quinta-feira, 17 de maio de 2018

Não sofras por não me teres, não é verdade


Não sofras por não me teres, não é verdade
Não é verdade... que te nego o meu carinho
Na verdade, é que me entrego, devagarinho
Nesta aventura que me deixa com saudade
.
Desejas-me como eu te desejo na escuridão
Quando sinto o calor dos teus doces afagos
Quando me abraças, sinto-nos apaixonados
Amor delirante que nós doamos à multidão
.
Jamais te deixarei, neste mundo tão ingrato
Entrego-te o meu coração... em sentido lato
E neste ilusório leito  desabafamos tristezas
.
Nunca me afastarei se a dor me atormentar
Lembrar-me-ei sempre do teu infinito olhar
Mesmo que lágrimas surjam das incertezas.

 🍀 💕  🍀

🌻Autora: Larissa Santos.

43 comentários:

  1. Não há amor que tenhamos por certo a não ser o amor de mãe. Os outros só o são enquanto duram.
    Abraço

    ResponderEliminar
  2. A passar por cá para conhecer mais um bonito poema.

    Isabel Sá
    Brilhos da Moda

    ResponderEliminar
  3. Belo soneto, parabéns.
    Continuação de boa semana, amiga Larisaa.
    Beijo.

    ResponderEliminar
  4. Inspiração linda,Larissa! Aliás, mais uma! bjs, chica

    ResponderEliminar
  5. Lindo poema e muito bem ilustrado a fotografia é fantástica.
    Um abraço e continuação de boa semana.

    Andarilhar
    Dedais de Francisco e Idalisa
    O prazer dos livros

    ResponderEliminar
  6. Este blogue apresenta todos os dias poemas fascinantes que me encantam.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  7. Infinitas são as palavras quando o amor é maior.

    Sempre muita inspiração!
    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  8. Que lindo poema,....linda mensagem,...
    Beijinhos,
    Espero por ti em:
    strawberrycandymoreira.blogspot.pt
    http://www.facebook.com/omeurefugioculinario
    https://www.instagram.com/marysolianimoreira/

    ResponderEliminar
  9. Navegando nos caminhos da poesia encontramos a maré calma para nos dar forças e atingir o porto seguro.

    Palavra de marinheiro.

    ResponderEliminar
  10. Poema denso, forte e belíssimo. Bom dia Larissa, feliz quinta-feira. Parabéns! Abraços da Luiza e do Anenor!

    ResponderEliminar
  11. Intensa declaração de amor! Momento marcado por fatos e atos da nossa existência... Lindo poema!
    Abraço.

    ResponderEliminar
  12. Amar e ser ou não ser amado ... e a poetisa sabe bem como nos convidar a ler um belo poema!!!bj

    ResponderEliminar
  13. Nada é certo...Aprendemos a viver....
    Obrigada pela visita
    Beijos e abraços
    Marta

    ResponderEliminar
  14. Parabéns! Um poema lindo de mais!! Amei!


    Beijo e um dia feliz!

    ResponderEliminar
  15. Querida Larissa
    Um belo soneto de amor!
    Como o ser amado se há-de sentir tranquilo pelas suas palavras!
    Um beijinho
    Beatriz

    ResponderEliminar
  16. Um belíssimo poema de amor! Porque o amor também é esta entrega

    Beijinhos*

    ResponderEliminar
  17. Lindo soneto que nos fala de amor!
    Amei ler poetisa Larissa!
    Abraços apertados!

    ResponderEliminar
  18. Oi Larissa, boa tarde!
    Como sempre a imagem super adequada ao poema. Amei os desenhos e vou mandar pintar umas fronhas assim kk. Parabéns!
    Bjssss amiga e bjs também p/o Gil

    ResponderEliminar
  19. Minha querida Larissamiga

    Entraste decididamente na galeria de sonetistas em que a poesia portuguesa é imensamente abundante cumprindo todas as regras dessa arte de jogar com as palavras fazendo com elas versos de amor como este. Excelente.
    Muitos qjs deste teu amigo e admirador
    Henrique, o Leãozão
    _______
    Na Nossa Travessa pode ler-se um artigo intitulado Do smartfone à sogra

    ResponderEliminar
  20. Confissões amorosas. O amor sempre bem vestido com palavras bem medidas...
    Um beijo,

    ResponderEliminar
  21. Olá Larissa,
    Um poema lindo!
    Sempre muito inspirada. Parabéns!
    Beijinhos e um magnífico fim de semana.
    Ailime

    ResponderEliminar
  22. OLÁ LARISSA!!!!
    PARABÉNS PELO AMOR QUE ENCERRA NESTE POEMA!!
    B.F.DE SEMANA
    BEIJOS

    ResponderEliminar
  23. Nas suas palavras o amor tem mais encanto.
    Beijinho

    ResponderEliminar
  24. Belo poema ...A incerteza do amor
    Bjs Larissa

    ResponderEliminar
  25. Poemas de amor, são realmente os mais belos!
    Maravilhoso, amei!
    Beijinhos querida:) seja muito feliz!

    ResponderEliminar
  26. Um poema muito apaixonado,
    com lindas promessas de amor infinito...
    Gostei!
    Beijos ;)

    ResponderEliminar
  27. Que sentimento bom é o amor... muito bom quando ele está vivo na poesia :)

    Que sentimentos bons como este possam sempre estar junto de você.

    www.poiesis.blog.br

    ResponderEliminar
  28. Belísisimo soneto. Lo observo como una forma de amar, para no agotar el amor de una sola tirada. Un abrazo. Carlos

    ResponderEliminar
  29. Um soneto belíssimo, pleno em sentimento e emoções que nos toca ao ler cada verso.
    Fé e Poesia é o meu novo espaço, convido-te a visitá-lo!
    Beijos carinhosos!

    ResponderEliminar
  30. A ausência, física ou espiritual, causa sempre dor e sofrimento.
    Bjs, bfds

    ResponderEliminar
  31. un bellissimo poema grazie per questa meravigliosa chicca! Un abbraccio http://casaninnamamma.blogspot.it

    ResponderEliminar
  32. Mais um lindo poema! Bom dia!
    =)

    Bjinhos

    ResponderEliminar
  33. Tao bonito este teu poema bjinhos Larissa

    ResponderEliminar
  34. https://poemasdaminhalma.blogspot.pt/
    Olá Larissa, boa noite!
    Mais uma jóia de poema, imensamente romântico e sensual... amei!
    Beijinho e bom fim de semana.
    Luisa Fernandes

    ResponderEliminar