho feito nas entrelinhas do amor.
    Belo soneto.
    Beijinhos
    Maria
    Divagar Sobre Tudo um Pouco

    ResponderEliminar
  22. Sempre um belo poema, parabéns Gil.

    Abraços

    ResponderEliminar
  23. Linda sua inspiração poética, mexe profundamente com nosso interior.
    Beijos carinhosos!

    ResponderEliminar
  24. Beautiful image the building You chose well for the theme.
    Your blog is very nice,Thanks for sharing good blog.
    starbet casino

    ResponderEliminar
  25. Um poema belíssimo... e uma terna declaração de amor!...
    Mais um magnífico trabalho, por aqui!
    Beijinhos
    Ana

    ResponderEliminar