quinta-feira, 25 de janeiro de 2018

Amanhecer inquietado

Imagem relacionada
Neste amanhecer inquietado
Ouço os ecos
Da chuva que cai
Sobre o jardim florido
Que sustenta a minha alma,
Desinquieta
Espreito pela janela
Numa constatação
Que invade o meu coração
,
No telhado onde confundo
O ecos da chuva
Com a música de fundo
Deixo-me ficar
Neste meu longo silêncio
Esperando
Porque a chuva há-de passar
,
E neste retiro da melancolia
Fecho-me, no meu eu
Desfolho meras lembranças,
Olhos lacrimejados
Cansados,
Desejando um novo amanhecer
Com renovadas esperanças
Mesmo,
Que não pare de chover...


Autora: Larissa Santos

47 comentários:

  1. Da minha janela também vejo a chuva a cair e para encher as barragens espero que o S. Pedro não feche as torneiras tão depressa, torna-se monótono porque não saio de casa para o meu passeio à beira-mar, mas como não sou manda-chuva limito-me a aceitar!
    Aceite aquele meu abraço.

    ResponderEliminar
  2. Bom dia!
    Melancólico, tal como está o dia! Amei!!

    Beijinhos

    ResponderEliminar
  3. Larissa Santos. Louvo tão distinta e elogiável inspiração
    Beijo

    ResponderEliminar
  4. Sem dúvida, pura inspiração conciliado com o dia de chuva que hoje nos abraça e... molha :)
    Bj

    Olhar d'Ouro - bLoG
    Olhar d'Ouro - fAcEbOOk

    ResponderEliminar
  5. Tempo e inspiração para tão belo poema que se interpõe entre o homem e a natureza!
    Abraço.

    ResponderEliminar
  6. Que lindo gif e imagem. Poesia mais que inspirada. Parabéns
    linda poetisa

    ResponderEliminar
  7. Bom dia, que belo poema....
    No telhado onde confundo
    O ecos da chuva...
    poema onde tudo é perfeito até a melancolia, o som da chuva e da música, perfeita simbiose.Abraços!

    ResponderEliminar
  8. Parece o meu amanhecer de hoje =)
    Bj e adorei ler!!!

    Passando para desejar um fim de semana bem AGRADÁVEL!!!

    Se quiser passear por Gondramaz … uma aldeia de xisto:
    https://crocheteandomomentos.blogspot.pt/2018/01/gondramaz.html

    Se quer uma omolete saudável … veja a receita:
    https://ospetiscosdagracinha.blogspot.pt/2018/01/omolete-de-claras.html

    Aqui encontra recantos com que todos sonhamos:
    https://asarteiricesdagracinha.blogspot.pt/2018/01/recantos-de-leitura.html

    E para todos os que apreciam “poesia” … o meu “poetar”:
    https://mgpl1957.blogspot.pt/2018/01/desta-janela.html

    ResponderEliminar
  9. Amiga Larissa, eis um belo, sensível e delicado poema. Um abraço daqui do sul do Brasil. Tenhas um bom dia. um bom ano e uma boa vida.

    ResponderEliminar
  10. Muito bom e adequado ao dia de hoje. Gostei!

    Beijoos, Larissa ;-)

    ResponderEliminar
  11. Querida Larissa
    Bem pode estar inquieta, porque a chuva vai mesmo parar por uns dias, em algumas zonas do nosso país. é uma inquietação que nos atinge a todos, porque a água é um bem essencial para todos.
    Muito bonito e propositado, o seu poema.
    Um beijinho
    Beatriz

    ResponderEliminar
  12. Depois da palavra «país» queria ter escrito um É, maiúsculo.
    Obrigada.
    Beatriz

    ResponderEliminar
  13. Há dias assim, de chuva no coração. Mas atrás de tempo, tempo vem.

    Bjs

    ResponderEliminar
  14. A chuva também é renovação...
    Magnífico poema, parabéns.
    Continuação de boa semana, amiga Larissa.
    Beijo.

    ResponderEliminar
  15. Mudei a cor e a fonte do
    texto como vc sugeriu.

    Obrigado por comentar com
    tanta segurança e carinho
    sobre o meu trabalho.

    É claro que algo eu teria
    de fazer para agradá-la.

    Um beijo e, volta lá.

    silvioafonso



    ç

    ResponderEliminar
  16. Que fascínio de poema. A imagem é fantáticamente bela!
    Parabéns!

    Um sussurro...

    ResponderEliminar
  17. Um poema muito doce. Deliciei-me a ler tão belos versos

    Cumprimentos

    ResponderEliminar
  18. Lindo!
    A chuva embala o peito e a poesia emana, tudo se transforma parece semente brotando para uma nova esperança. Beijo Larissa.

    ResponderEliminar
  19. Sempre bom quando a chuva nos traz um novo amanhecer. O firmamento é uma prova que existe possibilidades de esperanças...

    ResponderEliminar
  20. Que bonito e bem combinante com o dia chuvoso que tivemos! :) Beijinhos
    --
    O diário da Inês | Facebook | Instagram

    ResponderEliminar
  21. Bonito Poema.
    E a chuva? Essa que nos faz tanta falta
    Beijinho

    ResponderEliminar
  22. OI LARISSA!
    A CHUVA É RENOVAÇÃO E A CAPTASTE DE FORMA LINDA E POÉTICA.
    A IMAGEM TAMBÉM É DEMAIS.
    ABRÇS
    http://zilanicelia.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
  23. Esse, eu te digo poetisa,
    amanhecer não é inquietado
    também não é fresca brisa
    porque chove será molhado!

    Sendo esse teu poema,
    escrito como bem sabes
    surgi-me a ideia do tema
    nessas tuas sábias frases!

    Boa noite e bons sonhos cara amiga poetisa Larissa Santos. Beijinhos.

    ResponderEliminar
  24. Oi Larissa,
    Adoro ver a chuva cair fico feliz, ela lava minha alma e renova minhas expectativas de vida.
    Beijos no coração
    Lua Singular

    ResponderEliminar
  25. Oi Larissa, bn!
    Poema lindo e que bela imagem com a chuva caindo. Post maravilhoso. Parabéns!
    Bjsss amiga

    ResponderEliminar
  26. Lindos versos, meus parabéns.

    Arthur Claro
    http://www.arthur-claro.blogspot.com

    ResponderEliminar
  27. Arrebatador o poema
    bjs Larissa
    Kique
    https://caminhos-percorridos2017.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  28. Adorei a poesia!! ;)

    beijos!

    https://ludantasmusica.blogspot.com.br

    ResponderEliminar
  29. Muito linda a sua poesia Larissa
    Beijokinhas

    ResponderEliminar
  30. Olá, querida Larissa!
    Lindíssimo e a imagem da chuva caindo bem como o fundo musical me encantam...
    Seja muito feliz e abençoada!
    Bjm de paz e bem

    ResponderEliminar
  31. Que dizer amiga Larissa. Cada dia gosto mais dos seus poemas.
    Abraço

    ResponderEliminar
  32. Com um amanhecer assim dá vontade de despertar bom poema
    https://retromaggie.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  33. A antecipar o que se espera para este fds em Macau.
    Também eu quero relaxar a ouvir a chuva cair lá fora.
    Bjs, bfds

    ResponderEliminar
  34. Linda poesia,eu me vi no seu lugar,vivendo aquele momento!
    Beijos!

    ResponderEliminar
  35. Olá, Larissa Santos! Parabéns. Brindaste os teus leitores com mais um poema maravilhoso, emoldurado com uma imagem cheia de beleza. Muito bom.

    Bjus querida.

    ResponderEliminar
  36. Talvez uma cantata de Bach ajude nesta manhã inquieta de chuva!
    Abraços,

    ResponderEliminar
  37. Adorei seu poema, apesar de triste!
    Adoro dias ensolarados!
    Bjus

    ResponderEliminar
  38. Oi Larissa
    A chuva lava a alma e o coração
    Adorei
    Beijos
    Lua Singular

    ResponderEliminar
  39. Nada como a melancolia de uma dia de chuva para colocarmos tudo no lugar certo, uma conversa de mulher para mulher conosco...
    Muito bom, querida Larissa!
    Um beijo!

    ResponderEliminar