domingo, 20 de maio de 2018

Olhei para ti ... num último olhar



Olhei-te amando. Eras toda a minha fantasia
A felicidade, a tentação, a voz da entreajuda
A raiva contida, a saudade, a mélica magia
O enlevo, a instabilidade, a agonia desnuda
.
Olhei-te sorrindo. Inventava versos de amor
Que eu, confesso, sem os conhecer, os dizia
Eras minha, num carinho, de enlevo e furor
Sem imaginar que, pelo destino, te perderia
.
Olhei-te pensativo. Um arrepio senti em mim
Talvez fosse de frio. Não pensei que era o fim
Fazias adeus. Tão tranquila aquela mão no ar
.
Olhei-te intensamente. Vi como caminhavas
Cabelo ao alto, meu amor, que linda estavas
Lágrimas rebeldes caíram nesse último olhar
*
***
Autor: gil antónio
*

29 comentários:

  1. Um poema lindo de morrer. Gostei tanto

    Beijinho

    ResponderEliminar
  2. Gil, o amor tem por vezes sabor a "lágrimas rebeldes".
    Belo poema, meu amigo.
    Abraço.

    ResponderEliminar
  3. Um bom poema para um feliz domingo!

    O meu abraço.

    ResponderEliminar
  4. Inventava versos de amor
    Que eu, confesso, sem os conhecer, os dizia ... e é assim que o poeta nos fala do AMAR!!!
    bj

    ResponderEliminar
  5. Um olhar que, como a poesia, fala muito! abraços, chica

    ResponderEliminar
  6. A descoberta dos mistérios guardados no olhar
    Que poesia linda, Gil!!!!
    Beijos e uma feliz semana

    ResponderEliminar
  7. Amigo um olhar que resultou em uma pérola de poesia.Parabéns! Abracos

    ResponderEliminar
  8. Há certos olhares inesquecíveis mesmo... Jamais os apagaremos da alma e do coração! Belo poema!
    Abraço.

    ResponderEliminar
  9. Gostei do ritmo imprimido ao versejar das emoções!

    Bom domingo!

    ResponderEliminar
  10. É incrível como um olhar transporta tanto sentimento e tanta história!
    Gostei do poema

    Resto de bom domingo*

    ResponderEliminar
  11. Despedida que traz lembranças e pesares... Olhares marcantes no adeus...
    Boa noite de domingo

    ResponderEliminar
  12. As despedidas de amor são sempre tristes. E sempre doloroso ver partir quem se ama.
    Abraço e uma boa semana

    ResponderEliminar
  13. Boa noite meu querido. Que poema tão bonito. Parabéns.:))

    Bjos ;-)

    ResponderEliminar
  14. Oi Gil,
    Que poesia de amor linda até me emocionou
    Que ame assim até a velhice
    Beijos
    Lua Singular

    ResponderEliminar
  15. Oi Gil,
    Fiz um comentário, parece que não entrou
    A poesia é linda até me emocionei
    Beijos
    Lua Singular

    ResponderEliminar
  16. Amei o poema!!

    Atrasada... passo para desejar boa noite

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  17. Que coisa linda, amei demais.
    Tenha um lindo fim de domingo.

    ResponderEliminar
  18. Um poema lindo, sensível que embeleza nossa alma, adorei!
    Beijos e uma semana abençoada!

    ResponderEliminar
  19. Este é algo melancólico.
    Mas muito bonito.
    Aquele abraço, boa semana

    ResponderEliminar
  20. Adorei mais um belo poema de amor!
    Beijo fraterno.
    Feliz e abençoada semana.

    ResponderEliminar
  21. Passo a fim de ler mais um intenso poema de amor e desejar uma semana muito feliz.

    Amar é fantasia, ou, mais precisamente amamos o amor em si, e não a pessoa toda a nossa fantasia, não é verdade, Gil?

    ResponderEliminar
  22. O olhar que fala, que diz amor, que se despede e derrama o coração. Lindo

    ResponderEliminar
  23. O olhar diz tudo o que o coracao nao pode dizer. Lindo demais. Bj Gil

    ResponderEliminar