sexta-feira, 24 de novembro de 2017

Mãe, a mulher, ventre sagrado, que dá à luz, vida


Mãe, a doçura, a esposa, o sentir, a beleza da alma
Mãe, que sente em seu corpo os efeitos da entrega
Mãe, o sorriso, a energia, a amizade que te acalma
Mãe, o olhar, sentimento, coração que tudo agrega
.
Mãe, o segredo, esposa dedicada, afazeres gerais
Mãe, a coragem, o alento, a luz, o sentido abraço
Mãe, a percepção, o conselho, a alegria que dais
Mãe, o cofre, o amor, a pétala, submisso cansaço
.
Mãe, o recado, o amplexo, o beijo que nos anima
Mãe, a incitação, a cumplicidade, a voz aguerrida
Mãe, acamar sem cansaço, tão cansada, o marido
.
Mãe, chora em silêncio, sofredora, ternura divina
Mãe, a mulher, ventre sagrado, que dá à luz, vida
Mãe, "casa de repouso",  olhar triste, sem sentido
.
Autor: gil antónio
.

90 comentários:

  1. Lindo poema,triste final...abraços, ótimo dia! chica

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bom dia amiga Chica

      E não existem assim tristes finais para tanta mulher/Mãe?

      Cumprimentos poéticos

      Eliminar
  2. Infelizmente nem todas as mães o deveriam ser.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bom dia Pink Poison P

      Todas as mulheres que parem ( do verbo parir) filho/s são mães. Na acepção da palavra MÃE é que nem todas o sabem ser.

      Saudações poéticas.

      Eliminar
  3. Respostas
    1. Bom dia caro amigo Francisco

      Sem dúvida que a palavra Mãe é maravilhosa. O trabalho decerto que não é, nem pensar, tão belo como essa palavra

      Abraço

      Eliminar
  4. Respostas
    1. Bom dia Maguie barreira

      Grato pela presença e comentário

      Beijos gloriosos

      Eliminar
  5. Está muito bonito!
    Beijinho

    abriga-tecomigo.blogspot.pt

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bom dia Sara

      Grato pela simpatia inserta na frase deixada

      Retribuo o beijinho

      Eliminar
  6. Um poema de uma sensibilidade incrível. Muito bem reportado à vida que a Mulher/Mãe/Avó, etc, passa até ao fins da sua vida. Depois existem aquelas que, de repente, "partem" prematuramente. Como a minha. "Oxalá os meus filhos não passem por isso."

    Muitos parabéns. Nota 1000 para este soberbo poema.
    Beijinho e um dia feliz.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bom dia Cidália Ferreira

      Lindas palavras saídas do coração de uma grande poetisa enchem-me de orgulho. Não por mim, mas pelos meus leitores e leitoras que, decerto, ao gostar, me ajudam a ser cada vez melhor ao nível poético.

      Grato de coração.

      Eliminar
    2. Perante esta grandiosidade e generosidade poética, até me sinto mal, quando me chamam de poetisa, que não sou. Apenas brinco. Como vocês.

      Beijo

      Eliminar
    3. Cidália Ferreira

      Não sejas modesta. Aliás convido todos os amigos e amigas deste meu/nosso cantinho a visitarem o cantinho/blogue da Cidália Ferreira.

      Linke : http://coisasdeumavida172.blogspot.pt/

      Decerto que vão ficar fâs e seguidores. como eu.

      Beijinhos

      Eliminar
    4. Obrigada Gil António, pela gentileza e carinho.

      Beijo

      Eliminar
    5. Cidália Ferreira

      És uma amiga de paixão
      Doce, carinhosa, dedicada
      Estás dentro do meu coração
      Fixa nele a tua morada
      .......................
      Beijinho

      Eliminar
  7. Querido Gil tu cada dia mais me surpreendes fantastico.bjokas

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Paula Silva

      São tuas palavras o carinho
      Que entra em meu coração
      Recebe nelas um beijinho
      Dado com muita admiração
      ...........
      Beijokas, como tu escreves.

      Eliminar
  8. Bom dia Querido Gil. Nem sei o que dizer. Este poema é tão, mas tão lindo e tocante que apetece-me dizer. BRILHANTE...
    Adoro-te meu Poeta lindo.

    Bjos
    Feliz Sexta-Feira

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bom dia Larissa Santos

      És um amor e pronto. Está tudo dito

      Beijo

      Eliminar
  9. Lindo soneto falando de um ser que Deus colocou no mundo com todas as bençãos:A MÃE!
    Tenho muitas saudades da minha que já partiu há nos e que jamais esquecerei os seus ensinamentos.
    Lindo Gil!
    Bjs,obrigada pela visita e um ótimo final de semana.
    Carmen Lúcia

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bom dia Carmen Lúcia

      A Mãe na acepção da palavra é divina. Só Deus está acima do seu poder fraternal, pessoal, como ser humano. Claro que o PAI está ao nível da Mãe. Mas hoje, falo da Mãe. Um dia falarei do pai

      Beijinho carinhoso e npoético

      Eliminar
  10. Tudo que sou e conquistei devo a meus papás, com realce para a minha mãe, sempre mais presente. Gil, o teu poema é emocionante de belo
    Bjo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Boa tarde amiga Mariete Salema

      Não existe fortuna maior na vida que termos os nossos pais vivos. Não existe mesmo.

      Beijinho

      Eliminar
  11. Devo confessar que fiquei prisioneiro a este Blogue e a estes belos poemas que já não posso falhar um dia! Parabéns pelo Blogue, parabéns aos extraordinários poetas!

    Deixo-vos o meu abraço.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Boa tarde amigo António Querido

      As suas palavras de simpatia são o elixir que nos ajuda a refrescar a alma e a fazer com que, cada dia, tentemos escrever melhor
      Grande abraço

      Eliminar
  12. Dizem que o tempo tudo cura, mas eu sei que não será capaz de curar a saudade que sinto de minha mãe que partiu há dois anos.O meu amor será seu para sempre, e para sempre também lamentarei a sua perda, e lembrarei a mãe e mulher maravilhosas que ela foi
    Gil António o seu poema encheu-me as faces de lágrimas. Será este o melhor elogio que posso fazer ao ser maravilhoso poema
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Boa tarde amiga Soraya Adrianne

      Perder um ente querido é sempre um dor que fica e corrói a alma de gente boa

      Beijinhos

      Eliminar
  13. Felizmente que minha mãe existe e está muito presente na minha vida. É doloroso ver como as nossas mães um dia vão para as casas de repouso mas a verdade é que as pessoas andam a trabalhar e nem sempre existem condições para os nossos pais ficarem sozinhos em nossas ou na suas casas. É triste mas é a lei da vida.
    Beijinho e Parabéns pelo poema.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Boa tarde Vanessaq Flor

      Sim, bem podes dizer, felizmente. Tão bom sentirmos a presença de nossos pais e neste caso concreto da nossa mãe.
      Grato pelas palavras de elogio.

      Beijinhos

      Eliminar
  14. Muitos parabéns pelo excelente poema. Se alguém merece a nossa consideração e respeito são sem dúvida os nossos pais.
    Actualmente as casas de acolhimentos, de repouso, e outras congéneres são um "mal" necessário. Existem boas e más casas do género. Também é verdade que as muito boas não são para todas as carteira

    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Boa tarde amigo Ricardo Valério

      A presença de tão ilustre poeta só engrandece este cantinho, Brincando com as Palavras. Até admito que as casas de repouso sejam necessárias mas que custa vê-las cheias de velhotes/as,parecendo esperar a morte a cada dia que passa, penso que custa. Agradeço as palavras de elogio

      Grande abraço

      Eliminar
  15. O que dizer quando leio um poema, me faz arrepiar e soltar uma lágrima de saudade?? Lindo demais. Digno de bons Poetas.


    Um beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Boa tarde Vanda

      Sempre generosa nas suas palavras de simpatia

      Beijinhos

      Eliminar
  16. Oi Gil António!
    Comovente seu poema, me fez lembrar de minha maẽzinha que já se foi.Você faz lindos poemas.
    Obrigada pelo recadinho deixado no meu blog.
    As roupas de bebê que faço, entrego para aquelas maẽzinhas necessitadas nas maternidades.
    Um abraço.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Boa tarde Márcia

      Um gesto louvável. Tem o meu sincero aplauso e admiração.
      Volte sempre

      Abraço

      Eliminar
  17. Linda poesia!
    Deu saudades da minha... em 2013, nesta época, ela estava no hospital, e sua situação era terrível. Morreu no dia 1 de janeiro de 2013.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Boa tarde Ana Bailune

      O meu lamento. Que sua mãezinha descanse em Paz

      Cumprimentos poéticos

      Eliminar
  18. A minha mãe é tudo para mim.
    Não era nada sem ela.
    Adorei o poema.

    Beijinhos, A Vida De Diana.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Boa tarde Diana Fonseca

      Lindo, lindo, lindo, esse seu amor pela sua Mãe. O mesmo se passa comigo com a minha. Que ela esteja sempre a seu lado.

      Cumprimentos poéticos
      .

      Eliminar
  19. Bom dia!
    Hoje passando mais sedo com o convite do Poetizando e Encantando.
    Este fim de semana postarei do celular pois estarei viajando e não sei se vai ser possível visitar a todos os participantes e colocar os lingues na postagem. Caso isso não seja possível, domingo à noite e na segunda feira atualizarei com carinho todas participantes. Provavelmente, postarei no sábado, como o anterior. Espero mais uma vez sua maravilhosa participação, da qual agradeço muito!
    Uma dica para a imagem da temática dessa semana, que está muito atrativa!
    “ De onde parece impossível, nasce algo lindo! “

    Abraços, fique na paz de Deus!


    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Boa tarde, FILOSOFANDO NA VIDA Profª Lourdes Duarte

      Fico esperando essa ou essas suas publicações a fim de as comentar. O mote é muito interessante. Boa viagem.

      Retribuo os abraços

      Eliminar
  20. Que linda sua poesia,querido amigo Gil.Mãe é a obra de Deus mais perfeita!Você sempre me faz chorar com seu poetar,pois lembro da minha que se foi tão cedo me deixando órfã de alma e coração!Aliás,você tem o poder de me emocionar.Isso quando li seu comentário de hoje onde me chama de estrela.Que eu seja para alegrar e iluminar a vida de muitos com minhas poesias e textos.Você será o sol que me ilumina,combinado?Seu comentário foi um presente para meu aniversário que será dia 26 de novembro,daqui a 2 dias.Beijos sabor csrinho,meu poeta predileto!Feliz e abençoada sexta-feira!Donetzka

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Boa tarde, Donetzka Cercck L. Alvarez

      Calo-me. As sua maravilhosas palavras merecem todo o meu RESPEITOSO silêncio

      Permita-me: Um beijinho

      Eliminar
  21. Que lindo, amei :D

    http://submersa-em-palavras.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Boa tarde, Monyque Evelyn

      Fico feliz por ter gostado. Volte sempre

      Cumprimentos poéticos

      Eliminar
  22. Gil, uma doce e comovente homenagem!
    Escreve muito bem - não ia querer ser também bom alfaiate! Seriam talentos a mais numa só pessoa.
    Beijo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Boa tarde amiga, O meu pensamento viaja

      Tão ironicamente exagerada, mas gostei dessa ironia e bom humor.
      Volte sempre.

      Beijo

      Eliminar
  23. Respostas
    1. Boa tarde Ana

      Uma gracinha o seu comentário. Gostei.
      Beijinho

      Eliminar
  24. Gil...chegou a vez da MÃE ... essa palavra que encerra tanta emoção ... muita força e coragem!!!
    Sou mãe por isso sei o que é que nos faz mover montanhas!
    saudades da minha!? ... muitas!
    Adorei seu poema ... bj

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá, boa tarde, Os olhares da Gracinha

      Grato pela visita e comentário. Todos nóes que felizmente ainda temos a nossa Mãe viva, a devemos amar com muito carinho. Se já não a temos, devemos recordá-la com amor e paixão. Acima da nossa M~ºae... só existe Deus

      Retribuo o beijo

      Eliminar
  25. As homenagens de mães muito me emociona _ seu poema traduz o quão é maravilhoso sentir tudo oque uma mãe passa para um filho .Infelizmente,não fui agraciada porque a perdi ainda muito bebê e muita falta me fez até me me fiz mãe e compreendi tudo que dizes no poema. E penso que para um filho nada a substitui.
    Parabéns pelo dom de escrever poesias. Amo muito.
    Bom fim de semana com abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Boa tarde Lis

      As sua palavras sensibilizaram-me muito. Amei a forma como falou, como mãe. Muito carinho existe, tenho a certeza, em seu coração

      Respeitoso abraço e feliz fim de semana.

      Eliminar
  26. Olá Gil . Nunca me esqueceu esta quadra que tinha gravada num prato de parede :
    "Com três letrinhas apenas / Se escreve a palavra mãe. / Que é das palavras pequenas, / A maior que o mundo tem. "

    A maior das verdades !!! ... e por muito se escreve sobre a palavra, sobre o seu conceito, nunca conseguiremos expressar na totalidade o que ela representa !!!

    Maravilhoso o Poema !!! ...

    Abraço !

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Com três letrinhas pequenas
      Se escreve a palavra mãe
      Acima de si existe apenas
      Com três letras ... o Céu.
      .........................

      Em total acordo com as suas sábias palavras. Grato amigo Rui pela visita

      Retribuo o abraço
      Feliz fim de semana.

      Eliminar
  27. Uns versos cheios de ternura.
    Bom fim de semana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Boa tarde amiga Elisabete

      Muito grato pelo carinho.
      retribuo os votos de bom fim de semana.

      Eliminar
  28. Uma bela homenagem à mulher-mãe, num poema que respira amor em cada palavra.
    Amei.
    Um abraço e bom fim de semana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Boa noite amiga, Elvira Carvalho

      Fiquei emocionado com as suas maravilhosas e simpáticas palavras. Também AMEI a sua visita

      Abraço e feliz fim de semana.

      Eliminar
  29. Que linda homenagem a todas as mães! :) Adoro a minha, é o meu porto seguro. :) Bom final de dia.
    --
    O diário da Inês | Facebook | Instagram

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá, boa tarde Inês

      Quando uma mulher é MÃE em toda a acepção da palavra é sempre o Porto de Abrigo para qualquer filho/a. Uma mãe tudo perdoa. O filho/a pode matar, ser drogado/a, roubar, que mesmo que a sociedade lhe vire as costas, lá surge aquele coração bondoso, que é a Mãe, no apoio, na companhia, no afecto

      Benditos/as todos/as aqueles que têm a Mãe a seu lado

      Um resto de dia feliz amiga Inês

      Eliminar
  30. Que belo poema!! Cheio de amor e ternura!
    Tenha um ótimo fim de semana!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Boa noite amiga Vanessa

      Grato pela visita e palavras de intensa simpatia
      Retribuo os votos de um óptimo fim de semana.

      Eliminar
  31. Digo que mãe é um estado de espírito
    Está pronta para qualquer coisa e, mesmo velho consegue forças para abraçar seu filho e dizer: te amo.
    Beijos
    Lua Singular

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Boa noite amiga Lua Singular

      Deixando palavras sapientes com as quais concordo na íntegra

      Retribuo os beijos.

      Eliminar
  32. Maravilhoso poema que fala tudo sobre a grandeza de ser mãe. O olhar triste me fez lembrar do último olhar de minha, brilhante, porém triste, talvez já pressentindo que o adeus estava próximo. Amei esse poema!
    Beijos e um fim de semana feliz!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Boa noite Lúcia Silva
      Existem momentos na vida que, acontecendo certos factos, esses, jamais nos saem da memória. São imagens gravadas no coração. Grato pela visita e pelas palavras tão amáveis que me/nos dispensou.

      retribuo os beijos e um fim de semana feliz


      Eliminar
  33. Brilhante!! Adorei ler e reler este maravilhoso poema.
    Bom fim de semana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bom dia amiga Amélia

      Sempre tão carinhosa nas sua palavras

      Feliz fim de semana

      Eliminar
  34. Como já foi tudo dito, eu apenas reforço: DIVINO.

    Abraço.

    ResponderEliminar
  35. O primeiro verso do primeiro terceto, resume bem, toda a grandiosidade do Amor da Mulher-Mãe.
    Lindo Soneto, caro Gil António.

    Um abraço.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Janita

      Agradecido pela visita e amáveis palavras

      Retribuo o abraço com amizade

      Eliminar
  36. Belíssimo!

    r: Ler faz-nos bem à alma, sobretudo porque nos permite viajar por diversas histórias

    Beijinhos*

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bom dia Andreia Morais

      Grato pela visita e doces palavras deixadas

      Beijinhos

      Eliminar
  37. Mãe, a ternura, inserta na palavra amiga, no beijo, no tapar o seu filho, no silêncio do seu incondicional amor. Mãe é um ser inigualável, um mundo onde as vivências são tantas vezes apenas pelos outros, pelos filhos. Gostei muito do poema.
    .
    Bom dia, feliz fim de semana.
    .

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bom dia grande poeta Ricardo_águialivre

      Mãe é mãe em cada gesto. C ada carinho, cada palavra, é um gesto de amor incondicional. Totalmente verdade

      Cumprimentos poéticos

      Eliminar
  38. um soneto enternecedor e comovente
    (mãe amor incondicional (sempre))
    saudações poéticas
    :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bom dia amiga, © Piedade Araújo Sol

      Totalmente de acordo

      Cumprimentos poéticos

      Eliminar
  39. Que lindo! Pena que nem todos vejam a Mãe, mulher e esposa dessa forma.
    Bom fim de semana :)
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  40. Um poema terno, realista e profundo.
    Ser mãe e esposa, dois lindos papéis que requerem muito amor...
    Um abraço

    ResponderEliminar
  41. Oi Gil,
    Que doce e linda homenagem...
    Mãe é sinônimo de amor verdadeiro...
    Beijos!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bom dia Clau

      Sem dúvida alguma, será talvez o maior e mais belo amor verdadeiro

      Beijinho

      Eliminar
  42. Muito lindo tudo isso, Gil, e como não concordar com o amor de mãe? É lógico que no trajeto de teu poema, somos acompanhados pela imagem de nossas mães, umas ainda vivem, outras já nos deixaram, como no meu caso. Porém, amigo, o final é verdadeiro e extremamente triste para uma mãe... Serão elas vítimas dos tempos?

    beijo, amigo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bom dia Taís Luso

      A mulher que nos transporta no ventre e nos ama muitos antes de sermos vida terrena, oferece-nos um amor sem igual. Tudo perdoa.Tudo nos ensina.

      Beijo poético

      Eliminar