terça-feira, 19 de junho de 2018

Sonho de um amor inconstante



Passaram tantos dias d'um amor profundo
Em que tantas vezes já nem sei se sou eu
Imaginários que viajam através do mundo
Onde procuro que seu coração seja meu
*
Busco por entre as veredas, até esquecendo
Que o vento se esconde sem me saber ouvir
Meu coração sofre, mesmo não querendo
Por sofrer a saudade, de o teu, ver a sorrir
*
Somos de pensamentos e desejos distantes
Nem sabemos se nosso amor pode vencer
Quando em promessas vãs e inconstantes
Ficaram tantas palavras lindas por dizer
*
Acredito que nas distâncias já esquecidas
Onde apenas do olhar me vou lembrando
Talvez fossemos amantes noutras vidas
Sendo com esse amor que vou sonhando

***
Autor: gil antónio
*

34 comentários:

  1. Bom dia meu querido. Uau...Sem palavras. Fiquei rendida ;))

    Bjos
    Votos de um dia feliz. :))

    ResponderEliminar
  2. Muchas veces, después de haber vivido un amor intenso, cuando la persona amada ya no está a nuestro lado, tenemos la sensación de que todo ha sido un sueño y los recuerdos atormentan al corazón que aún sigue enamorado.
    Me ha encantado tu poema.
    Cariños y buen comienzo de semana.
    Kasioles

    ResponderEliminar
  3. Sublime, um imaginário que bem se pode basear em factos reais...
    Excelente poema, muito bom.

    Olhar d'Ouro - bLoG
    Olhar d'Ouro - fAcEbOOk

    ResponderEliminar
  4. Gostei muito, mais uma vez, muito bonito e intenso!
    Beijinhos,
    https://chicana.blogs.sapo.pt/

    ResponderEliminar
  5. Não tenho adjectivo para qualificar os vossos poemas que me continuam a prender ao vosso cantinho poético!

    Boa continuação amigo Gil.

    ResponderEliminar
  6. Que poema encantador, estou amando visitar seu blog e me deparar com poemas lindos, feitos com muito amor.
    Beijos. ♥
    Diário da Lady

    ResponderEliminar
  7. Boa tarde! Mais um poema brilhante!! AMEI! :)

    Beijo e uma excelente semana!

    ResponderEliminar
  8. Bom dia, Gil!
    Render-se ao amor... amorizar-se!
    Seja feliz e abençoado!
    Abraco fraternal de paz e bem

    ResponderEliminar
  9. Quem procura sempre encontra.
    Abraço.
    Boa semana

    ResponderEliminar
  10. Belo e encantador poema. Mais uma pérola que escreves amigo Abraços, feliz semana.

    ResponderEliminar
  11. Mais um belíssimo poema!

    Bom resto de segunda-feira

    ResponderEliminar
  12. Um bonito poema que me encantou, Gil.
    Um abraço e uma boa semana

    ResponderEliminar
  13. Lindo poema para iniciar esta semana! :) Boa semana.
    --
    O diário da Inês | Facebook | Instagram

    ResponderEliminar
  14. Calma? Nada de calma, Larissa.
    Se precisar, "perder a calma é necessário".

    Amor inconstante? Não presta.

    ResponderEliminar
  15. Oi Gil, boa tarde!
    Eu admiro demais a sua capacidade e a da Larissa de casarem perfeitamente os poemas com imagens lindas. Parabéns pelas belas escolhas!
    Bjssss amigo e uma semana de sucesso e abençoada desejo p/vc e p/Larissa

    ResponderEliminar
  16. Espectacular poema gostei de ler
    Abraço

    Hoje em Caminhos Percorridos - Gaj@ de Mini Saia

    ResponderEliminar
  17. que bonito poema
    https://retromaggie.blogspot.com

    ResponderEliminar
  18. Boa noite, Gil. Como não gostar de tão sublime inspiração? Você é um poeta nato e revisitar-te é sempre a certeza de encontrar maravilhas como essa. Aplausos e desejo-lhe uma semana promissora e feliz. Cordial e fraterno abraço. Luiza

    ResponderEliminar
  19. Oi Gil
    A gente pode perder um amor pelo tempo afora, mas ele permanecerá no cantinho do nosso coração.
    Mas a vida tem que seguir...
    Adorei
    Beijos
    Lua Singular

    ResponderEliminar
  20. O que fica e faz inspirar,é lindo demais Gil.
    Bela construção da inspiração.
    Abraços e boa semana

    ResponderEliminar
  21. Às vezes temos essa sensação, a de já ter vivido determinados momentos.
    Aquele abraço, boa semana

    ResponderEliminar
  22. Talvez o verdadeiro amor, seja um encontro de almas... que já se conheceram noutras vidas... e se reconhecem de novo...
    Magnífica inspiração, Gil!
    Beijinhos
    Ana

    ResponderEliminar
  23. Lindo demais seu poetar e emociona como tudo o que escreve,querido amigo Gil!

    Adorei!
    Estou com problemas para acessar os blogs pelo celular e com pouquíssimo tempo para a Net.
    Obrigada pela visita e,assim que meu marido se recuperar das 3 cirurgias feitas em fevereiro e março de 2018,tudo voltará ao normal,se Deus quiser.

    Beijos sabor carinho e um final de terça_feira com muitas bênçãos!

    Obs: Desculpe a mensagem copiada,mas é o que consigo agora para agradecer quem me visita e comenta.

    Donetzka

    Blog Magia de Donetzka

    ResponderEliminar
  24. Noutras vidas...?
    Em qualquer caso é um excelente poema, parabéns.
    Continuação de boa semana, caro Gil.
    Um abraço.

    ResponderEliminar
  25. Oi Gil! Aqui vemos que o amor vence até os universos espirituais. Quem sabe noutra vida as almas que se amam se encontrem finalmente. Belíssimo meu caro. Grande abraço.

    ResponderEliminar
  26. Boa tarde, Gil,
    "Acredito que nas distâncias já esquecidas
    Onde apenas do olhar me vou lembrando
    Talvez fossemos amantes noutras vidas
    Sendo com esse amor que vou sonhando", um amor tão intenso que se espera reencontrar em outra vida, que os espera, um sonho que com certeza, se tornará real, pois para o amor, tudo é possível. Abraços!

    ResponderEliminar

  27. Bom noite Peta Gil. Seus versos têm mesmo esse magnetismo ante o olhar de quem os aprecia. Os seus versos são lindos e envolventes. Meus sinceros parabéns e um fraternal abraço. Da Luiza De Marillac Michel

    ResponderEliminar