sábado, 10 de fevereiro de 2018

{Poetizando e Encantando} Advertências... a saudade não mente.


Pelas advertências da minha mente
Escrevo em versos, amor sem rima
Convido-te, a um encontro afetuoso
Para receber o teu sorriso carinhoso
Libertares-me desta sombria corrente
E nesta rampa por onde sinto ínfima
Sinto-te a falta, a saudade não mente
.
Se não atenderes à minha mensagem
E não me tirares desta insana solidão
Então a minha mente estará enganada
Porque se sentiu por ti tão apaixonada
Esperarei por ti na ponta desta margem
Nem que para isso acalme meu coração
Olhado teu chapéu...a única recordação.

 ⛅



Autora: Larissa Santos


A nossa 2ª participação no Poetizando e  Encantando no blogue da Amiga e Professora Lourdes  Duarte.... No Filosofando na Vida

Esperamos que seja de agrado de todos...É com orgulho que participamos.

40 comentários:

  1. Larissa a sua inspiração perante um olhar nostálgico é perfeita!!!bj

    ResponderEliminar
  2. Lindo poema e sobrou apenas de tudo vivido, o chapéu! Muito legal tua participação! beijos, tudo de bom,chica

    ResponderEliminar
  3. Uma excelente participação. Nem outra coisa era de esperar da sua imaginação e talento.
    Um abraço e bom fim de semana carnavalesco

    ResponderEliminar
  4. Uma bela participação, inspirados versos.

    Um abraço e um feliz carnaval.

    ResponderEliminar
  5. great post,photos are amazing!
    If you want that we follow each other let me know by leaving a comment here and please click on links at the end of post --> http://beautyshapes3.blogspot.hr/2018/02/royal-turtleneck-sweater-outfit-zaful.html

    ResponderEliminar
  6. Que belo show poético, Larissa! O contexto nostálgico é encantador. Meus efusivos parabéns, inclusive pela brilhante participação. Sucesso sempre e um grande abraço.

    ResponderEliminar
  7. Saudades, silencio e solidão, 3 coisas que maltratam.

    ResponderEliminar
  8. Olá,
    Obrigada pela sua visita e comentário.
    Parabéns pelo seu blog.

    ResponderEliminar
  9. Boa tarde, Larissa Santos!!
    Uau! Mas que belíssima inspiração! Parabéns pela iniciativa. também...Amei!


    "Isolei-me de um mundo imperfeito" (Poetizando ...)

    Beijos, bom fim de semana

    ResponderEliminar
  10. Amei a sua participação Larissa!
    Sempre muito inspirada.
    Parabéns.
    Bjs-Carmen Lúcia.

    ResponderEliminar
  11. Boa tarde, Larissa!

    Grata pela visita e comentário no meu blogue.

    Participar em iniciativas como as da Lourdes só nos engrandecem.

    Um poema triste, chorado. Caso ele não venha, o amado, ficará algo dele: o chapéu.

    Beijos e bom fim de semana.

    ResponderEliminar
  12. Boa tarde querida Larissa! Vim apreciar essa beleza de poesia que você escreveu com tanta imaginação.Advertências da mente, saudade lembranças que no silêncio que mais parece uma eternidade aflorou. Obrigada querida por mais uma vez participar lindamente! Seja sempre bem vinda! Sua segunda participação aqui em seu blog mas desde as primeiras que você participa como comentarista. muito obrigada! feliz Carnaval!

    ResponderEliminar
  13. Esta solitária espera pelo amado corrói o coração enchendo-o de saudade. Encantou-me teu belíssimo poema Larissa.
    Beijos

    ResponderEliminar
  14. Sozinha, em tempo certo,
    Vais amando em solidão.
    O chapéu, do pouco esperto,
    Fica por recordação.

    Parabéns pela participação. É um belo Poema, Amiga.

    Beijo
    SOL

    ResponderEliminar
  15. Sempre maravilhosa a publicar poesia.
    Admiro-te com admiração e fervor
    És a fonte pura. A ternura, a magia
    Uma mulher que faz dos versos, AMOR
    .........................
    És Linda, Larissa Santos
    Bjo

    ResponderEliminar
  16. Elogiável esta interligação poética. O meu aplauso para tão sedutor poema
    Beijo

    ResponderEliminar
  17. Quando entro nel tuo Blog la musica di sottofondo è sempre bellissima! Complimenti sinceri! http://casaninnamamma.blogspot.it

    ResponderEliminar
  18. Que poesia tão delicada *.*

    r: Obrigada e igualmente!

    ResponderEliminar
  19. Ai a saudade, essa que nos vai matando por dentro e às vezes nem nos apercebemos.
    Beijinho Larissa bom domingo.

    ResponderEliminar
  20. A esperança exige desprendimento.
    Cadinho RoCo

    ResponderEliminar
  21. Amiga Larissa mais uma bela poesia! a saudade é um sentimento que todos um dia sentirá ou já sentiu, mas que maltrata isso é verdade. Parabéns querida pela bela participação,. Abraços

    ResponderEliminar
  22. a saudade é a lembrança de momentos felizes.
    gostei do poema e da imagem de suporte.
    beijinhos
    :)

    ResponderEliminar
  23. saudade: uma das palavras mais bonitas da lingua portuguesa :)
    vou acompanhar Larissa,
    o mundo precisa de poemas !beijos
    Angela

    ResponderEliminar
  24. Linda participação Larissa,
    A saudade não mente mesmo...
    Você fez uma bela leitura dessa mulher
    tão solitária, porém esperançosa.
    Beijos!

    ResponderEliminar
  25. Oi Larissa! Gil!

    Perfeita interpretação Larissa, poesia maravilhosa que toca o coração. Parabéns pelos lindos versos.

    Minha participação está, como de costume no blog de meu irmão: https://jjuliojl.blogspot.com.br/2018/02/passagem-para-terra.html Aguardo vossas visitas e comentários ;)

    ResponderEliminar
  26. Uma inspiração divina e majestosa nessa participação do poetizando e encantando, amei!
    Beijos carinhosos!

    ResponderEliminar
  27. A saudade não mente Larissa e com ela vivemos nos porões mais sombrios e assim os versos choram e clamam pela presença de quem um dia nos amou e fez de nossos dias um encanto. Linda construção Larissa. Meus aplausos amiga.
    Bjs de paz e feliz semana.

    ResponderEliminar
  28. Olá, querida amiga Larissa!
    Estive em retiro espiritual nestes dias e só agora passo comentando ...
    Saudade dilacera a nossa alma, corta nosso coração em dois pedaços bem definidos...
    Seja muito feliz e abençoada junto aos seus amados!
    Bjm de paz e bem

    ResponderEliminar
  29. Larissa!
    Que tão bela inspiração...
    Ter o chapéu do amado, na esperança de sua volta...
    Que saudade é essa?
    “Ninguém é assim tão velho que não acredite que poderá viver por mais um ano.” (Cícero)
    cheirinhos
    Rudy
    http://rudynalva-alegriadevivereamaroquebom.blogspot.com.br/2018/02/divulgacao-cultural-18-22-poetizando-e.html

    ResponderEliminar
  30. Olá amiga!
    Passando mais uma vez para deixar o convite do Poetizando e Encantando. Considero que a cada semana o desafio é grande, são poesias que nascem de uma imagem sugerida, por isso mais uma vez deixo duas lindas e sugestivas imagens para que você possa escolher a que mais lhe sugerir para o seu poetizar. Desde já muito obrigada, porque o sucesso dessa BC é uma exclusividade dos queridos e queridas participantes.
    Abraços, com desejos de um lindo e feliz fim de semana.
    Abraços da amiga Lourdes Duarte

    ResponderEliminar
  31. Aí a saudade que tão maltrata o coração.
    Inspirada e bela participação.
    Beijinhos
    Maria de
    Divagar Sobre Tudo um Pouco

    ResponderEliminar