quarta-feira, 1 de novembro de 2017

Nosso amor, fresca gota de água salgada


......................
Nosso amor, fresca gota de água salgada
Envolvente beijo em teu sorriso sedutor
Exíguos pingos que aquecem nosso amor
Na sedução da tua mélica boca molhada
.
Nossos corpos ligados em nós de maresia
Mágica afeição que envolve nosso abraço
Tirando do nosso espírito frígido cansaço
Deixando em nossa voz o hino da alegria
.
Luz de amor em que teu corpo de sedução
Faz margem em que descansa o meu olhar
Ouvem-se rumores do silêncio de te amar
Pois só tu resides dentro do meu coração

.
Autor: Gil António.

9 comentários:

  1. Quando a sensibilidade dos sentidos é enviado pela mão do poeta, em versos de amor, para o seu caderno em branco, acontecem os poemas perfeitos. Profundo, sensível, de elevado efeito poético. A imagem é fabulosa.

    Deixo votos das maiores felicidades.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Grande amigo e excelso poeta. Sou apenas um aprendiz.
      Abreaço

      Eliminar
  2. Parabens ke coisa mais linda amei.bjokas

    ResponderEliminar
  3. Essa tua veia poética é maravilhosa. Lindo poema. Parabéns.

    Bjocas

    ResponderEliminar
  4. Hummm que doçura de poema! ;-)

    Bjos, Gil

    ResponderEliminar
  5. Bom dia, Gil
    Que belo poema de amor, em que o mar e o seu sal lhe serviram de inspiração!
    Um beijinho
    Beatriz

    ResponderEliminar