quarta-feira, 28 de fevereiro de 2018

Magia sem Rumo.

   
Saí sem rumo e sem pensar onde ir
O dia acabava, um silêncio exímio
A minha mente precisava de ânimo
E um momento de paz queria sentir
~
O meu destino, mar, descontracção
O céu limpo suscitando boa energia
Uma nuvem passageira era a magia
Para confortar o meu ilustre coração
~
E ao poder imaginá-la na minha tela
Onde a tento alcançar, não é em vão
E com uma mágica caneta de carvão
Tento rabiscar a nuvem mais singela
~
O vento sopra-me o rosto, que sorriu
Pelo privilégio único de a poder olhar
Ter um misto de emoções... recordar
Aquela nuvem que sem querer surgiu.


Autora: Larissa Santos

terça-feira, 27 de fevereiro de 2018

É o teu coração um poema sem rima


É o teu coração um poema sem rima
Um mar sereno sem ondas agrestes
O teu sorriso a sedução, doce estima
Tua doçura, o aroma dos arciprestes
Luz dos estrelas que te vêm anunciar
Em como meu amor toca a perfeição
E por isso tanto sofre o meu coração
Por meus versos não quereres amar
.
Tuas palavras, são poemas versejados
Sendo teus lábios sonetos de tentação
Tua pele a aresta em que meus passos
Se isolam por entre vírgulas e espaços
Que me separam do teu doce coração
Mesmo que a poesia seja dura estima
E os versos sejam simples embaraços
Amarei teu olhar, como odes em rima
......
Autor: gil antónio
,,,,

domingo, 25 de fevereiro de 2018

{Poetizando e Encantando }...Se o Amor fosse perfeito.


Se o amor fosse perfeito não existiam desilusões
Não existiam lágrimas, nem o sentimento de dor
Não existiam corações enamorados. Mas o amor
É uma inconstante, que nos faz mover, as ilusões
💞
Mas existem momentos que podem ser tão belos
Mesmo que seja em sonho, convém não acordar
A paixão faz juras, que nos levam a desabrochar
Num despertar de desejos, salutares, tão singelos
💞
Se o amor fosse perfeito não teria a mesma graça
Mesmo que nos protegêssemos de mera desgraça
Dar-me-ias a felicidade, qual Príncipe enamorado
💞
Faço do sonho a perfeição dum amor sem demora
A vida é curta, nosso beijos são urgentes...e agora
Cavalgamos no sonho...perfeito mundo encantado.
💗💙 
  Autora: Larissa Santos

A vida é feita de desafios. Mais uma vez aceitámos o desafio do blogue, Poetizando e Encantado para interacção poética. Sinto-me lisonjeada por poder interagir a fim de levar esta "corrente" mais longe... Obrigada pelo convite.

sábado, 24 de fevereiro de 2018

O acordar da quimera

Despertei com o arbítrio de ver o sol nascer
De respirar o ar puro ao despertar da aurora
Caminhar pelos caminhos incertos de agora
E esperar que o sol surja para me fortalecer
.
Árvores nuas num frio agreste onde passeio
Ramos ressequidos mostrando a seca severa
Num passeio matinal, o acordar da quimera
Em banco vazio, ontem ocupado, hoje alheio
.
Ainda que o sol demore, vale a pena esperar
Se a caminhada pelas ruelas for sem lamento
A vida não é florida, faz parte dum momento
Quando se admira a paisagem no seu alvorar.
-- 
👀

Autora: Larissa Santos

sexta-feira, 23 de fevereiro de 2018

Rascunhos poéticos, estados de alma, em livro fechado


Poemas são linhas escritas que ficando
Unidas e agrupadas em folhas brancas
São doces letras, odes de  inteligência
Páginas dispersas, na fina competência
Destinos envolvidos, salas onde danças
Músicas de amor que te vão embalando
.
Poemas, são rabiscos soltos que tu lês
Rimas gramaticais que te alimentam
O ego, a alma, o coração, entre porquês
Lágrimas errantes como ondas nos rios
Termos soltos, egos devotos, ostentam
Folhas do livro fechado, sinais vadios
.
Poemas são aventura, felicidade, união
Rascunhos lidos e soletrados em verso
Estados de alma, exaltação e subtileza 
Poética imaginação do desejo inverso
Escrituras e devaneios, mélica certeza
Do amor existente dentro do coração
.............
Autor: gil antónio
.

quinta-feira, 22 de fevereiro de 2018

Silenciada nas águas do rio.


Perambulo sobre a margem do rio
Onde absorvo o silencio
Enquanto o sol desaparece
Numa paisagem serena
Ficando sozinha, desprotegida
A brisa torna-se amena
Mas o meu corpo treme de frio.
.
Espelham nas águas, reflexos
Do entardecer
E quando a brisa acalma
O silêncio apodera-se de mim
Mas entristece-me a alma
Ver as águas correrem assim
Mistério... ainda complexo.
.
Escuto das águas, o murmurar
O coaxar das rãs
Sinto um aperto no peito
Ao lembrar as palavras vãs
Nesta margem, onde me silencio
Submergida num preconceito
Esperando o dia que haverá de chegar.
 --
🌗

Autora; Larissa Santos

quarta-feira, 21 de fevereiro de 2018

Água que purifica teu corpo ... em efemérides de sentido


Como a água que purifica teu corpo e a mente
O amor entra em ti tão frio que te enlouquece
Tremores gelados, que teu coração entorpece
Intensos, magoados, que te deixa tão carente
.
Terás relatos tão ternos, efemérides de sentido
Um amor surgido das águas do ardente desejo
Alvoroços que ensopam como lábios em beijo
Toques de inquietude dum desalento carecido
.
Como entibiar esse amor que teu peito abrasa
Que fere como agulhas que em chamas arrasa
Queima a alma em amor de fiéis sentimentos
.
Intensos desatinos que do coração não partem
Impactantes sonhos que por sorrisos repartem
Todas as agruras dos nossos felizes momentos

.
Autor: gil antónio
.

terça-feira, 20 de fevereiro de 2018

Serenata em telepatia

Foto de Cidália Ferreira.

De mãos dadas, ouvindo a serenata do mar
Quando o dia termina e acalmam as ondas
Que dançam em sintonia divina. Oriundas
De uma longevidade que as fazem acalmar
.
O mar inspira-me, faz-me crer que existe
Existe amor, entre os corações precavidos
Ainda que a distancia não nos dê ouvidos
Aos sentimentos recíprocos não se resiste
.
Na serenata, com um pôr-do-sol afectuoso
Enquanto, em sintonia, as ondas encantam
As nossas mãos numa telepatia se ajeitam
.
Ajeitam-se em sintonia ... amor impetuoso
Sentem-se os corações, trémulos, carentes
Quando o mar é o refúgio dos mais crentes.
💕

Aurora: Larissa Santos

segunda-feira, 19 de fevereiro de 2018

Aroma da papoila ... E a outra face do sentimento


Além das nuvens, do Céu, das estrelas
Existem os campos, os desertos, o mar
As flores, como desejava tanto vê-las
Aromar esse teu cerrado e triste olhar
.
Além dos astros, dos vazios, da solidão
Dos áridos ventos, dos frios da manhã
Existe a fragrância sublime do coração
O bálsamo da papoila, em tua alma sã
.
Além da desdita de um termo cansado
Em que os verbos ficam por conjugar
Não queiras esse teu coração fechado
Quando ele sente amor e deseja amar
.
Além de tudo o que possas pensar, ou
Bradar aos Céus, palavras de momento
Serei sempre meu amor, aquilo que sou
Nunca serei a outra face do sentimento
.
Autor: gil antónio
.

domingo, 18 de fevereiro de 2018

{Poetizando e Encantando} ...Sintonia do luar... beijando o mar.


Praia deserta, em noite de encontro para nós dois
O mar murmurava  em volto das ondas dançantes
Num só abraço, unidos, como os eternos amantes
Onde o desejo da contemplação não é para depois
.
Bailam as ondas em sintonia com o grandioso luar
Os nossos olhares embevecidos, com concentração
Sussurramos palavras de ternura saídas do coração
Perante a magia da lua, quando à noite beija o mar
.
Majestoso momento, permitindo a leveza na alma
Corações instigantes e enamorados, quanta beleza
Nos oferece um luar brilhante, abençoada destreza
Em mar deserto, escuro, o luar nos transmite calma.

🌝🌚

 Autora: Larissa Santos.



É com satisfação que apresentamos a nossa participação e iteração com o Blogue da Professora Lourdes Duarte. Esperamos que gostem.    Bj💋s

POETIZANDO E ENCANTANDO

sábado, 17 de fevereiro de 2018

Estrelas testemunhas de cálidos amores


-
São as estrelas o mérito da noite escura
Como o vento, que sopra, quando passa
Cintilantes pela solitária e fina negrura
Clarificam o pensamento pela candura
De um imaginário de sedução devassa
.
É a escuridão o nobre descanso da vida
Quando os corações andam enegrecidos
Ouvem-se melodias de luzência surgida
Beijam-se os lábios, claridade renascida
Que diverte e acalma os nossos sentidos
.
Tocam-se as estrelas em amor e pureza
Nelas não existe tremor nem amargura
Iluminando a noite, mostrando beleza
Oferecendo ao mundo a segura certeza
Que são luz de amor e delicada ternura
.
Autor: gil antónio
.

sexta-feira, 16 de fevereiro de 2018

A Dança no Paraíso

 
Resultado de imagem para imagens dança de amor à chuva
Levaste-me ao paraíso numa dança sensual
Choviam estrelas, em desejos contagiantes
Teu olhar beijava os meus lábios aliciantes
Quando na minha cintura realizavas o ritual
.
Choviam partículas de amor num só desejo
Molhavam-se os nossos corpos em desatino
Neste paraíso onde dançámos, sem destino
Com palavras d'amor, e ao ouvido um beijo
.
Desejos contidos em momentos hilariantes
Nas tuas mãos possantes, uma ode à rapidez
Sobre a minha cintura, poderosas, instigantes
.
Sussurra-me no olhar, as tuas palavras doces
Agarra-me contra ti... acarinha-me outra vez
Neste paraíso de dança e amor com nuances.

💏
--

Autora: Larissa Santos

quinta-feira, 15 de fevereiro de 2018

A Mulher ... e o olhar matreiro da Serpente


Ergue teu corpo, atira para longe essa letargia
Desfaz o triste tormento que vês na tua frente
Abre o coração, alteia o peito, eleva a energia
Deixa rugir em ti o olhar matreiro da serpente
.
Deita fora essa aberração que aflige tua mente
Que se alojou e atormenta as tuas recordações
Mata essa agitação tão comum em tanta gente
Faz da felicidade a paz que eleve tuas orações
.
Quando a vida sem rumo esbarra na esperança
Não existe intempérie sem que exista bonança
Ou travo que force a alma a viver em desvelo
.
Mostra um sorriso que afaste essa dor profunda
Purifica o teu coração dessa ansiedade imunda
Para que vivas em amor, olvidando o pesadelo
.
Autor: gil antónio
.

quarta-feira, 14 de fevereiro de 2018

Pétalas em paixão silenciosa.




💞
O dia amanheceu, silencioso
A cama está feita a nosso gosto
As pétalas perfumadas traçam o desejo
Vermelho, a nossa cor preferida
Cor da paixão, do amor
Esperando o momento amoroso
💓
Na mesa, a toalha em cetim, candura
Velas ardendo, aroma a canela
O quarto vazio espera o momento
Em que nossos corpos se reencontrem
E os copos tilintem num brinde
Fazendo do momento a nossa loucura.
💓
O destino marca a hora
Espero comedida a tua chegada
Imaginando a cama desfeita
Velas queimando, fragrância no ar
Corpos suados, olhares sorridentes
Beijos desejosos...carentes.
💓
Mas o dia poderá terminar
Sem os nossos corpos se poderem tocar
Ainda que o nosso olhar se deseje
Os nossos lábios não se podem beijar
São devaneios da minha imaginação
Mostrando, quão te ama o meu coração.
💞


Autora: Larissa  Santos.

terça-feira, 13 de fevereiro de 2018

"Clausuro-me... por fidelidade."

Desesperado momento em que tu ias chegar
Preparava-me para me entregar com clamor
Meu coração desorientado, mas cheio de cor
Se guardava para ti, e sabe-lo-ias conquistar
.
Clausuro-me para mostrar a minha fidelidade
Pode o meu orgulho ser enorme, mas genuíno
E meu coração ser pequeno mas num desatino
Se descontrola, numa entrega com voracidade
.
Momentos de desespero num misto de alegria
Quando entenderes que é teu este meu coração
já nada mais me interessa, apenas a tua magia
.
Entregar-me-ei por inteiro ao mais belo prazer
Guardar-me-às de certeza com toda a emoção
Neste pequeno momento, te quero surpreender.


💟 

Autora: Larissa Santos.

segunda-feira, 12 de fevereiro de 2018

És ... Fragmentos da minha imaginação.


És o meu adormecer, meu acordar, meu sonho
És a esperança, felicidade, aflitiva desventura
És a límpida brandura, o enredo, sentimentos
És a calada loucura, meu viver, o meu sentido
És a lágrima, volúvel noite, desnorte risonho
És o desalinho dum amor soberano, proibido
És o quimérico de puras preces, pensamentos
És a dor da minha alma, a essência da ternura
.
És os meus versos, as minhas odes, inspiração
És a lembrança, o suor do meu corpo, a agonia
És o mundo, o espaço, força dos meus desejos
És o timbre da minha voz, minha doce paixão
És o oásis do meu ilusório deserto, a nostalgia
És meu mélico prazer, o abraço, cálidos beijos
És o mar onde ondeia o meu corpo, a maresia
És a luz em fragmentos da minha imaginação
.............................................................................
Autor: gil antónio
.

domingo, 11 de fevereiro de 2018

Poetizando a Folia do Carnaval


DOMINGO DE CARNAVAL

Dia em que se consomem
Fatos de folia, o que se quiser
Mulher mascara-se de homem
Homem mascara-se de mulher
.
Dia de euforia, pura festividade
Existe dança, alegria dos foliões
Surgem as máscaras de verdade
Ouve-se o cantar dos pregões
.
Homem de sapatos altos
Pois ninguém leva a mal
Torce os pés, nos socalcos
Depois visita-se o hospital
.
Mostram as pernas cabeludas
Que fazem rir a população
São lindos de pernas roludas
É preciso é haver diversão
.
Brincando, saia curta, safado
Movimento, corsos, festival
Se alguém for, quiçá apalpado
Entre na festa ... é Carnaval
............................................
autor:  gil antónio
.

sábado, 10 de fevereiro de 2018

{Poetizando e Encantando} Advertências... a saudade não mente.


Pelas advertências da minha mente
Escrevo em versos, amor sem rima
Convido-te, a um encontro afetuoso
Para receber o teu sorriso carinhoso
Libertares-me desta sombria corrente
E nesta rampa por onde sinto ínfima
Sinto-te a falta, a saudade não mente
.
Se não atenderes à minha mensagem
E não me tirares desta insana solidão
Então a minha mente estará enganada
Porque se sentiu por ti tão apaixonada
Esperarei por ti na ponta desta margem
Nem que para isso acalme meu coração
Olhado teu chapéu...a única recordação.

 ⛅



Autora: Larissa Santos


A nossa 2ª participação no Poetizando e  Encantando no blogue da Amiga e Professora Lourdes  Duarte.... No Filosofando na Vida

Esperamos que seja de agrado de todos...É com orgulho que participamos.

sexta-feira, 9 de fevereiro de 2018

Perdidos num brinde silencioso.



Enquanto nos perdemos num brinde silencioso
Aquecidos pelas chamas da confortável lareira
Nossos olhares envergonhados, e sem canseira
Embriagados num momento afável e caloroso
.
Quando o frio nos faz coadunar num só abraço
O sentimento no transporta a uma só realidade
Por muito que não queiramos encarar a verdade
O amor existe entre nós em versos de embaraço
.
Brindamos ao sabor dum vinho, em doce delírio
Rodeados do calor das chamas, amor em colírio
Que me encanta quando o teu olhar é fascinação
.
E quando a embriaguez nos enlouquece a mente
Nossos lábios se beijam, saboreando docemente
E o calor da lareira nos eleva, e excita o coração
--
💥
Autora: Larissa Santos

quinta-feira, 8 de fevereiro de 2018

Vivências de Amor - Volúpia Incerta

 
Nascer, tornar-se adulto, amar
Viver a vida, destino vivenciado
Deixar o amor ao coração chegar
Nunca chorar por já ter amado
.
Quando o amor em nós desperta
E nos ensina a ver o mundo, a ouvir
Tudo é luz, ternura, volúpia incerta
Que nos deixa os lábios a sorrir
.
As lágrimas são o alívio da alma
Que nos eleva e até acalma
Vive o coração no seu esplendor
.
Se a vida é composta de movimento
Existem alegrias, vive-se o momento
Quem nunca chorou por amor?
....................................
Autor: gil antónio
.

Exultação de um amor intenso



Meu coração ama-te. Meu amor, ama-te tanto
Entre esse amor e a paixão, existe a diferença
Dor e silêncio deixam meu coração em pranto
E quanto mais te ama mais essa dor é intensa
.
Como uma gaivota que sonoriza o seu voar
Esvoaçando sobre as águas em voo cadente
Assim é meu coração que por tanto te amar
Suspende a vasteza desse amor tão presente
.
Não há exacta medida entre a dor e a letargia
Nem entre a recordação e a agónica saudade
Que resfrie a sensação pura do quente manto
.
São as águas emissárias de reflexão e calma
Pensando em ti, meu olhar sorri e se acalma
Meu coração ama-te. Meu amor, ama-te tanto
.
Autor: gil antónio
.

terça-feira, 6 de fevereiro de 2018

Ecos que deslumbram meu pensamento.

 
Ouço os ecos de uma cascata que deslumbra
Os salpicos se libertam por frescos recantos
O silêncio me eleva aos mais belos encantos
Duma natureza que me oferece a sua sombra
.
Purificados, os momentos que me oferece ter
Quando vagueio, procurando nela, minha paz
São tantos momentos, em que ela me satisfaz
Pelo silêncio expedido em momentos de lazer
.
É tão sombrio, mas sossegado, este  momento
Onde ouço os sons mais inebriantes, saudáveis
As horas que passo vagueando são infindáveis
Porque esta beleza não me sai do pensamento.

🌞
Autora: Larissa Santos

segunda-feira, 5 de fevereiro de 2018

{poetizando e encantando} Arrepios de um luar encantado

 
Saio pela noite, em desvario, miro o luar
O brilho dos raios me fascinam a mente
Confesso aos meus botões que meu olhar
Se enamorou pelo encanto, simplesmente
.
Delicadas águas que parecem adormecidas
São espelho de toda uma beleza iluminada
Fazem admirar as almas mais enternecidas
Quando pela noite, se sentem, apaixonadas
.
O meu olhar não quer deixar a lua sozinha
Mesmo espelhada nas águas, em frenesim
Dum azul apaixonante em noite quentinha
 .
E num sopro suave, qual frescura delicada
Se entranha no meu vestido, de puro cetim
Provocando arrepios, em luxuriosa noitada.
 ---
    💙💙

Ps: É com muito gosto que apresentamos a nossa 1ª participação na interacção do Poetizando e Encantando. Do Blogue da Profª Lourdes Duarte.
-- 

Autora: Larissa Santos 

domingo, 4 de fevereiro de 2018

Nós dois ... um só coração


Sentir o teu abraço, quente, sincero
Pelo calor do teu corpo, desespero
Como anseio teu ósculo, que logo
Sei que me acalma, mélico alarde
Me leva ao alto do amor que arde
E meu coração aquece como fogo
.
Quero ter-te como brasa queimando
Teus firmes lábios os meus beijando
Olhar teus doces olhos que sorrindo
Falam: Meu amor, meu sentimento
Flor da alma meu puro pensamento
Teu coração no meu, estou sentindo
.
Desejo-te como somente eu desejo
Ouvir o sussurrar de um doce beijo
É a mais nobre e desejada sensação
Que quando te quero, porque quero
Em meus lençóis de amor, te espero
Pois nós dois, somos um só coração
.
Autor: gil antónio
.

Amor:- Exaltação aos desertos do mundo


Bate o meu coração por um amor profundo
Ilusórios desejos de uma ternura alcançada
Sorrisos disfarçados aos desertos do mundo
Exultação da alma, cristalina e apaixonada
.
É meu amor, caminho de fé, que doravante
Receberá luminoso sorriso, que me conduz
Abençoando esta paixão forte, perseverante
Sendo teu olhar de doçura meu trilho de luz
.
Amo-te como quem almeja sair da solidão
Sendo teu olhar o habitáculo, rezada prece
Ferindo o meu coração qual folha de corte
.
Salivam meus lábios por desnuda exaltação
Conseguisse eu mentir mesmo que quisesse
E não sofreria por amar-te, depois da morte
.
Autor: gil antónio
.

sexta-feira, 2 de fevereiro de 2018

Primavera impetuosa...

 Resultado de imagem para imagens de saudade
Imaginei, que tu eras a minha primavera
Que eras o sol, o encanto, e eras só meu
Eras o campo em beleza, tu eras quimera
Eras a força da natureza que nunca temeu
.
Eras a primavera que me adormecia a alma
Uma alma apaixonada, solta, tão carinhosa
Deslumbrada por uma natureza que acalma
Onde me deixei ficar... reflexão impetuosa
.
Neste ilusório jardim das cores verdejantes
O sol espreitando, pelas árvores já vestidas
O momento, a espera, a beleza dos amantes
Onde te imaginei, a primavera, sem partidas.


🌞

Autora: Larissa Santos

quinta-feira, 1 de fevereiro de 2018

Perdida no Sonho... Nudez Imaculada.

Perco-me neste sonho do meu ser imaculado
Por marés tempestuosas, dos momentos frios
Vagueia a liberdade do sentimento camuflado
Impedindo o meu corpo de receber outros rios
.
Esta saudade que sinto, levas-me à exaustão
Mesmo com preconceito deixo lágrimas leais
No silêncio do meu desejo lembro da questão
O mar revolto me devolveu os sonhos irreais
.
E neste silêncio do mar onde observo de perto
Correm nuvens, quais lágrimas desprevenidas
Aquelas que o mar acolhe e onde me converto
.
Mergulho na minha nudez. Lúcida sensualidade
Corpo desnudo, em delírio, com ideias retraídas
Neste sonho digno, em maré de grande saudade.

📩
 --- 

Autora Larissa Santos