domingo, 13 de maio de 2018

Mulher = Ventre de Vida...( Poetizando)

35ª EDIÇÃO  DO POETIZANDO E ENCANTANDO


Nascem nas mentes os segredos, que quando
Se inserem na vertente do próprio imaginário
Saem os poemas que em versos de poetizando
São sedutoras obras em palavras de dicionário


Mulher, mãe, amor puro, agonias, lamento
Ventre de carinho, entrega de filho a Deus
Árvore fecunda que germina novo rebento
Ventre crescendo em afecto e desejos seus
*
Troca a própria vida pelo seu filho amado
Sofre os pesares da gravidez, ar sorridente
Modifica o corpo pelo rebento germinado
Oferece à vida, outra vida, concebe gente
*
Sorri de tristeza, chora de límpida felicidade
Formada por puros instintos que na verdade
Só a mulher na sua grandeza decerto os tem
*
Suaves mãos que seguram o filho da fantasia
Que não descansa, nem de noite, nem de dia
Orgulhosa por ser mulher e poder ser ... Mãe

***

***
O blogue Brincando com as Palavras, através da minha pessoa, Gil António - autor do poema - mais uma vez se associa ao desafio poético, lançado pela ilustre poetiza, Profª Lourdes Duarte, administradora do blogue, Poetizando e Encantando, que pode (e deve) visitar: ... AQUI
 *
Escrito por: gil antónio

47 comentários:

  1. a passar por cxá para conhecer mais um bonito poema!
    Isabel Sá
    Brilhos da Moda

    ResponderEliminar
  2. Bom dia meu querido Gil, Parabéns por mais uma pérola poética. Hoje especial, além mar. Adorei.:))

    Bjos
    Domingo Feliz.

    ResponderEliminar
  3. Parabéns Gil... Arrepiante este poema
    Abraço
    https://caminhos-percorridos2017.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  4. Um excelente post, para este dia que na maior parte do globo.
    Abraço e bom domingo

    ResponderEliminar
  5. Linda participação,Gil! Beleza! Ótimo dia! abraços, chica

    ResponderEliminar
  6. Também por isso eu adoro as mulheres, se não as houvesse eu não estaria aqui!

    Bom domingo.

    ResponderEliminar
  7. Bela, sentida e maravilhosa participação.
    Bom domingo
    Beijinhos
    Maria
    Divagar Sobre Tudo um Pouco

    ResponderEliminar
  8. Deslumbrante e emocionante a tua composição homenagem às mães.
    Lindíssimo! Parabéns Gil por mais uma vez nos encantar
    Um feliz domingo
    Beijos

    ResponderEliminar
  9. Amigo Gil, que linda, que deslumbrante poesia para homenagear as mães. Encantada e agradecida por tão nobres palavras, sou mãe graças a Deus e ainda tenho minha mãe. Tento seguir seus ensinamentos, pois é um exemplo de mãe. mas o amor pelo filho nasce desde quando sentimos o coração bater dentro de nós. Não entendo como tem mães que jogam no lixo seus filhos, não entendo!
    Obrigada por participar mais uma vez com esta maravilhosa homenagem a todas nós mães. Seja sempre bem vindo!
    Feliz dia das mães para todas as mães da sua família. Abraços

    ResponderEliminar
  10. Obrigada, pela partilha de um belo poema: - dom natural que recebemos e acalentamos em nosso ventre por toda uma vida...
    Abraço.

    ResponderEliminar
  11. Meu amigo, vir aqui é ter a certeza de se deliciar com as lindas poesias , suas e da querida Larissa. Mas hoje com esta majestosa poesia em homenagem a nós mães me emocionou.Muito obrigada por tão bela homenagem. Parabéns! Abraços, feliz dia das mães para as mulheres mães da sua vida. Abraços

    ResponderEliminar
  12. Amigo, uma brilhante poesia, quanta beleza em seu lindo poetar. Digno de um cavalheiro. Obrigada pela linda homenagem, sou mãe e me emocionei.
    Feliz dia das mães para as mães da sua família, abraço grande na Larissa.

    ResponderEliminar
  13. só por podermos gerar uma vida, somos maravilhosas:)

    xo, https://diamonds-inthe-sky.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  14. Obrigada é o que se me oferece dizer. Fiquei a chorar por me lembrar da minha querida mãe que está a viver longe de mim.

    * Olhares e Deslumbres *
    Abraço

    ResponderEliminar
  15. Fiquei sem palavras!

    Beijos e nunca deixes de escrever!

    ResponderEliminar
  16. Olá Gil, ser mãe um lindo destino que foi traçado para a mulher,
    que deve ter orgulho de dar vida a um pequeno ser,
    e que o amor incondicional vem coroar essa aventura que começa no ventre quando a mulher aceita como Maria, essa mensagem "divina" !
    feliz domingo
    Angela

    ResponderEliminar
  17. Qualquer Mulher se sente incompleta sem a dádiva da maternidade.

    Bonitas as palavras encontradas para a homenagear.

    Parabéns, linda a sua participação.

    Feliz Domingo, excelente e inspiradora semana.

    ResponderEliminar
  18. Embora eu não me sentisse incompleta sem a dávida da maternidade, foi para mim um grande prazer ler este seu poema, Gil. Hoje é aqui, Alemanha, o Dia da Mãe, com muita chuva e trovoada.

    ResponderEliminar

  19. Um poema lindo homenageando as mães,
    gostei muito.
    Parabéns pela participação!
    Beijos ;)

    ResponderEliminar
  20. Uma homenagem maravilhosa a todas as mães!

    r: Fico contente por ter gostado da música :)

    ResponderEliminar
  21. Linda homenagem em forma de poesia, Gil!
    Parabéns e obrigada por compartilhar!

    ResponderEliminar
  22. Que linda homenagem as mulheres batalhadoras que se chamam mãe.
    Beijão.

    ResponderEliminar
  23. Orgulhosa por SER e poder SER é o que sinto como MÃE!!!
    Gostei muito da homenagem!bj

    ResponderEliminar
  24. Bonitas palavras, as mães agradecem.

    :-)

    ResponderEliminar
  25. Boa noite Gil! Parabéns por este lindo poema,uma homenagem perfeita a esse Dom abençoado que é ser Mãe.
    Abraço.

    ResponderEliminar
  26. Boa noite!
    Poema soberbo! Extremamente delicado!!Amei

    Beijo

    ResponderEliminar
  27. Nascer vale sempre a pena,
    não devo dizer ao contrário
    porque gostei de ler o poema
    bem o digo neste comentário!

    Tenha uma boa noite caro amigo poeta Gil António.
    Um abraço.

    ResponderEliminar
  28. Boa noite, Gil Antonio. Descrição perfeita, irretocável e oportuna sobre as mães, cujo amor infinito e despretensioso não se compara a nenhum outro amor sempiterno. Parabéns pela belíssima homenagem.

    ResponderEliminar
  29. Olá, Gil!
    Desculpe-me só agora passar, estive com meus familiares amados.
    Um dia abençoado e emocionante em todos sentidos...
    Sua poesia revela sua ternura pelo amor de mãe... muito linda!
    "Ventre crescendo em afetos" ... perfeito!
    Seja muito feliz e abençoado junto aos seus amados!
    Abraços fraternos de paz e bem

    ResponderEliminar
  30. que bonito poema
    https://retromaggie.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  31. Belos versos, sob homenagem benta. Parabéns Gil. Boa noite! Luiza

    ResponderEliminar
  32. Oi Gil,
    Adorei sua postagem.
    Quando chega o dia das mães a maioria se esquecem das mães adotivas, eu adotei um bebê com 10 dias quase morto, hoje um homenzarrão de 35 anos, 2 faculdades, 2 pós e bem empregado:negro claro dos olhos verdes, educado e fala o inglês fluentemente e se contata com o mundo inteiro ajudando pessoas cegas, no que elas desejarem que ele leia ou fale quantos dólares têm na mão. Também tem um grupo, tipo face, mas só de conversa, foi aí que pegou fluência.
    Eu só falo bem francês, fui lá só uma vez à serviço.
    Beijos
    Lua Singular

    ResponderEliminar
  33. Uma belíssima maneira de comemorar o Dia da Mãe ontem aqui festejado.
    Aquele abraço, boa semana

    ResponderEliminar
  34. Uma homenagem perfeita, o poder de gestar é divino mesmo!
    Votos de uma ótima e produtiva semana!
    Abraço!

    ResponderEliminar
  35. https://poemasdaminhalma.blogspot.pt/
    Oi Gil António!
    Como homenageou lindo todas as mães... na verdade não há mesmo palavras que descrevam a mãe, tudo que se diga é pouco, muito há pra descrever... apenas com três letrinhas é a maior que o mundo tem!
    Amei o poema caro Gil... parabéns!
    Bjs de paz e bem.
    Luisa Fernandes

    ResponderEliminar
  36. As mães corporificando a poesia da vida. Versando toda a beleza do ser.

    Retomando as visitas aos blogs, ainda recuperando da cirurgia.
    Um abraço e uma boa semana.

    ResponderEliminar
  37. Belos versos . Disseste bem mãe, agonia, lamento, choro, alegria, sonho, ternura, força e fé.

    ResponderEliminar
  38. Grande Gil, falar de mãe é poesia pronta nas mãos do poeta.
    Um show amigo.
    Que todas as mãe de sua vida sintam o carinho, o amor de cada dia.
    Bela construção e participação.
    Abraços amigo

    ResponderEliminar
  39. Boa tarde!
    Mais que uma mão estendida
    mais que um belo sorriso
    mais do que a alegria de dividir
    mais do que sonhar os mesmos sonhos
    é, a amizade, o alimento
    que nos sacia a alma
    e nos é ofertado por alguém
    que tem amizade por nós.
    Amigos, chegando com o convite do Poetizando que anteciparei. Nesse final de semana terei médico e viajarei no sábado para casa da minha filha na capital Recife. Postarei amanhã o poetizando, assim que retornar atualizarei todas as visitas e os links.
    Será um prazer mais uma vez sua maravilhosa participação que só engrandece essa BC.
    Lhe desejo um abençoado fim de semana e que os bons ventos soprem sua vida lhe trazendo felicidade.
    Abraços da amiga Lourdes Duarte.

    ResponderEliminar