terça-feira, 20 de novembro de 2018

Queria abraçar-te ... meu amor


Queria abraçar-te, num abraço apertado
Nunca acabar, apenas ter começado
Sentir em meus braços a tua cintura
Olhar-te assim, terna e longamente
Onde meu coração em paixão ardente
Inundasse o teu, de amor e ternura
*
Queria abraçar-te, como se abraça o mar
Sentir-te em meu corpo e desesperar
Pelo teu beijo de uma doçura perigosa
Deslizar pela tua pele, suave e carente
Ouvir as tuas palavras e ternamente
Penetrar na tua alma misteriosa
*
Queria abraçar-te como só abraça quem ama
Trocar o meu sorriso, pela tua chama
Caminhar pelas curvas do teu esplendor
Beijar os teus lábios, teus olhos, e baixinho
Ouvir os teus gemidos de carinho
Sussurrando: Sou tua, meu amor

***
Autor: gil antónio
*

28 comentários:

  1. Bom dia meu Querido. Uma declaração que toca qualquer coração feminino:)) Adorei.

    Bjos
    Votos dum dia radiante, com muito amor. :))

    ResponderEliminar
  2. Oi Gil,
    Uma apaixonante e bela poesia de amor ardente.
    Adorei
    Você e a Larissa leram o meu texto? Uma parte dela fala da vergonha do sistema de Portugal e Brasil.
    Mas enfim, adotei um mulato lindo dos olhos verdes: hoje é economista, contabilista, inglês fluente, educado e bem empregado.
    Beijos
    Lua Singular

    ResponderEliminar
  3. Tão apaixonado! Tão amoroso! Apetece ler e reler. E dizer: Vá lá poeta, não fique só no queria. Vá lá abraçar a sua musa.
    Um abraço

    ResponderEliminar
  4. O teu poema, Gil, aqueceu o meu corpo gelado num Düsseldorf frio, cinzento, triste. ADOREI 😍

    Beija a tua musa AGORA e não numa outra vida.

    Desta vez também gostei da imagem que é simplesmente gira.

    ResponderEliminar
  5. Boa tarde, Gil António!
    Os bons poetas aplaudem-se de pé! Mas, se me dás licença destaco esta sextilha;

    [ Queria abraçar-te como só abraça quem ama
    Trocar o meu sorriso, pela tua chama
    Caminhar pelas curvas do teu esplendor
    Beijar os teus lábios, teus olhos, e baixinho
    Ouvir os teus gemidos de carinho
    Sussurrando: Sou tua, meu amor]


    SOBERBO!
    Beijos e um excelente dia!

    ResponderEliminar
  6. Um belíssimo poema de amor! Gostei muito..

    Um beijo,

    www.purestyle.com.br

    ResponderEliminar
  7. Seus poemas são lindos demais Gil, me encantei com esse. *--*
    Beijos.
    Diário da Lady

    ResponderEliminar
  8. Boa Tarde, Gil!
    Um poema todo lindo, recorto a segunda estrofe de forma muito especial, mas todo ele é lindíssimo, repriso.
    Senti meu amado dizendo tudo isso a mim... bem assim!
    Tenha dias venturosos e inspiradores!
    Abraços fraternos de paz e bem

    ResponderEliminar
  9. Tanto carinho num só abraço.
    Gostei bastante.

    ResponderEliminar
  10. Não me deixes por muito tempo só com esta loucura,
    aqui ficar, tanto que eu te desejo meu amor abraçar
    à espera fica sem te preocupares enquanto vou à procura
    de uma flor, para no teu peito junto ao coração colocar!

    Tenha uma boa tarde caro amigo Gil António.
    Um abraço e continuação de boa semana.

    ResponderEliminar
  11. Boa tarde amigo!
    Não há muito para definir mais um poema que maravilhoso,
    sempre envolto de amor. O amigo espalha o amor em seus poemas!
    O que é que se pode dizer mais? Simplesmente lindo!
    Beijo de paz e luz!...

    ResponderEliminar
  12. Lindo poema!
    Abraços apertados aos poetas, Gil e Larissa!

    ResponderEliminar
  13. Lindo poema, Alfredo meu marido adorou também, declamei pra ele hoje.
    Bjos tenha uma ótima semana.

    ResponderEliminar
  14. Um abraço apertado, suspiros dobrados.

    Amo cinema, Gil.

    ResponderEliminar
  15. Simplesmente lindo!
    Votos de uma boa noite.

    ResponderEliminar
  16. Maravilhoso! Um abraço pode mudar tudo *-*

    r: Muito obrigada.
    Concordo totalmente, influência logo a nossa predisposição para continuar a ouvir aquela estação de rádio. O Rui Maria Pêgo é um comunicador nato *-*

    ResponderEliminar
  17. Gostei de ler
    Bonito poema
    Abraço

    Kique

    Hoje em Caminhos Percorridos - Sensação de Prazer...

    ResponderEliminar
  18. Quanto amor, quanta ternura neste bonito poema.
    Abraço

    ResponderEliminar
  19. Uma ternura em palavras doces.
    Aquele abraço

    ResponderEliminar
  20. ABRAÇAR é um gesto tão poético ... quanto amoroso e quão delicioso!!!
    Lindo de ser lido ... bj

    ResponderEliminar
  21. Como diz a cancao O amor é assim pelo menos pra mim. Bjokas Gil

    ResponderEliminar