terça-feira, 5 de junho de 2018

Coração em labaredas vulcânicas.


Quando olho para ti, são instantes de Primavera
Sou eu, deixo de ser eu, sou alguém que te ama
Sinto-me ofegar, faces ruborizadas, voz sincera
Arde no meu peito, fogo carente, quente chama
*
Sinto como meu corpo treme e por amor se agita
Meu coração bate, querendo soltar-se do peito
Minhas mãos transpiram. A minha mente medita
Meu pensamento voa, dentro do utópico perfeito
*
Transborda o meu olhar em delírios tentadores
Em que a tua passagem deixa o aroma das flores
Controlo a respiração, solto o brado mais audaz
*
Deixo-me embeber pelo fogo em total perdição
Não sei controlar os ímpetos da minha emoção
Que de tristeza, pelo teu desapego, se desfaz

***
Autor: gil antónio
*

34 comentários:

  1. A passar por cá para conhecer mais um bonito poema!

    Isabel Sá
    Brilhos da Moda

    ResponderEliminar
  2. Quando me apaixonei ... foi assim mesmo!!!
    bj e adorei ler Gil

    ResponderEliminar
  3. O amor tem esse efeito.
    Muito bom Gil.
    Um abraço

    ResponderEliminar
  4. Muito, muito bonito! =)
    Beijinhos,
    http://chicana.blogs.sapo.pt/

    ResponderEliminar
  5. Bom dia! Mais um poema com bastante intensidade...O amor é fogo que arde sem se ver! :) Amei!

    Beijo e um excelente dia.

    ResponderEliminar
  6. O Poeta escreve muito bem! Este poema é uma doçura!
    =)

    Bjinhos

    ResponderEliminar
  7. Bom dia!
    A passar por cá para conhecer mais um bonito poema!
    Mais um poema com bastante intensidade.

    ResponderEliminar
  8. I had to translate it to understand...
    Lovely poem.

    Ann
    https://roomsofinspiration.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  9. Amigo Gil
    Um soneto muito apaixonado!
    Não fique triste.Será correspondido, quem tão bem se expressa e de forma tão poética.
    Um beijinho
    Beatriz

    ResponderEliminar
  10. Eu imagino o Cid Moreira
    declamando a sua poesia.
    Coisa de louco, gente!

    Muito apaixonante, não
    tem como não elogiar.

    Beijos, amigos. Aos dois.


    .

    ResponderEliminar
  11. Boa tarde meu querido. Mais um poema com nota artística. Adorei :))

    Bjos
    Dia feliz.

    ResponderEliminar
  12. No os visitaba el blog desde hace unos días y parece que rivalizarais en las imágenes y los bellos poemas.

    Saludos.

    ResponderEliminar
  13. Caro Poeta Gil: Soneto com toques musicais, sonoro e bem envolvente, meus sinceros parabéns. Abraço da Luiza

    ResponderEliminar
  14. Lindo poema, obrigada pela partilha :)
    Beijinhos
    Carla
    Blog: Guloso qb

    ResponderEliminar
  15. O amor e sua chama que chega dentro de um coração apaixonado!
    Linda obra poética.
    Bjs Gil.
    Carmen Lúcia.

    ResponderEliminar
  16. Quem nunca se sentiu assim, nunca viveu.
    Abraço

    ResponderEliminar
  17. Há pessoas que nos deixam nesta espécie de viagem vertiginosa, mas faz parte. E ainda bem que faz :)
    Gostei imenso do poema!

    r: Futebol também adoro :D

    ResponderEliminar
  18. Soneto maravilhoso amei, obrigado pela visita.
    Blog: https://arrasandonobatomvermelho.blogspot.com/
    Canal:https://www.youtube.com/watch?v=DmO8csZDARM

    ResponderEliminar
  19. Pois, então, caro Gil, eis soneto incandescente espargindo labaredas de paixão. Um abraço daqui do sul do Brasil. Tenhas uma ótima semana.

    ResponderEliminar
  20. a paixão de assunto infindável :)
    bonito de ler e de sentir :)
    abraço

    ResponderEliminar
  21. Oi Gil
    Linda poesia de amor
    As paixões andam de mãos dadas com o amor
    Beijos
    Lua Singular

    ResponderEliminar
  22. Grande e excepcional poema
    Abraço

    Hoje em Caminhos Percorridos - Canção do Fim

    ResponderEliminar
  23. Uauuuuuuuuuuuu que poema mais apaixonante e lindíssimo!
    Beijos carinhosos!

    ResponderEliminar
  24. Isto é o que se chama um amor ardente.
    Aquele abraço

    ResponderEliminar
  25. O amor tem esse poder, amigo Gil!!!
    Muito bonito, aplausos pra você!
    beijo.

    ResponderEliminar
  26. Em belíssima poética, uma apologia ao sentimento do amor maior. Show, caro Gi Antonio. Meus efusivos parabéns e um grande abraço.

    ResponderEliminar
  27. Relendo teu adorável poema caro Amigo Gil. Tua escrita tem a beleza e o aroma da margarida. Carrega a singeleza dos céus e me encanta, sempre que leio, poemas assim... Meus aplausos, abraço meu . Luiza

    ResponderEliminar
  28. O fogo da paixão que envolve os apaixonados.
    Um encanto de soneto.
    Beijinhos
    Maria
    Divagar Sobre Tudo um Pouco

    ResponderEliminar
  29. Amores não correspondidos... sempre inspiram, os mais arrebatadores trabalhos, de poetas e escritores...
    Mais um poema intenso, e apaixonante, que adorei apreciar por aqui...
    Beijinho
    Ana

    ResponderEliminar