segunda-feira, 3 de junho de 2019

O que ontem foi amor, hoje é loucura...

 
~~~~
Areias, águas, nas emoções dum passado
Pedras que não quebram nem se mexem
No refúgio secreto, algures, abandonado
E tantos sentimentos que se remexem
Mar, frescura, lembranças doutro tempo
E amores, que se foram de vez
Sol brilhante, num coração cinzento
Deixando a razão em absoluta lucidez
Água agitadas no tempo duma vida tão dura
As palavras correndo em direcção ao mar
O que ontem foi amor, hoje é loucura
A loucura tortuosa de quem se sente a desabar...

~~~~

🍀Autora:Larissa Santos

38 comentários:

  1. Quando o amor transborda as paredes do coração, acontecem os poemas perfeitos

    Beijo

    ResponderEliminar
  2. Triste, mas tão belo, Larissa...!

    Parabéns!

    ResponderEliminar
  3. Muita inspiracao! Adorei !bjs,Chica

    ResponderEliminar
  4. Lindo poema,"...O que ontem foi amor, hoje é loucura
    A loucura tortuosa de quem se sente a desabar... " bem expressado!
    Amei ler poetisa Larissa!
    Abraços!

    ResponderEliminar
  5. Melancólico, mas muito bonito! Amei!

    Beijos...Boa noite!

    ResponderEliminar
  6. É incrível como tudo pode virar do avesso de repente. Gostei muito do poema!

    ResponderEliminar
  7. Belo poema, com uma imagem pela qual apetece fazer uma loucura.
    Beijinho

    ResponderEliminar
  8. Tudo pode acontecer,
    impossível não sendo
    seu poema gostei de ler
    a verdade estou dizendo!

    Boa noites e bons sonhos. Beijinhos.

    ResponderEliminar
  9. "Pedras que não quebram nem se mexem" - "As palavras correndo em direcção ao mar". Mas que consrução pooética LINDA. Fala a verdade, tem uma verdade aí, não tem? Parabéns.

    ResponderEliminar
  10. Larissa,
    Sempre valerá àpenas
    essa loucura.
    Lindos
    e ins pirados versos
    Bjins
    CatiahoAlc.

    ResponderEliminar
  11. Lindíssimo poema amiga!
    Parabéns, adorei.
    Bejs com carinho.
    Feliz semana de paz e bem.

    ResponderEliminar
  12. Um escrito com alguma desilusão.
    Beijinhos, boa semana

    ResponderEliminar
  13. Que poema maravilhoso.
    Ótimas palavras!
    Beijos.
    http://vinteedoisdemaio.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  14. Tantos sentimentos envoltos nesta leitura poética e eu gostei de ler... Bj

    ResponderEliminar
  15. Querida Larissa
    Que belo poema sobre as voltas que o Amor dá!
    Um beijinho
    Beatriz

    ResponderEliminar
  16. Um poema de amor (ou falta dele?) tão cheio de melancolia, Larissa! Gostei muito.
    Uma boa semana.
    Um beijo.

    ResponderEliminar
  17. Que poema maravilhoso!
    Beijinhos,
    Espero por ti em:
    strawberrycandymoreira.blogspot.pt
    http://www.facebook.com/omeurefugioculinario
    https://www.instagram.com/marysolianimoreira/

    ResponderEliminar
  18. Querida amiga.. estive um pouco gripado.. aqui no Brasil de manhã faz 15 graus à tarde 33.... e não tem como não sentir...
    Mas olhe que teu poema é mesmo uma delícia... uma poesia cheia de requebros, de rimas e de uma musicalidade impressionante.
    Obrigado pela amizade!!!

    ResponderEliminar
  19. Olá amiga Larissa!
    Um belíssimo poema, extremamente interessante, a vida tem destas coisas para além do amor. Gostei muitíssimo.
    Beijinho de paz e ótima semanana.
    Luisa

    ResponderEliminar
  20. Maravillosa poesia e fotografia.

    Muchas gracias por tu paso y aportacion al blog.
    Besos

    ResponderEliminar
  21. Reparado. Muchas gracias por el aviso amiga.
    Besos

    ResponderEliminar
  22. Uma conexão perfeita de palavras e sentimentos.
    Lindo amiga Larissa.
    Bjs-Carmen Lúcia.

    ResponderEliminar
  23. Nuancas de um amor delineadas com invulgar sensibilidade poética!
    Parabéns, Larissa, e um terno abraço com votos de uma semana abençoada e feliz.

    ResponderEliminar
  24. Um grande sentir e talento poético.
    Ficou muito bem.
    Beijos
    ~~~

    ResponderEliminar
  25. Parabéns pelo lindíssimo poema!
    Adorei ler.
    Bjs

    ResponderEliminar
  26. Belíssimo poema
    Bjs

    Kique

    Hoje em Caminhos Percorridos - Desde essa noite

    ResponderEliminar
  27. Que poema maravilhoso.
    Ótimo tema!
    Beijos.
    http://vinteedoisdemaio.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  28. O amor é sempre uma loucura.
    Para uns tortuosa, para outros maravilhosa 💓

    A tua POESIA, Larissa, é de uma intensidade sem limites.



    ResponderEliminar
  29. Mas há sempre um mar ao fundo à espera de nele se refrescar. Que esse mar tenha sempre os bons odores da poesia.

    Boa semana!

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
  30. Foi real, aos quinze anos no areal eu não sabia uma palavra de Inglês ela Americana não sabia uma em Português, fazíamos desenhos na areia e assim nasceu uma paixão que durou três meses (Tempo que ela teve de férias), tudo a areia levou até hoje, uma paixão que só o mar poderá testemunhar.

    ResponderEliminar
  31. ah quem nunca teve um amor que de repente virou uma loucura..

    www.tofucolorido.com.br
    www.facebook.com/blogtofucolorido

    ResponderEliminar
  32. Nossa você realmente é uma poetisa que poema lindo .

    ResponderEliminar
  33. É tão triste quando o amor acaba.
    Belíssimo poema.
    Beijinhos
    Maria
    Divagar Sobre Tudo um Pouco

    ResponderEliminar
  34. Sentimentos não correspondidos... mas sempre inspiradores de belos momentos poéticos... como este!...
    Adorei ler, Larissa! Beijinhos!
    Ana

    ResponderEliminar