sexta-feira, 28 de junho de 2019

LÁGRIMAS DE AMOR


Não chores, mulher não chores
Afasta da tua alma essas dores
Sufocantes dum dorido destino
Olha para o teu coração
Guarda-o dentro da tua mão
Porque ele é tão pequenino
*
Não chores, mulher não chores
As lágrimas são infiéis dores
Melodias de uma vil canção
Ouvida por entre a luz pura
Onde o teu amor é ternura
Que não merece a desilusão
*
Não chores por quem te esqueceu
E o teu coração, no dele, morreu
Sendo os seus afectos vis amores
Seca as tuas lágrimas de ilusão
Dá outro amor ao teu coração
Não chores, mulher não chores
*

***
autor: gil antónio
*

31 comentários:

  1. Quantas lágrimas femininas não se terão derramado ao longo dos séculos!
    Adorei o poema... Bj

    ResponderEliminar
  2. Um bonito poema.
    Como diz o povo, a nódoa de uma amora, com outra amora se tira.
    Abraço

    ResponderEliminar
  3. Um belo poema de que gostei bastante amigo Gil e aproveito para desejar a continuação de uma boa semana.

    Andarilhar
    Dedais de Francisco e Idalisa
    O prazer dos livros

    ResponderEliminar
  4. Bom dia meu querido. Um poema que tanto de melancólico como de belo. Adorei :))

    Bjos e uma óptima Quinta - Feira.

    ResponderEliminar
  5. Sem palavras para descrever a beleza desse poema

    Beijos!!!
    E aí, gostou?

    ResponderEliminar
  6. Outro belo poema....
    Como disse o Marquês de Pombal: Vamos enterrar os mortos e cuidar dos vivos!"
    Chorar lágrimas de amor?? Isso não se usa mais.. Sentir as dores de um amor perdido é real.. mas chorar??
    Arrume outro amor mulher e não chores mais!!

    ResponderEliminar
  7. Um poema extraordinariamente belo! Um final mais tristonho, mas: AMEI!!

    Beijos e um dia Feliz!

    ResponderEliminar
  8. O meu Amigo Gil António no seu melhor momento poético! Aplausos!! :)

    Bjocas ;)

    ResponderEliminar
  9. Por amor até os homens choram!

    O meu abraço.

    ResponderEliminar
  10. Que lindo poema, amigo. Conhece bem a alma feminina. Lágrimas muitas mas também Somos fortes qdo necessário .
    Obrigada pela visita e feliz quinta-feira
    Donetzka

    ResponderEliminar
  11. Existem as lágrimas de amor, mas também existem lágrimas cruéis.
    Amei o poema.

    Beijinho

    ResponderEliminar
  12. Por vezes, é preciso chorar para libertar. E para avançar com outra força!
    Gostei do poema :)

    ResponderEliminar
  13. Dizem que as lágrimas lavam a alma_ que chore apenas com esse objetivo e depois enxugue as lágrimas e siga .Seu poema ,assim sugere!
    Gostei muito.

    ResponderEliminar
  14. Um homem não é uma fatalidade.
    Ela que tome um duche frio e decida, como nos dizem nas eleições, 'em consciência' não pensar mais no homem errado.

    Gostei do POEMA, Gil António 💙

    ResponderEliminar
  15. Poema bem profundo!
    Beijos.
    http://vinteedoisdemaio.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  16. Temos que chorar, desabafar... depois, a vida continua e nós temos que continuar também.
    Beijos e abraços
    Marta

    ResponderEliminar
  17. Um poema triste, mas profundo!
    Passei para desejar um excelente fim-de-semana!
    Beijinhos,
    Espero por ti em:
    strawberrycandymoreira.blogspot.pt
    http://www.facebook.com/omeurefugioculinario
    https://www.instagram.com/marysolianimoreira/

    ResponderEliminar
  18. Bom dia, Gil António

    O seu poema nos lembra que "por morrer uma andorinha não acaba a primavera". Mas sei que também nos acompanha nessa mágoa imensa que é perder um grande amor.

    Abraço

    Olinda

    ResponderEliminar
  19. Lindo poema! Um apelo sincero, quase desesperado.

    ResponderEliminar
  20. Mais um belo poema embora muito nostalgico.
    Um bom fim de semana.
    Beijinho.
    :)

    ResponderEliminar
  21. Chorar também é preciso, limpa a alma.
    Abraço
    Bom fim-de-semana

    ResponderEliminar
  22. Magnífico poema! Gostei muito de ler.

    ResponderEliminar
  23. Sempre possuidor de uma inspiração maravilhosa

    Bjo

    ResponderEliminar
  24. Bom dia amigo Gil!
    Poemas sempre inspirados no amor!
    Adorei!
    Tenha um feliz fim de semana!
    Beijo de paz e bem...!

    ResponderEliminar
  25. Gil,
    Versos sentidos e profundos.
    Lindo.
    Bjins
    CatiahoAlc.

    ResponderEliminar
  26. Não vale a pena chorar por quem não merece.
    Belíssimo poema
    Beijinhos
    Maria
    Divagar Sobre Tudo um Pouco

    ResponderEliminar
  27. Muito interessante, epressivo e ritmado.
    Ótima inspiração, Gil.
    Gostei.
    Tudo bom.
    Beijo
    ~~~

    ResponderEliminar