quarta-feira, 4 de julho de 2018

Gratidão em Chuva de Amor



Meus olhos que te olham, molhados
Quando te imagino fresca, formosa
Como barco atracado em desejo
Luar da noite, carinho comovente
Beijos doces, por amor, trocados
Luz de vida, mélica, maravilhosa
Na doçura dos lábios, um beijo
Permutado entre um olhar, carente
*
São os teus lábios que me beijam
Chuva caindo molhando meus versos
Nas rimas poéticas de lisonja dourada
Onde os delírios, actos e retrocessos
Palavras ditas na verdade dos apreços
São espinhos que não se desejam
Ver nessa rosa por mim tão amada
Onde teus cabelos são finos adereços
*
De um jardim de espartilhos e flores
Essência em perfume e finos odores
Que fazem da recordação noite escura
Águas que ondulam em orlas gravadas
Nos rústicos desertos da imaginação
Sabemos que a verdade mais pura
É a gratidão das nossas faces rosadas
Quando existe amor dentro do coração

***
Autor: gil antónio
*

43 comentários:

  1. Perfeito para terminar um belo poema de amor:
    É a gratidão das nossas faces rosadas
    Quando existe amor dentro do coração
    ...
    bj

    ResponderEliminar
  2. Bom dia!
    Mais um poema Soberbo! AMEI!

    Beijo e um excelente dia!

    ResponderEliminar
  3. Duas coisas boas tratadas aqui:gratidão e amor, só bela poesia poderia resultar! abraços, chica

    ResponderEliminar
  4. mt bonito este poema e se é de chuva de amor entao nao molha heheh gostei mt parabens bjs

    ResponderEliminar
  5. Mais um poema exímio...Muito ao teu jeito, e mais não digo ;)) Parabéns meu querido.

    Bjos
    Um dia feliz

    ResponderEliminar
  6. This is beautiful, I'm glad that I ran into your blog.

    ResponderEliminar
  7. Amei a postagem, cada versos lindos e cheios de gratidão e ternura. *--*
    Beijos. ♥
    Diário da Lady

    ResponderEliminar
  8. Bem vinda, a chuva de amor.
    Abraço

    ResponderEliminar
  9. Fantástico poema,
    com chuva de amor
    numa tarde serena
    de Junho sem calor?

    Voltará noutro dia,
    se sem nada foi embora
    gotas de água são alegria
    chuva de amor não molha!

    Tenha uma boa tarde caro amigo poeta Gil António.
    Um abraço.

    ResponderEliminar
  10. Poema encantador escrito com muito amor!

    Um sussurro!

    ResponderEliminar
  11. Um belo poema belíssimo, do jeito que o coração gosta.
    Boa semana!

    ResponderEliminar
  12. O amor torna tudo melhor!
    Belíssimo poema :)

    r: São coisas que acontece, mas custa sempre

    ResponderEliminar
  13. Mais um bonito poema, de que gostei muito.
    Abraço

    ResponderEliminar
  14. Lindo poema.
    Linda musica.
    Uma santa moite para ti.
    Maria Alice
    meu cantinho
    https://www.mariaalicecerqueira.com.br/

    ResponderEliminar
  15. Olá Gil, um hino à beleza das palavras que encantam
    e perfumam a alma :)
    abraço, vou ver a participação …

    Angela

    https://poesiesenportugais.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  16. «Nos rústicos desertos da imaginação
    Sabemos que a verdade mais pura
    É a gratidão das nossas faces rosadas»

    (bonito, isto)

    ResponderEliminar
  17. bonito poema
    https://retromaggie.blogspot.com

    ResponderEliminar
  18. Um coração cheio de amor faz brotar as mais belas emoções e desperta sentimentos tantos, que invadem os poemas e poesias e o Gil sabiamente explorou cada detalhe apanhou cada gota da chuva inspiradora.

    Um abraço amigo e bom Julho com paz,amor e harmonia.

    ResponderEliminar
  19. Que poema maravilhoso.
    Beijos.
    http://vinteedoisdemaio.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  20. Que bem escreve, Gil António!!!
    Beijinhos, bom dia!

    ResponderEliminar
  21. Um poema muito agradável de ler.

    Temos um novo conto. E como é para vós que escrevemos, convidamos-vos a participar na escolha do título.
    https://contospartilhados.blogspot.com/2018/06/novo-conto-ainda-sem-titulo.html

    Continuação de boa semana.
    Saudações literárias!

    ResponderEliminar
  22. https://gritosda.blogspot.com/
    Olá Larissa!
    Que encanto de chuva de amor, pois o amor nunca é em excesso. amei esse maravilhoso poema e essa linda declaração de amor!
    Peço desculpa, por esta minha ausência, estou mesmo com falta de tempo e não tenho vindo dar vida a este blog. Adorei a sua visita, obrigada pelo comentário.
    Beijinho paz e bem.
    Luisa

    ResponderEliminar
  23. Muito bonito, Gil, poema romântico e cheio de ternura!
    Parabéns, amigo. Gostei de ler.
    bjs

    ResponderEliminar
  24. Quando existe amor nosso coração aformoseia. Lindo poema

    ResponderEliminar
  25. r: Muito obrigada!
    Sou muito apologista dessa postura: apostar numa cor que nos faça sentido. Sem qualquer imposição da sociedade

    ResponderEliminar
  26. Oi Gil,
    Linda poesia de amor e paixão
    Desculpa a demora, estou em tratamendo dos meus pés.
    Beijos
    Lua Singular

    ResponderEliminar
  27. Belíssimo versejar emoldurado pela chuva que traz saudosos sentimentos à alma do nobre poeta, fascinante poema, sob beijos e fores de muitas cores. Parabéns, Gil, e um grande abraço.

    ResponderEliminar
  28. Devemos ficar gratos quando temos uma amor para viver.
    Excelente poema, parabéns.
    Caro Gil, continuação de boa semana.
    Um abraço.

    ResponderEliminar
  29. fascinante poema, sob beijos e fores de muitas cores. Parabéns, Gil, e um grande abraço.สล็อตออนไลน์

    ResponderEliminar
  30. Gracias por el paso por el blog, ya sabes que significa mucho las visitas y comentarios en nuestro blog.
    Besos

    ResponderEliminar