domingo, 31 de março de 2019

Serenata, ao som da natureza encantada [Poetizando e Encantando]

  75ª EDIÇÃO DO POETIZANDO E ENCANTANDO

~~💕~~
A serenata ao som da natureza encantada
Após o pôr-do-sol, demos a vez aos sons
E às vozes que ambos libertamos em tons
Como quem espera da noite a voz cantada
E na cumplicidade das aves, que chegam
Volta a lua que se assume em beleza pura
Onde os nossos sentimentos são a ternura
Perante as nuvens matizadas que animam
Numa paisagem serena, o amor é notável
A união dos nossos corpos, é memorável
E a cumplicidade, o elo, da nossa ligação
Ofereces-me, uma serenata, em esplendor
Sinto como é belo, este momento sem cor
Apenas nós dois, o luar... e muita emoção
~~💕~~

Autora: Larissa Santos


 

É um  privilegio de, mais uma vez, interagir nesta brincadeira poética. Agradeço o convite à Profrª e Poetiza Lourdes Duarte. do BLOGUE Filosofando na Vida. Se gostarem, já me deixam feliz.


Imagem relacionada
Flores para todos/as. Bom fim-de-semana.

sexta-feira, 29 de março de 2019

O teu colo de Açucena.



Contam-se as flores, os rios, os mares
Num mundo duma imensidão serena
Contam-se, por amor, os lugares
Elogia-se a tua pele lisa, morena
*
São os campos semeados de trigo pão
Trocam-se olhares cintilantes e raros
Mas nada se iguala ao teu coração
E aos teus doces olhos claros
*
Chegou a Primavera renascem as flores
Ficou para trás um Outono de luz amena
Erguem-se lindas rosas como os amores
Querendo morar no teu colo de açucena
*
São as estrelas iluminadas de simpatia
Que adormecem ao sol nascer
Só tu fina flor aromas a noite e o dia
No meu amor que sabes te pertencer

***
Autor: gil antónio

*

quarta-feira, 27 de março de 2019

Silêncio, em sentimento profundo.

~~💖~~
Na minha mão, uma rosa oferecida
E no meu peito uma dor tão intensa
No horizonte, uma serra, tão densa
Momento, que me deixa aborrecida
~~
Uma linha que segue sem ver o fim
Num silêncio que causa estranheza
No meu coração, sinto uma tristeza
Na linha e ninguém espera por mim
~~
Esperar-te-ei o tempo todo do mundo
Enquanto o sol não aparece, eu penso
Com o coração deserto mas tão tenso 
Num silêncio, e sentimento profundo

~~ 💖 ~~

🌹Autora: Larissa Santos

terça-feira, 26 de março de 2019

Amor em desígnios da eternidade


Soa o vento vindo do além equidistante
Ligando todos os mares e rios da terra
Que me beija e sussurra a cada instante
Que esta afeição por ti, um dia encerra
*
Indizível este amor, assim tão profundo
Que não se explica, apenas arde no peito
Luz de vida que ilumina todo o mundo
Sendo o teu amor tão pequeno e estreito
*
Arde em meu coração o tempo decorrido
Faíscas de dor, enlaçadas no verbo amar
Um amor verdadeiro, cristalino, definido
*
Mesmo que o teu amor seja dura saudade
O meu doído coração, de ti se irá lembrar
E te amará pelos desígnios da eternidade

***
Autor: gil antónio
*

domingo, 24 de março de 2019

Por ti, todos os banhos valem a pena. | Poetizando e Encantando |

74ª EDIÇÃO DO POETIZANDO E ENCANTANDO

~~❤❤~~
Era dia de festa nos nossos corações
A alegria, invadia-nos
O sol brilhante suscitava-nos calores
Nunca nos havíamos visto antes
Mas existem momentos tão especiais
Que ficam para sempre nas recordações
Nada nos limita de nos tocarmos
Nada, nem ninguém nos rouba um ao outro
O nosso amor, tão puro, cresceu
Como crescem os sonhos proibidos
De que e nossa alma se alimenta
Sentindo o aroma das pétalas das flores
Um momento que passa e não volta mais
~~~~
Por ti, todos os banhos valem a pena
Sejam eles, de rosas, ou de espinhos
São o encanto em puros miminhos
Quando observo em autêntica cantilena
~~~~
Era, e continua a ser, sempre no presente
Nada nos derruba, nem a ausência,
O passado já foi, e não volta
As recordações são a mais pura das verdades,
A saudade faz parte da nossa vivência
Quero, que continues enlaçado a mim
Como eu desejo que me abraces fortemente
Para reforçarmos as nossas cumplicidades,
Vem, banha-me com pétalas de rosa
Saber-te-ei agradecer a atitude
E neste dia de festa sorrio com alegria
Sentindo-te em toda a minha plenitude
Como eu me sinto, por ti... tão orgulhosa.
~~ ~~
Autora: Larissa Santos

 

Agradeço mais uma vez o convite da Professora e Poetiza Lourdes Duarte do BLOG Filosofando na Vida.  De uma forma modesta e com com carinho, deixo a minha participação. Óptimo fim-de-semana para todos.

Imagem relacionada
Flores para todos/as. Bjos

sábado, 23 de março de 2019

Numa saudade que rima com felicidade, sim

Imagem relacionada
~~ ~~
Ela chegou... e juntamente com a felicidade
O dia em que se diz comemorar o blogueiro
Ambos, em sintonia, são realmente verdade
Magia que nos orgulha a alma, o ano inteiro
-
Ela, a primavera, na ponta dos meus dedos
Que me fazem redigir, em felicidade plena
Escrever o que me vai na alma, sem medos
E imaginar, este momento contigo... serena
-
Escrevo, deixo que se liberte o meu coração
Numa saudade que rima com felicidade, sim
Talvez eu consiga surpreender na inspiração
E escrevo, para que não te esqueças, de mim.
 ~~~~
👉Autora: Larissa Santos

quinta-feira, 21 de março de 2019

Seca Flor, de aroma impuro



Foste o jardim de um desejo sereno
A Primavera cintilante em meu olhar
Foste a margem de um mar ameno
A flor renascida em seco jardim 
A rosa branca de um sonho silencioso
A estrela mais bela, a luz do luar
O baloiço feito de ternura sem fim
O amor mais doce e maravilhoso
*
Foste a volúpia de um erotismo devasso
A mais bela flor que um dia beijei
Fogo ardente nos delírios do compasso
Que me tirou do sério em cada passo
A mais doce bebida que um dia tomei
O fogo ardente que me queimou a pele
Sonho de amor esvaecido no cansaço
O acordar da inocência que tanto amei
*
Foste a florescência ardente do meu leito
A perdição do meu caminho que amando
A água fresca que me saciou a sede
A inocência do meu delírio doce e puro
O meu castelo, ponto de descanso e abrigo
Mas tudo se perdeu dentro do meu peito
Que amando uma rosa teve por castigo
Amar uma seca flor, de aroma impuro


***
Autor: gil antónio

*

Sonho em infame tentação


Sonhei contigo em todas as noites frias 
E tantas noites geladas já se passaram
Eternamente nos meus versos ficaram
Imagens dos teus sussurros e alegrias
*
Nostálgico, na tua ausência, leio os versos
Olho as imagens gravadas no meu coração
Recordo os pesadelos, o meu corpo suado
Neste deserto de recordações e perdição
.
Pergunto-me o porquê do delírio sonhado
Qual os desígnios da infame tentação
Que a tua imagem me mantém acordado
Nas frias noites em que sonho sem razão

***
Autor: gil antónio


terça-feira, 19 de março de 2019

Mesmo que faltem as forças, eu vou...

~~~~
Divago no tempo que passa a correr
Sinto que as forças se vão perdendo
Olho o pôr-do-sol e num desvanecer
Sinto-me frágil mas vou aprendendo

Divago, pelas minhas forças, sozinha
Tento arranjar a coragem para sorrir
O meu corpo frágil sozinho caminha
Imaginando, que o melhor há-de vir
Certamente, contigo no pensamento
Mesmo que faltem as forças, eu vou
Até ao infinito, e jamais me ausento
E tudo o que me rodeia neste mundo
Há alguém que o meu coração amou
Ainda presente, sentimento profundo.

~~~~
🌻Autora: Larissa Santos

domingo, 17 de março de 2019

Lágrimas, frios pingos de saudade ( Poetizando e Encantando )


73ª Edição do Poetizando e Encantando



Caem dos teus olhos lágrimas de saudade
Por um amor que no destino se esvaeceu
Que te impede de sentir a doce felicidade
.
Deixando que o desejo seja puro arrepio
Ao sentir a dor ardente que o amor teceu
Soe em teu coração como um grito vazio
***
Ouves mais além uma música conhecida
Que te quer avisar que o teu puro anseio
É reaver esse amor de voz suave e amiga
.
Que te traz essa vil saudade que persiste
Em fazer cair lágrimas, de dor incontida
No silêncio do teu coração tão só e triste
***
Essa tua límpida nudez de amor carente
Vivendo a solidão  de um amor distante
Costas desnudas de inacabável maldade
.
Nessas preces que emites de paz e fervor
Esperas silenciosa que chegue esse amor
Que enxugue os frios pingos de saudade

*** 


É com todo o gosto, carinho e amor poético, que o blogue Brincando com as Palavras, se associa e aceita o convite formalizado no blogue Filosofando e Encantado, da ilustre poetisa, profª Lourdes Duarte, que pode (e deve) visitar, clicando »»» AQUI

***
Autor: gil antónio
*

sexta-feira, 15 de março de 2019

Desfalecer na Perdição


Amo o capricho dos teus braços fortes
Uma doce cruz que por amor me chama
Para num abraço apertado me crucificar
Sou vento que não se consegue agarrar
.
Viajando por entre mares e desnortes
Desejando algures te poder encontrar
Como porto de abrigo em energia insana
Que me acorde da fantasia deste sonhar
*
Anseio aceso na mescla de doces odores
Amar-te nos devaneios da minha crença
Fazer do teu corpo o mar dos meus suores
Onde o teu sorriso seja limpo de temores
.
Unir os nossos corpos na límpida fantasia
Onde sejamos unos numa paisagem sadia
Que a troca de um beijo não seja sombra
Que flutue no teu olhar, em vil descrença
*
Quero contigo ser ousado na tempestade
Onde cada gota de chuva seja um segredo
Sentir o teu corpo molhado de felicidade
Aconchegá-lo em meu peito com ternura
.
Não o ter como elixir do teu temor e medo
Fazer de teu sorriso a dor do meu coração
Porque sendo o teu corpo a minha loucura
Procuro junto dele, desfalecer na perdição


***
Autor: gil antónio
*

quinta-feira, 14 de março de 2019

Caminhos da ilusão...

💝
A noite chegou ao meu sonho de criança
Em meu redor fez-se silêncio
Olhava as estrelas, e contando as horas
Imaginava quão feliz era na inocência
Quando ainda acreditava na esperança
Sem maldade, apenas a pureza da infância
Saudade do olhar enternecedor em liberdade
Dos pensamentos puros sem maldade
De andar sem receio, na escuridão
Contando estrelas, e de olhar sorridente
Para matar a saudade que sinto
Que me invade os caminhos da ilusão
A noite chegou, falta-me a companhia
Faltam-me as palavras adversas
A coragem de assumir os meus medos
Faltas-me tu, para consolar o meu peito
Que adormece e acorda, mas sem jeito
Continuo sonhando, esperando, até ser dia.

★💝★ 

Autora: Larissa Santos

terça-feira, 12 de março de 2019

Mulher: A Luz que ilumina a Vida


Noite serena. Luz que ilumina o Céu
Estrela brilhante no além da ternura
Celestial, adorna os corações, a lua
Ouve-se o silêncio das águas do mar
Oferecendo um sorriso de frescura
*
Vozes suaves, dulçor da amena aragem
Atenuam a solidão de uma luz vadia
Ligeiro vento é testemunha do instante
Incluído no dançar da folhagem sadia
Que faz lembrar o teu corpo delirante
*
É o teu sorriso, a luz que ilumina o amor
Que faz brilhar os egos de quem se ama
Corpos unidos por uma força qualquer
Ardem os desejos num beijo arrebatador
Doce melodia na beleza de uma mulher

***
autor; gil antónio

*

domingo, 10 de março de 2019

Sinto-me o jardim mais florido da solidão [POETIZANDO]

 72ª EDIÇÃO DO POETIZANDO E ENCANTANDO

~~💖~~
Sinto-me em liberdade no meio do campo
Sinto, que respiro a embriaguez do tempo
Sinto-me Mulher mas atraída pelo encanto
Sinto que corro numa luta em contratempo
~~
Sinto-me o jardim mais florido da solidão
Enfeito-me, iludo-me, mas sorrio sozinha
Imaginando que a felicidade é um condão
Como as flores, que a Primavera acarinha
~~
Amarelas...perfumadas...flores da saudade
Com raios de sol, cintilantes, encantadores
Me permitem, ser eu mesma, em liberdade
~~
Sinto-me sozinha, e neste jardim feito vida
Mesmo que o alimento da alma sejam flores
Faltará o carinho, e o teu calor sem medida
~~💖~~
🌻Autora: Larissa Santos
Mais uma vez, e já na edição 72- é com muito gosto que atendo ao convite deixado pela Poetiza e Professora, Lourdes Duarte, do BLOG Filosofando na Vida.  Cada edição é um verdadeiro desafio. Em nome de Ambos, agradeço o convite. Espero que a minha modesta participação seja do vosso agrado.

Imagem relacionada

Uma flor, um beijo, e um abraço para quem de direito.
 Bom-fim-de-semana

sábado, 9 de março de 2019

Mulher: o equilíbrio do inseguro mundo

 

Flor de lírio que no campo nasceste
Luz do sol que aclara a divina vida
Lágrimas em teus olhos dão guarida
A duro castigo que jamais mereceste
*
Teu corpo ondula por graça divina
Teu colo, o aconchego do teu sorrir
Sorriso de amor em face cristalina
Que sofre as agruras do seu existir
*
Cálido olhar que ao amor te condena
Lírio do campo que a tua alma serena
Flor silvestre que germina na solidão
*
Mãos caridosas que sofrem por amor
Que por vezes faz murchar essa flor
Que aroma a vida como é teu coração


Dentro do meu peito és o desatino
Dentro da minha alma és ternura
Dentro do meu sorrir és o destino
Dentro da vida és a flor mais pura
*
Sejas um lírio, quiçá um malmequer
Esse olhar sempre aberto, profundo
És uma flor, feito corpo de mulher
És o equilíbrio do inseguro mundo
*
Um beijinho a TODAS as mulheres
Um puro abraço, neste dia singular
Aroma da natureza, o que quiseres
Doçura e melodia do verbo AMAR

***
Autor: gil antónio

*

quinta-feira, 7 de março de 2019

Anunciando a Primavera.

Imagem relacionada 
★★
Quero, libertar o meu corpo do indesejável
Mandar embora os dias tristes, aborrecidos
Dar as boas vindas à primavera, apetecível
E olhar o jardim em todos os tons, floridos

Olhar o céu límpido na frescura dum jardim
Cheirar o perfume das flores, respirar fundo
Libertar os meus sentimentos num frenesim
Oferecendo à natureza, meu ponto profundo

Árvores floridas, fragrâncias e o sol a sorrir
Numa brisa amena anunciando a primavera
O meu corpo liberta-se do frio e tenta reagir
Toda a beleza e encanto desta doce quimera.

🌷🌷
Autora: Larissa Santos

terça-feira, 5 de março de 2019

Feliz Carnaval.

Resultado de imagem para feliz Carnaval 
Por motivos que todos conhecem, fui ali brincar ao Carnaval e volto amanhã, (des)cansada, para mais um dia poético. Desfrutem do dia, que eu vou fazer o mesmo. 

Quanto às visitas, prometo compensar-vos a todos...Divirtam-se, que esta vida são dois dias e o de hoje já conta.

segunda-feira, 4 de março de 2019

Amor em Infame Desespero


Abraço o seu corpo nu e no entretanto
Condeno o meu imaginário obsceno
Penso: como posso amá-la assim tanto
Quando o seu amor é tão vil e pequeno
*
Ela é a utopia que marca o meu destino
Feitiço que me faz admirar seus traços
Por isso resisto a este infeliz desatino
De a desejar tanto ter em meus braços
*
Fecho os olhos, penso se a amo, nem sei
Sentencio esse amor,  a que me dediquei
Ao sentir este desejo impuro e tão carnal
*
Sinto que a amo em infame desespero
Não sei se a desprezo, ou se a venero
Quando sinto por ela, este desejo fatal

***
Autor: gil antónio

*

sábado, 2 de março de 2019

Se, os nossos lábios sentissem...


❤❤
Deixa-me saborear os teus lábios sedentos
Que sorriem, e em tom sedutor
Se encostam aos meus, tão meiguinhos
E me deixam saborear por momentos
Partículas do teu amor,
Mordisco, e suavemente beijando
Num sussurro ofegante que desejamos
Vão os nossos olhares falando
Sem que as palavras sejam proferidas
Mas que se perdem entre loucos carinhos
 
Se os nossos lábios sentissem
E que os olhos querem dizer
Talvez para sempre sorrissem
Afago que nos levasse ao prazer
Deixa-me... partilha comigo o que sentes
Abraça-me forte, como tu gostas
Deixa que os nossos corpos inflamem
E as nossas bocas se afaguem em desejo
Os pensamentos sejam a reciprocidade,
E nos momentos em que tudo é saudade
Dos teus lábios eu roubo o sorriso
Dos teus olhos resgato a sedução,
Deixa-me meu amor oferecer-te um beijo
Que preencha por inteiro, o meu coração.

★💞★


🌼Autora: Larissa Santos